MOSAICO DE CERÂMICA

 
 

Apresentação

É possível criar diferentes artigos em mosaico e cerâmica

A arte de combinar pequenos cacos de cerâmica coloridos em forma de mosaico é antiga. No início era usada para decorar igrejas e pisos de espaços nobres. Com o passar do tempo os mosaicos foram ganhando destaque em várias áreas da decoração. Hoje em dia fazem sucesso nos mais diversos ambientes, dão vida a tampos de mesa, pisos, pequenos móveis e até a borda de piscinas. Com criatividade, o artesão pode incrementar o trabalho com pastilhas de vidro e cacos de louça e enfeitar balões de cozinha americana, pilares e degraus. Na maioria das vezes, os desenhos são desenvolvidos por artesãos, que combinam pastilhas de cores vivas, colocando-as uma a uma manualmente. Apesar de o resultado encher os olhos, a técnica é simples e fácil de aprender. Revela-se, portanto, uma boa opção para aumentar a renda de quem gosta de arte e pretende iniciar um negócio sem grandes dores de cabeça. Para transformar a atividade em negócio não é necessário muito espaço ou grandes investimentos em ferramentas, segundo a artesã Nalda Perrotta, de São Paulo, que trabalha com mosaicos há nove anos. "A única exigência é que a pessoa seja paciente e caprichosa, a fim de que o resultado final da composição das pequenas pedras atinja as expectativas do cliente", afirma. Hoje além de produzir uma completa linha de objetos, a artesã também dá aulas para quem quer começar no ramo.

De acordo com Nalda, ter bom gosto para combinar as cores e ser criativo para compor os desenhos também ajuda a diferenciar o trabalho frente à concorrência. A artesã conta que aprendeu a fazer mosaicos sozinha, depois de passar horas e horas montando verdadeiros quebra-cabeças com as pastilhas coloridas. "Se tivesse feito um curso, que na época não existia, teria dominado a técnica mais rápido". Atualmente, é possível conhecer todos os macetes desse tipo de trabalho em apenas quatro aulas, com duas horas de duração cada uma. A partir daí, dedicação é a palavra-chave para quem quer ter sucesso no ramo.

Para divulgar o negócio, vale lançar mão de vários canais, desde a propaganda de boca-a-boca até a exposição das peças em feiras e anúncios em revistas de decoração. No começo de suas atividades, Nalda presenteava os amigos com suas criações, o que ajudou a trazer alguns clientes. Depois, começou a percorrer lojas de presente do bairro onde está instalada, deixou peças em consignação em bares e, assim, foi formando sua clientela. Mas foi a participação em feiras de artesanato em praças e shopping centers que contribuiu realmente para aumentar o seu faturamento. Hoje, Nalda mantém no ar o site www.portaldomosaico.com.br , por meio do qual divulga seus trabalhos. Para driblar a concorrência, que é grande, a empreendedora recomenda aos interessados em entrar no ramo que pesquisem novos tipos de desenhos e uso das peças, a fim de oferecer ao mercado algo diferente da maioria. Nalda, por exemplo, foi uma das pioneiras em criação do relógio de parede e de bijuterias com mosaico, que fizeram bastante sucesso em meados dos anos 90. "Quanto mais original o seu produto, maiores serão as suas chances de não ser apenas mais um no mercado", diz a artesã.

A especialização é um bom caminho para o empreendedor. O artesão Edemilson Ribeiro da Silva, de São Paulo, optou pelos tampos de mesas decorados com desenhos diversos. Ele afirma que começou a fazer peças em mosaico em 1994, no ateliê de um amigo. Suas criações conquistaram um número crescente de clientes, entre os quais estavam decoradores e lojistas, e o negócio prosperou. Silva decidiu, então, abrir seu próprio ateliê. "Aprendi que preciso me programar para o fim do ano, quando as vendas crescem."

Investimento Inicial

Conforme a estrutura do empreendimento, o valor estimado, para o empreendedor iniciar esse tipo de negócio, pode ficar em torno: R$ 300,00.
- Faturamento médio mensal: R$ 1.000
- Média mensal de vendas: 1 a 20 peças
- Preço médio de venda: R$ 15 a R$ 300 por peça

Legislação

Os passos para registro de uma empresa industrial

Veja também

Os riscos da informalidade
Qualidades do Empresário de Sucesso

Plano de Negócio

Sugerimos sua participação no Negócio Certo Sebrae

O Negócio Certo é um programa de Auto-Atendimento oferecido pelo SEBRAE gratuitamente, por meio digital ou material impresso, especialmente destinado as pessoas que buscam orientações práticas sobre planejamento, abertura e gestão de novos negócios.

Além da internet o Programa Negócio Certo Sebrae, disponibilizará as informações em:

- estações de auto-atendimento nos Pontos de Atendimento ao Cliente do Sebrae em Santa Catarina;
- em CD Rom,
- em material impresso que podem ser solicitados através do 0800-6430401