HORTA ORGÂNICA EM ESTUFA

 
 

Apresentação

O negócio de hortaliças produzidas em estufas requer conhecimento técnico de produção, que pode ser de pequeno ou médio porte, a depender dos nichos de mercados e canais de comercialização, que deverá estar localizado próximo dos centros consumidores, para garantir redução dos custos de distribuição e ainda ofertar produtos frescos.

Mercado

O negócio de produção e comercialização de de produtos orgânicos vem crescendo substancialmente em todo o mundo, inclusive em cidades de médio porte. Visto o paradigma das pessoas pela busca de alimentos saudáveis.
Os clientes de produtos orgânicos podem ser divididos em 2 grupos: O consumidos usuário final e os clientes intermediários. Os clientes intermediários podem ser divididos em dois segmentos:
-Os supermercados, centrais estaduais de abastecimento, mercados municipais e sacolões que compram no atacado e estabelecimentos de varejo em geral e restaurantes, hotéis, hospitais, feiras livres, etc.
O consumidor (68%) está disposto a pagar mais caro por produtos que não poluem o meio ambiente;
-A aparência, sabor e frescor dos produtos orgânicos são aspectos mais importantes, além do valor biológico.

Localização

É recomendável que o produtor procure estabelecer-se próximos aos grandes centros urbanos, onde, há mais consumo. Desta forma, as hortaliças orgânicas se disseminariam em maior número de pontos de venda.

Produção

A produção orgânica protegida exige mais cuidados do que a de campo aberto. Em ambiente protegido (estufa) as condições naturais de luz, temperatura, umidade do ar, ventilação, umidade e fertilidade do solo são bastante alteradas. Esta alteração é proposital e gerenciada pelo agricultor, que deve dominar e controlar todos esses fatores para atingir seu objetivo de produzir fora de época. Tal domínio será fruto de instrução de como medir e monitorar estes fatores. O conhecimento de cultivo a campo aberto torna-se apenas requisito básico para que o horticultor aprende a produzir em estufa. Enfrentar o desafio como deve ser enfrentado para ser recompensado, por exemplo, colhendo produtos orgânicos de setembro a fevereiro, sem falhar uma semana. O cultivo protegido presta-se como excelente ferramenta para a produção, permite garantir uma colheita prologada de itens escassos.

Investimento

Conforme a estrutura do empreendimento, o valor estimado, para o empreendedor iniciar esse tipo de negócio, pode ficar em torno de: R$ 43 mil.
*Não esqueça do Plano de Negócios.

Produtos

É vantajoso dominar o conhecimento sobre as técnicas de cultivo de produtos orgânicos e as vantagens que estes produtos possuem em relação aos tradicionais, para poder repassar aos clientes. Esse domínio tornará os horticultores mais eficientes na produção, produzindo mais e com melhor qualidade, baseados num planejamento de produção ao longo do ano, e na comercilização destas hortaliças.

As características de qualidade das hortaliças orgânicas são: Aparência; higiene; sabor; embalagem; preço e informações sobre o produto.
Relação dos produtos: Couve-flor; repolho; couve; cebolinha; espinafre; alface e salsa.

Legislação

Os passos para registro de uma empresa agroindustrial


Veja também

Os riscos da informalidade
Qualidades do Empresário de Sucesso

Plano de Negócio

Sugerimos sua participação no Negócio Certo Sebrae

O Negócio Certo é um programa de Auto-Atendimento oferecido pelo SEBRAE gratuitamente, por meio digital ou material impresso, especialmente destinado as pessoas que buscam orientações práticas sobre planejamento, abertura e gestão de novos negócios.

Além da internet o Programa Negócio Certo Sebrae, disponibilizará as informações em:

- estações de auto-atendimento nos Pontos de Atendimento ao Cliente do Sebrae em Santa Catarina;
- em CD Rom,
- em material impresso que podem ser solicitados através do 0800-6430401