ALIMENTOS CONGELADOS

 
 

Ficha Técnica
Setor da Economia: Secundário
Ramo de Atividade: Indústria e Comércio de Alimentos
Tipo de Negócio: Produção e comercialização de refeições congeladas


APRESENTAÇÃO
Um saboroso mundo a menos de zero grau. Definitivamente os alimentos congelados entraram no cardápio de boa parte das casas brasileiras, uma opção para quem quer ou não pode dispor de horas picando temperos na beira de um fogão mas também não abre mão de uma alimentação saudável e saborosa.
O congelamento é um processo de conservação e não de melhoria de matéria-prima. É considerado o melhor método de preservação dos mais variados produtos, mesmo daqueles tidos como perecíveis.

MERCADO
A participação crescente das mulheres no mercado de trabalho e a escassez de mão-de-obra para as atividades domésticas são as grandes impulsionadoras do mercado de congelados, que permitem melhor aproveitamento do pouco tempo que resta no convívio familiar. Os produtos congelados começam a ser consumidos por grande parte da população brasileira. O mercado consumidor de alimentos congelados, esta concentrado nos grandes centros urbanos, cerca de 80% da demanda e nas classes sociais mais altas, com forte tendência de crescimento.
Conhecer e caracterizar quem são seus futuros clientes, o que eles compram e por que eles compram, como são feitas as compras, quando eles compram e as tendências de compra deles é essencial ao sucesso de seu negócio.
A maioria das empresas bem sucedidas estão constantemente em mudanças, oferecendo oportunidades e apresentando ameaças.
Uma visão de fora para dentro em seu futuro negócio e uma analise do próprio mercado em que você vai entrar, é um instrumento estratégico para seus objetivos.
Sua empresa precisa identificar os segmentos de mercado específicos que você deseja conquistar,
Analisar o potencial do mercado onde será iniciado seu negócio é muito importante, nessa analise pode-se verificar a renda, idade, classe social dos futuros consumidores.
O perfil geral dos consumidores de alimentos prontos congelados são jovens que trabalham fora e têm um bom poder aquisitivo

LOCALIZAÇÃO
A escolha do local e do espaço físico necessário para instalar seu negócio é uma decisão muito importante para o sucesso do empreendimento. O local deve oferecer uma infra-estrutura necessária para sua instalação e ainda propiciar o seu crescimento, ter acesso fácil para os clientes e ser um ponto de vendas atrativo.
Para montar uma loja de alimentos congelados o empreendedor deve lembrar que esse tipo de empreendimento tem uma característica própria, que é a de ser uma indústria que vende seus produtos diretamente ao consumidor final, sendo assim um estabelecimento industrial e comercial, portanto esse deve se a primeira característica a ser levada em conta na hora de se escolher a localização da empresa. Os consumidores de alimentos congelados estão concentrados nos bairros de classe média e classe média alta de grande densidade populacional. O empreendedor deve dar preferência a áreas residenciais ou mesmo áreas próximas a escritórios, pois, geralmente, o consumidor adquire estes produtos "a caminho" de sua casa.

ESTRUTURA
A estrutura básica deve contar com uma área destinada para a cozinha, onde será feito o preparo dos alimentos, e também uma área destinada ao congelamento destes.

EQUIPAMENTOS
As posições e distribuição das máquinas e equipamentos, balcões de atendimento, depósitos, entre outros é importante para a integração das atividades de prestação de serviços a serem executadas e atingir satisfatoriamente a produção desejada, para tanto você deverá considerar tanto o layout interno ( ambiente, decoração, facilidade de movimentação, luminosidade, entre outros) como o externo ( vitrinas, fachada, letreiros, entradas e saídas, estacionamento, entre outros) da sua empresa.
Existem no mercado atualmente vários tipos de equipamentos que são utilizados para o congelamento, sendo que estes irão variar de acordo com o método de congelamento a ser adotado, podendo ser estes os equipamentos:
- Equipamentos de congelamento a base de Nitrogênio (tem um alto custo);
- Equipamentos de congelamento a base de Criogênio (mais acessíveis);
- Freezer's (são mais baratos e os mais utilizados);
- Utensílios de cozinha, etc..

INVESTIMENTO
O investimento inicial para a montagem de uma empresa de alimentos congelados varia de acordo com o equipamento usado na técnica de congelamento, variando entre R$ 60 mil e R$ 150 mil. Os utensílios básicos para começar o negócio são dois freezeres (usando um para o congelamento e o outro para a estocagem), exaustor, forno e fogão industriais.

MÃO-DE-OBRA
No início das atividades pode-se optar por trabalhar somente com o auxílio de uma boa cozinheira que garanta a qualidade dos pratos comercializados. O empreendedor se encarregaria da parte administrativa, das compras e vendas. Posteriormente, com o crescimento do negócio, o quadro deverá ser aumentado com motorista, vendedores, auxiliares de cozinha, etc..
Todas as pessoas que trabalham na sua empresa devem ter algumas características para saber atender bem, tais como a habilidade em ouvir e atender os clientes, naturalidade na orientação dos clientes, boa vontade, persistência e paciência, saber negociar, equilíbrio emocional, identificar as necessidades dos clientes, iniciativa, agilidade e presteza no atendimento, identificar o perfil do usuário. Essas características podem ser adquiridas através de treinamentos o que deve ocorrer periodicamente entre seus funcionários, cursos tipo: "Gestão de Pessoas", Praticando Qualidade, Cativando o Cliente com um Atendimento de Qualidade, Oratório - A Arte de falar em Público, entre outros.

CLIENTES
Os principais clientes desse tipo de produto são as mulheres que trabalham fora, e que não têm empregadas domésticas, os homens que moram sozinhos e que preferem comer em casa e pessoas interessadas em uma alimentação balanceada por conta de dietas.

DIVULGAÇÃO
O ditado popular diz que a propaganda é a alma do negócio, devemos nos preocupar em comunicar sobre nossos serviços tanto com os clientes externos quanto com os internos que no caso são seus próprios funcionários.
Você precisa atingir os consumidores e garantir as vendas, para isso deverá planejar o seu marketing, obtendo uma noção realista dos custos de seus serviços, adaptando e otimizando os recursos para melhor posicionar os seus serviços, motivando os consumidores e estruturando sua comercialização de modo a atingir seu mercado-alvo com sucesso. O marketing deve ser contínuo e sistemático.
Num plano de marketing é importante o conhecimento de elementos como preço, produto (serviço), ponto (localização) e promoção. Avaliar os desejos e necessidades de seus clientes ou usuários em relação a funções, finanças, facilidade, feeling e futuro.

FORNECEDORES
Os fornecedores desse tipo de empreendimento são os mercados municipais, sacolões e feiras livres, atacadistas, fornecedores de embalagens e grandes supermercados. Para identificar os potenciais fornecedores de equipamentos e alimentos, pode-se e deve-se recorrer a catálogos telefônicos, anuários estatísticos e outras publicações especializadas, servindo de fonte para o empreendedor conhecer o que existe no mercado e escolher de quem comprar. A qualidade dos produtos oferecidos pelos fornecedores deve ser rigorosamente controlada, a fim de se evitar problemas com os clientes.

MATÉRIA-PRIMA
Geralmente, os empresário não se preocupam em conhecer a origem das matérias-primas, o que pode resultar em problemas futuros. Inocentes condimentos, como a pimenta-preta, costumam estar altamente contaminados porque, na maioria das vezes, são produzidos em regiões subdesenvolvidas e desidratados em terreiros por onde passam animais. Alguns fornecedores esterilizam os condimentos com radiação ou óxido de etileno, que matam os microrganismos, mas esses não são a maioria. Um controle de qualidade sofisticado em cima dos fornecedores de matérias-primas também pode evitar dissabores. Exemplo disso é que o empreendedor pode e deve exigir dos fornecedores de carnes, peixes e aves registros na vigilância sanitária e que garantam a procedência dos produtos.

FORMAS DE CONGELAMENTO:
- A Base de Nitrogênio. Da aos congelados a aparência mais próxima possível do natural, porém, apresenta um alto custo devido a sua tecnologia ser sofisticada.
- A Base de Criogênicos. Consiste no congelamento em temperaturas bem baixas.
- Freezers. Mantêm a temperatura estável para não congelar o produto.

A TECNOLOGIA PARA O CONGELAMENTO
Controlada a origem da matéria-prima e a manipulação dos alimentos, o passo seguinte é pensar na tecnologia para o congelamento dos pratos, ou seja, qual a forma de congelamento que será utilizada. Segundo especialistas, a melhor tecnologia é a do choque térmico, que consiste basicamente numa queda de temperatura dos 80ºC - oitenta graus positivos - (a temperatura do prato pronto, saindo do fogão ou forno), para os -12ºC (doze graus negativos) , sendo que este procedimento, deve ter uma duração máxima de 3 Horas.
Isso evita não só o desenvolvimento de microrganismos, como também a formação de cristais de gelo, que podem alterar a textura e o sabor dos alimentos.

DIVERSIFICANDO OS PRODUTOS
Atualmente, a diversificação dos produtos oferecidos cobrem os mais variados gostos e necessidades. O consumidor pode encontrar congelados com pratos de cozinhas de todas as origens, de chineses a indianos, de japoneses a alemães e os tradicionais portugueses, italianos e franceses. Outra variedade no cardápio, são para pessoas que estão sob recomendações médicas para emagrecer, reduzir o sal, controlar o colesterol, e que necessitam de alimentos dietéticos, ou de baixas calorias. Mesmo as crianças, já começam a ter sua comida congelada com cardápio específico, e este é um bom filão a ser explorado.

AUTOMAÇÃO
Uma tendência cada vez mais presente nas empresas que buscam o sucesso. Podendo ser capaz de melhorar os serviços aos clientes, reduzir filas, agilizar a emissão de notas fiscais, entre outros. Caixas eletrônicas isoladas ou integradas, preenchimento de cheques automáticos, impressoras de notas fiscais nos caixas, terminais de informações ao cliente, entre outros.

COMEÇANDO
Uma vez colocado em funcionamento o novo negócio, estabelece-se um novo desafio: a sua gestão competitiva, capaz de oferecer ao mercado os melhores produtos e serviços e assegurar o melhor retorno do capital empregado. Gerenciar o negócio significa colocar à prova o talento, o conhecimento e a experiência do empreendedor, dentro do mais elevado grau de profissionalismo.
Administrar é o processo de planejamento, organização, liderança e controle do trabalho de todos que fazem parte direta ou indiretamente da empresa e o uso de todos os recursos organizacionais para que se atinjam os objetivos estabelecidos. Tais informações e formações podem ser adquiridas através de treinamentos, cursos e palestras tipo: Administração Básica para Pequenas Empresas, Técnicas para Negociações, Lucratividade - Crescer - Sobreviver ou Morrer, Análise e Planejamento Financeiro, Controles Financeiros, Desenvolvimento Das habilidades Gerenciais, Gestão de pessoas, entre outros.

LEMBRETES IMPORTANTES
Numa economia que tende à estabilização, saber definir o preço certo dos serviços oferecidos é uma das decisões mais importantes na sua futura empresa. O desejo do consumidor e a expectativa de ganho do proprietário - O consumidor sempre deseja pagar menos e ter mercadorias de qualidade, enquanto o sonho do empresário é obter o melhor retorno, com o menor risco. Essas informações podem ser adquiridas através de cursos tipo - "Formação de preços".
Alguns fatores que devem ser levados em consideração por parte do empreendedor:
- A qualidade dos pratos prontos congelados depende diretamente da qualidade da matéria-prima e da manipulação dos alimentos em condições que não permitam o desenvolvimento de microrganismos nocivos à saúde humana;
- Manusear o mínimo possível os alimentos (carnes , massas, verduras, etc.) e manter o ambiente de processamento refrigerado ou pelo menos a matéria-prima em temperatura baixa são cuidados que garantem baixo nível de contaminação aos alimentos prontos;
- Para quem está começando o negócio, não deve dispensar a orientação de um nutricionista, saber cozinhar, conhecer técnicas de congelamento além de realizar uma pesquisa de mercado, para dimensionar o público-alvo e definir seu perfil;
- Para conquistar o mercado, a empresa deve oferecer produtos com qualidade e preços competitivos, aliados, porém, a um bom sistema de vendas, controle financeiro, de estoques e divulgação;
- É importante que o proprietário ou a pessoa encarregada de vendas, instrua o cliente quanto ao modo correto de descongelamento dos pratos, já que quando o descongelamento é feito de modo errado, prejudica a qualidade dos alimentos, dando, a impressão de que os produtos não eram de qualidade.