SPA URBANO

 
 

Apresentação

Beleza e relaxamento a poucos metros de casa ou do trabalho. É nesse filão que spas urbanos e clínicas de bem estar conquistam cada vez mais pessoas adaptas aos tratamentos estéticos, mas que não podem tirar uma semana para relaxar em locais mais afastados.

É possível montar um spa urbano em salas comerciais, casas ou em parcerias com hotéis. Eles podem ofereçer serviços iguais aos centros de beleza distantes das cidades grandes. O retorno do investimento leva, em média, dois anos. O chamariz atual desses centros é oferecer o "day spa" ou o "half day spa", onde o cliente passa o dia, ou parte dele, fazendo tratamentos de beleza e relaxamento.

Há um ano e meio oferecendo serviços de relaxamento no Jardim Botânico, o Centro de Saúde e Beleza (Cesabe) já tem uma clientela fiel de classe média alta. Combinando tratamentos estéticos e esotéricos como terapia das pedras, drenagem com pedras quentes, talassoterapia, terapia do vinho, banho energético, runas e numerologia rúnica Rosani Venâncio, uma das sócias, diz que conseguiu recuperar o investimento inicial em nove meses.

Instalado em uma casa com 96 metros quadrados, o Cesabe tem cinco salas de atendimento e consegue atender 50 clientes por dia. Os tratamentos variam de R$17 a R$ 100. "É um trabalho bem remunerado e com pouco custo, mas é preciso investir sempre em novos produtos e tratamentos. Não utilizo nenhum equipamento. Os tratamentos são feitos com as mãos dos profissionais de terapia corporal", afirma Rosani.

Pessoal

É possível contratar prestadores de serviço. A clínica tem apenas três funcionários. Terapeutas e médicos especialistas em homeopatia e nutrição são contratados como prestadores de serviço. "Todas as clínicas trabalham assim. O profissional fica com 60% do valor do serviço", explica Rosani.

Apesar da abundância de profissionais no mercado, é difícil encontrar mão-de-obra na área, revela Rosani. "Para ser terapeuta corporal é preciso gostar de trabalhar com gente, é preciso ter amor. Ele pode saber a técnica, mas se não tiver amor, energia, não será um bom profissional."

Cuidando do corpo e mente de pessoas que precisam emagrecer, o Instituto Corpo e Mente tem uma equipe com nutricionista, personal trainer, acumputurista, terapeuta em shiatsu. Gladys D"Acri, sócia da clínica e psicóloga, atende um público de classe média e espera ter um retorno do investimento em dois anos de funcionamento.

Clientes

Trabalhamos com pessoas que não têm tempo de viajar para ficar em um spa fora da cidade. A partir de uma entrevista com a equipe, montamos um programa de emagrecimento para pessoas que precisam perder peso para fazer a cirurgia de redução, quem sofre de depressão, estresse ou baixa auto-estima diz Gladys.

Veterana no ramo da beleza e estética, Lígia Azevedo também abriu seu spa urbano. Em um hotel no Recreio, Lígia oferece tratamento de relaxamento e emagrecimento. "No Rio, não há baixa estação como em Búzios, onde tenho meu outro spa. Além disso, facilita para o cliente, já que 80% são daqui. Os turistas também preferem ficar na cidade."

Clínicas e spas urbanos também fazem sucesso em São Paulo. O spa urbano Kan Tui, especializado em "day spa", recebe de profissionais liberais a executivos. "São pessoas com uma rotina conturbada, que procuram locais de fácil acesso, onde possam relaxar", afirma o proprietário Marcos Motta, que gastou R$ 120 mil para montar o empreendimento e espera ter o retorno em quatro anos.

Propaganda

Na avaliação do consultor Haroldo Caser, do Sebrae/RJ, spas urbanos devem investir em propaganda e promoções para atrair clientes. Mas a melhor publicidade é o boca-a-boca dos clientes satisfeitos.

Nesse tipo de negócio, é primordial montar uma clientela fiel, que divulgue o spa. O faturamento vai depender da freqüência de uma boa quantidade de pessoas avalia, alertando para a adequação entre localização e público-alvo. "Uma pesquisa de mercado, feita antes de montar o negócio, mostra como o spa urbano seria recebido pelo público que circula pela área."

Investimento inicial

-Depende do tamanho do empreendimento e dos serviços oferecidos, o investimento inicial pode ficar em torno de R$ 50.000,00, não sendo aconselhado um investimento demasiado econômico.

Exige ainda:
-Área: de 90 a 200 metros quadrados
-Número de funcionários: de 4 a 5
-Tempo de retorno do investimento: 2 ou mais anos

Risco: médio, segundo Haroldo Caser, consultor do Sebrae/RJ, pois é preciso tempo para montar uma clientela fiel.

Legislação

Os passos para registro de uma empresa prestadora de serviços

Veja também

Os riscos da informalidade
Qualidades do Empresário de Sucesso
Pequenos negócios impulsionam expansão de spas urbanos
SPAs investem em públicos específicos
Crescem os SPAs Urbanos

Plano de Negócio

Sugerimos sua participação no Negócio Certo Sebrae

O Negócio Certo é um programa de Auto-Atendimento oferecido pelo SEBRAE gratuitamente, por meio digital ou material impresso, especialmente destinado as pessoas que buscam orientações práticas sobre planejamento, abertura e gestão de novos negócios.

Além da internet o Programa Negócio Certo Sebrae, disponibilizará as informações em:

- estações de auto-atendimento nos Pontos de Atendimento ao Cliente do Sebrae em Santa Catarina;
- em CD Rom,
- em material impresso que podem ser solicitados através do 0800-6430401