LOJA DE ACESSÓRIOS PARA AUTOMÓVEIS

 
 

1. Ficha Técnica da Atividade
Ramo de atividade: Comércio varejista
Tipo de Negócio: Comercio a varejo de peças e acessórios para veículos automotores.
Produtos Ofertados: Peças em geral, acessórios, componentes para veículos etc.

2. Apresentação
Grande parte da população brasileira valoriza seu automóvel, dedicando especial atenção na sua manutenção e melhoria. Essa característica se bem trabalhada, valoriza o desenvolvimento de lojas de acessórios para automóveis.

3. Mercado
A frota de automóveis no mercado brasileiro vem crescendo significativamente em função da facilidade de aquisição dos veículos chamados "populares".
Consequentemente a demanda por acessórios e peças tende a acompanhar esse crescimento.

4. Localização
A localização e a dimensão do estabelecimento devem proporcionar conforto e facilidade de acesso para o cliente. Uma loja de autopeças pode também oferecer consertos elétricos e instalação de acessórios. É interessante um imóvel amplo, com boa ventilação, de fácil acesso e com estacionamento.

5. Estrutura
A estrutura básica de uma loja de acessórios para automóveis, poderá ser divida em:
- Balcão de atendimento;
- Prateleiras;
- Escritório;
- Depósito;
- Sanitários.

6. Equipamentos
Os equipamentos básicos são:
- Mesas e cadeiras;
- arquivos, computadores, impressora, telefones, fax;

7. Investimento
Varia de acordo com a estrutura do empreendimento.

8. Pessoal
A mão-de-obra, é variável conforme o porte do empreendimento. Necessariamente deverá contar com um funcionário que conheça bem as mercadorias comercializadas para ficar no atendimento e um auxiliar administrativo.

Todas as pessoas que trabalham na sua empresa devem ter algumas características para saber atender bem. É por essas características e alguns atributos - como a habilidade em ouvir e atender os clientes, boa vontade, persistência e paciência, naturalidade na orientação dos clientes, poder de negociação, equilíbrio emocional, capacidade de identificar as necessidades e o perfil dos clientes, iniciativa, agilidade e presteza no atendimento - que você deve orientar-se ao recrutar e selecionar seus funcionários.
Essas características podem ser reforçadas e aprimoradas através de treinamentos.

9. Público Alvo
Os consumidores de uma loja de acessórios para automóveis pertencem as diversas classes sociais e serão caracterizados conforme a localização da loja. Muitas vezes, as oficinas mecânicas também são clientes potenciais.

Sem dúvida alguma a diferenciação é conseguida através da qualidade e variedade dos produtos comercializados e do atendimento aos clientes.

10. Legislação

PASSOS PARA A ABERTURA DE SUA EMPRESA
O primeiro passo para abrir sua empresa, é a definição da forma jurídica da mesma. Segundo a legislação comercial do país, existem três formas jurídicas, todas passíveis de enquadramento como microempresa: empresário, sociedade simples e sociedade empresária.

Considera-se Empresário quem exerce profissionalmente atividade econômica como pessoa física, organizada para a produção ou a circulação de bens ou de serviços e que tem a responsabilidade ilimitada sobre os compromissos assumidos pela empresa.

A Sociedade Simples é formada por uma ou mais pessoas que exercem profissão intelectual (gênero), de natureza científica, literária ou artística (espécies), mesmo se contar com auxiliares ou colaboradores, salvo se o exercício da profissão constituir elemento da empresa.

A Sociedade Empresária pressupõe a comunhão de esforços de duas ou mais pessoas. Visam lucro, mediante o exercício de atividade comercial e/ou industrial, ou seja, desenvolvem atividade econômica organizada para a produção ou circulação de bens ou de serviços que constituem elemento da empresa

Quando se está criando uma sociedade, é necessário elaborar o Contrato Social, no qual ficam estabelecidos as condições de criação, funcionamento e liquidação da sociedade.
Para registrar sua empresa, sendo uma atividade comercial, o(a) Senhor(a) deve dirigir-se à Junta Comercial, para efetuar a inscrição comercial; à Receita Federal para a inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas; à Previdência Social, para cadastrar-se e recolher mensalmente uma contribuição, que deverá ser utilizada pelos funcionários quando assim for permitido; à Secretaria da Fazenda, para a inscrição estadual, necessária para o recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias.

Antes de efetuar o registro, verifique a possibilidade de enquadrá-la como micro ou pequena empresa, cujos critérios são definidos por lei federal, estadual e municipal. O que determina o porte de uma empresa é o seu faturamento anual. Caso ela se enquadre, você desfrutará de uma série de incentivos, facilidades e simplificações legais e tributárias. Não esqueça que esta classificação não é automática, você deverá efetuar o pedido de enquadramento no órgão de registro para poder gozar de tais benefícios. A solicitação se dá no momento do registro da empresa em documentos próprios da receita federal e receita estadual.

Verifique também a possibilidade de enquadramento na Lei do Simples (Sistema Integrado de Pagamento de Impostos e Contribuições das ME e EPP), que engloba em um único documento de arrecadação diversos tributos e contribuições (segue anexo roteiro - Simples Federal).

Uma vez registrada sua empresa, o(a) Senhor(a) deve dirigir-se à Prefeitura Municipal de seu município e requerer o Alvará de Localização e Funcionamento. Porém, para evitar problemas futuros, verifique junto à Prefeitura, antes de Registrar sua empresa, se a exploração de tal negócio é autorizada para o local escolhido.





11. Bibliografia
LOJAS de autopeças. São Paulo: SEBRAE/SP,1997. 37p. ( Guia prático como montar )