ESTÚDIO FOTOGRÁFICO

 
 

Apresentação

Existem várias opções para montar um estúdio fotográfico, e elas dependem do tipo de fotografia que se pretende executar: desde as mais simples fotos de identificação e portrait, até produtos específicos para publicidade, de maior porte.

O Fotógrafo

Transformar uma idéia em imagem fotográfica requer não só sofisticado conhecimento técnico, mas também talento, cultura, sensibilidade, constante atualização profissional, além de eficiência administrativa para desenvolver e organizar o seu trabalho. Para desempenhar suas funções, além de todas as características pessoais, o fotógrafo, normalmente, precisa dispor de uma estrutura complexa, que envolve instalações, equipamentos e pessoal especializado.

Opções

Uma opção pode ser o uso de cabine para fotografia de identificação, exclusiva para documentos e lembranças, registrando até meio-corpo da pessoa fotografada. Esse tipo de cabine já vem com iluminação de flashes calibrada e embutida, pronta para uso. As medidas da cabine de fabricação nacional são de 80 cm de largura e 2,5 m de comprimento, e o seu preço varia em torno de R$1.000,00. Outra opção pode ser a montagem de um estúdio pequeno e simples, ocupando um espaço mínimo de 2,5 m de largura por 4 m de comprimento, que permite fotografias de corpo inteiro. Para isso, é preciso ter dois flashes compactos de 160W/Seg. reais (guia número 40, ISO 100).

Equipamentos específicos

No caso de pretender fazer qualquer tipo de fotografia, tanto de pessoas como de produtos, o espaço mínimo necessário é de 4 m x 6 m, com altura de 2,80 m. Basta adquirir três flashes de 400W/Seg. reais (guia número 80, ISO 100) ou um gerador de 1.200W/Seg. reais (guia número 134, ISO 100) com três ou quatro tochas. A câmara fotográfica mais utilizada em estúdio é para formato 120. Porém, é possível substituí-la por uma 135, dependendo do tipo de fotografia. Na montagem de um estúdio, as áreas estabelecidas serão: área de foto, fundo infinito, laboratório, cozinha, oficina, contra-regra e área administrativa, precisará, também, dispor de acessórios como sombrinhas, soft, tripés, girafa, refletor, etc.

Área física

O espaço do estúdio depende das possibilidades financeira do empreendedor. Quanto maior a área, melhor para facilitar o trabalho do fotógrafo. No entanto, é preciso considerar as despesas de manutenção do negócio. Para iniciar o negócio, uma área em torno de 40m2 é considerada satisfatória.

Investimento

O valor investido em equipamentos (02 máquinas 35 mm, 01 máquina de médio formato, 02 flashes de reportagem, 02 flashes compactos, tripés, objetivas, fundo infinito) e instalações (Computador, fax, telefone celular, estúdio de 40 m²) gira em torno de R$ 17 mil. Importante: este valor é estimado apenas para montagem de um estúdio.

Mercado

A gama de serviços diferentes que o futuro empreendedor poderá encontrar pela frente, dentro da área de fotografia, é imensa. Pode ser um simples ponto de coleta de filmes, um laboratório convencional, uma empresa de fotografia técnica ou de produção de "books" fotográficos. Qualquer que seja a escolha, sensibilidade, criatividade e profundos conhecimentos de fotografia são itens indispensáveis.

Localização

Independente do tipo de serviço, o importante é observar alguns pré-requisitos para que o negócio tenha chances de ser bem-sucedido. Na escolha do ponto, o ideal é dar preferência a ruas movimentadas, com facilidade de estacionamento e próximas a escolas e outros estabelecimentos comerciais. Saber se o mercado local já não está saturado também é básico.

Protocolo de entregas de fotografias

As atividades burocráticas nem sempre são agradáveis, porém, em determinados casos elas são necessárias e muito eficazes. Enviar um trabalho (fotos) à Agência/Cliente merece um pouco mais de atenção. As fotos são bens de propriedade do fotógrafo, que estão sendo passadas a outras mãos e exigem um documento que comprove a entrega e a recepção. A experiência de ter uma foto perdida ou danificada, sem que alguém seja responsabilizado por isso, pode ser evitada se forem gastos cinco minutos na elaboração de um protocolo.

Estúdio acoplado a loja de produtos fotográficos
Ao optar por um "minilab" (pequeno ponto comercial que efetua revelação e cópias em uma hora) ou por uma loja com laboratório convencional, o ideal é dividir o espaço em duas áreas: laboratório e atendimento. Na loja, são fundamentais as estantes e um balcão, que servirá para separar a área de circulação dos clientes da área de estocagem das mercadorias.

No laboratório convencional serão necessários um ampliador, um processador de filmes e bacias para produtos fotográficos. Já no caso do "minilab", os equipamentos não custam menos de R$ 60 mil. A revelação de fotografias é a atividade mais lucrativa de uma loja de produtos fotográficos. Se o empreendedor não quiser investir em equipamentos próprios de revelação e ampliação, precisa contar com um laboratório de confiança, que garanta qualidade e prazos dos serviços. O dono não precisa ser fotógrafo, mas deve ter noções sobre qualidade e tipos de filmes e máquinas para poder aconselhar os clientes, especialmente, porque o bom atendimento ao público é um dos fatores fundamentais de sucesso nesse ramo. Além de vender filmes e máquinas, pode-se aumentar a variedade de produtos, oferecendo fitas cassete e de vídeo, disquetes, etc.

Pré-requisitos

- Conhecimento do ramo,
- Atendimento personalizado,
- Cumprimento dos prazos de entrega,
- Qualidade dos serviços,
- Instalação do negócio em grande densidade populacional.

Legislação

Os passos para registro de uma empresa prestadora de serviços

Veja também

Os riscos da informalidade
Qualidades do Empresário de Sucesso

Plano de Negócio

Sugerimos sua participação no Negócio Certo Sebrae

O Negócio Certo é um programa de Auto-Atendimento oferecido pelo SEBRAE gratuitamente, por meio digital ou material impresso, especialmente destinado as pessoas que buscam orientações práticas sobre planejamento, abertura e gestão de novos negócios.

Além da internet o Programa Negócio Certo Sebrae, disponibilizará as informações em:

- estações de auto-atendimento nos Pontos de Atendimento ao Cliente do Sebrae em Santa Catarina;
- em CD Rom,
- em material impresso que podem ser solicitados através do 0800-6430401