CAFÉ EXPRESSO

 
 

Apresentação

Os cafés se tornaram populares no começo do século 20 em Viena, Paris e Berlim. Eles eram (e ainda o são) lugares projetados para as pessoas encontrarem seus amigos, lerem jornais, discutirem os eventos importantes do dia e colocarem sua correspondência em dia. Essa cultura européia de Cafés se difundiu para o Reino Unido, Estados Unidos, Canadá e Austrália. Hoje em dia este tipo de negócio também já se instalou no Brasil, principalmente nas grandes cidades.

A primeira máquina de café expresso foi inventada em meados do século XIX na França e foi exibida na exposição de Paris em 1855. Esse equipamento foi adaptado pelos italianos, que o aprimorou. Após a Segunda Guerra, Giovanni Gaggia inventou o modelo em que a água passa pelo café com pressão obtida através de uma bomba de pistão acionado pela força das mãos. Posteriormente foram introduzidas as bombas hidráulicas.

Atualmente o processo pode ser totalmente automatizado e inclui haste para aquecimento de leite a vapor e saída para água quente, além de uma série de cafeteiras expressas de uso doméstico. Em todas elas o efeito é o mesmo: água quente é forçada a passar rapidamente sob pressão pelo café moído e diretamente para a xícara, havendo a máxima extração de sabor e aroma com maior concentração da bebida, mas impedindo a extração de componentes indesejáveis.

O café expresso é resultante da combinação dos mais intensos aromas e sabores, na sua preparação utiliza-se grãos frescos, moídos adequadamente e comprimidos de forma correta onde a água passa sob pressão.

O segredo do sucesso de um empreendimento desse tipo está em juntar a tradição com a sua moderna versão: casas bem administradas, com bom atendimento, cardápio criativo e ambiente atraente e agradável.

Mercado

O mercado de café expresso já está consolidado. Há alguns anos era apenas um nicho a ser explorado. Hoje há inúmeras opções de boa qualidade, o que facilita o negócio. Atualmente existem cerca de mil cafeterias típicas, nos próximos anos, esse número deve triplicar. É preciso estar atento a áreas ainda pouco exploradas.

A expansão na preferência pelo preparo de café expresso é um fenômeno mundial.
Um dos desafios é a conquista do público jovem, um dos principais alvos deste tipo de negócio. É destacada a preocupação que se deve ter com o ambiente agradável para o convívio social.

Para reduzir os riscos e ter informações mais precisas sobre este segmento é aconselhável que se faça uma pesquisa quantitativa e qualitativa do mercado que se irá ingressar.

Localização

Um estabelecimento que comercialize cafés deve estar localizado em ruas com grande movimento de pedestres. Algumas sugestões de pontos são pequenas lojas ou quiosques em centros comerciais, galerias, centros de convenções, empresas, etc. Além disso, é bom lembrar que uma loja atraente sempre conta pontos.

A pesquisa de mercado será a melhor ferramenta para orientar o empreendedor sobre o melhor local para instalar o café expresso. Ela deverá estar próxima ou no caminho de seu público alvo. A boa localização também quer dizer facilidade de acesso, disponibilizar estacionamento e se localizar próximo a pontos de transporte público.

Estrutura

A estrutura básica deve contar uma área mínima de 23 m², onde serão acomodados todos os equipamentos. A loja de café expresso proporcionar um ambiente agradável, com boa ventilação e iluminação adequada e agradável. O conforto proporcionado aos clientes será um dos fatores de sua fidelização, pois quem não gosta de estar em um ambiente bem decorado, agradável e bem atendido?

Equipamentos

Os equipamentos básicos são:

- Moedor de café;
- Máquina de café expresso;
- Estufa fria e estufa quente;
- Balcão refrigerado, freezer e geladeira;
- Microondas, forno elétrico e fogão;
- Eletrodomésticos (liqüidificador, espremedor de fruta, etc.);
- Banquetas, mesas e cadeiras;
- Caixa registradora, microcomputador e impressora e calculadora;
- Utensílios (talheres, louças, toalhas de mesa etc.);
- entre outros materiais da dispensa, do atendimento e da cozinha.
Obs.: o iniciante pode alugar a máquina de café expresso em vez de comprá-la.

Investimento Inicial

Conforme a estrutura do empreendimento, o valor estimado, para o empreendedor iniciar esse tipo de negócio, pode ficar em torno de: R$ 20.500,00

-Capital de Giro: R$ 1.500,00
-Investimento em equipamentos e instalações: R$ 19.000,00
-Faturamento bruto mensal previsto: R$ 5.000,00

Obs.: Os valores apresentados são indicativos e servem de base para o empresário decidir se vale a pena ou não aprofundar a análise do investimento.

Legislação

Os passos para registro de uma empresa comercial

Veja também

Os riscos da informalidade
Qualidades do Empresário de Sucesso

Plano de Negócio

Sugerimos sua participação no Negócio Certo Sebrae

O Negócio Certo é um programa de Auto-Atendimento oferecido pelo SEBRAE gratuitamente, por meio digital ou material impresso, especialmente destinado as pessoas que buscam orientações práticas sobre planejamento, abertura e gestão de novos negócios.

Além da internet o Programa Negócio Certo Sebrae, disponibilizará as informações em:

- estações de auto-atendimento nos Pontos de Atendimento ao Cliente do Sebrae em Santa Catarina;
- em CD Rom,
- em material impresso que podem ser solicitados através do 0800-6430401

Pessoal

O número mínimo de pessoas trabalhando vai depender do tamanho do empreendimento e do numero de clientes atendidos. Podendo ser de no mínimo 4 pessoas: o dono (gerenciando) e 3 no operacional (1 cozinheiro e 2 atendentes).

Processos Produtivos

É imprescindível trabalhar com boas marcas de café e aprender o modo correto de prepará-lo, garantindo a qualidade do produto final. É fundamental ter higiene no preparo e no acondicionamento tanto do café como também das mercadorias.

Preparo do café expresso

As etapas de preparo são:

- Tirar o porta filtro do grupo (máquina);
- Colocar o pó de café até encher o porta filtro (existem 2 tamanhos de porta filtro um onde são colocadas 7 gramas de pó de café, e outro duplo onde são colocados 14 gramas, atualmente algumas máquinas chegam a ter filtro triplo);
- Compactar o pó (a compactação ideal deve ser reta, para que o fluxo da água passe por igual pelo pó de café);
- Limpar sempre a beirada do porta filtro antes de encaixá-lo para que não caia pó de café na xícara que vai ser servida;
- Colocar o porta filtro no grupo e acionar a máquina;
- Verificar se o café esta saindo no tempo certo (25 à 30 segundos) e se está cremoso;
- Depois de cada preparação deve-se desprezar o café já usado.

Dicas para um bom expresso

- Se passar vapor pelo café torrado e moído, não o utilize mais, pois perderá todo o aroma alterando o sabor da bebida e resultando num gosto de queimado;
- Não tente obter maior quantidade de xícaras por tamanho de filtro. Um bom café expresso deve ser servido em uma xícara de 50 ml;
- Avaliar sempre o estado da máquina e fazer manutenção correta e permanente.

Cuidados no preparo

Para se ter uma boa qualidade do produto final (café expresso), torna-se necessário alguns cuidados no seu preparo, principalmente com relação a água. São eles:

- Evitar o uso de água da torneira devido ao excesso de cloro, o cloro da água pode alterar o sabor da bebida;
- Usar preferencialmente água filtrada ou mineral;
- Utilizar filtro na saída da rede de água que vai para a máquina. Os melhores filtros de água são os que têm cerâmica, carvão ativado ou prata. Já que as impurezas da água ficam no interior da máquina (caldeira) ou na própria bebida, contaminando e alterando o sabor do café.

Clientes

O perfil dos freqüentadores de cafeteiras é bem definido: tem idade entre 25 e 60 anos e pertencem ao médio e alto nível sociocultural e econômico. Este tipo de negócio poderá desenvolver outros perfis de clientes, dependendo do público alvo que deseja atingir.

Divulgação

Para bens de consumo a divulgação é direcionada para o consumidor final, e tem por objetivo estimular o consumo e fixar a marca do produto, fidelizando o consumidor. Este é um setor da economia que faz maior e melhor o uso da propaganda, pois ela representa a principal força de comunicação e venda devido à diversificação dos produtos e a facilidade de substituição.

Portanto quanto maior o universo de público a ser atingido, através dos mais diversos meios de comunicação (TV, outdoor, rádio etc.) maior será o retorno do investimento em divulgação, motivando a reação imediata de consumo e o impulso de compra.

O Café Expresso poderá começar sua divulgação com as pessoas das redondezas, distribuindo panfletos de qualidade, fazendo promoções atrativas e merchandising em locais sugestivos tais como: escolas, faculdades, cursinhos, escritórios entre outros. Além de investir na qualidade do atendimento, na qual surgirá a propaganda boca a boca, uma das formas de divulgação mais eficazes, que traz maior retorno financeiro e que fideliza os clientes.

Diversificação

O aumento da concorrência obriga o empreendedor a oferecer também salgados, sucos, doces, sorvetes e até mesmo pratos rápidos e lanches na hora do almoço. Além de incrementar as opção da bebida:

- CAPUCCINO: é preparado com leite, chocolate em pó, canela e cobertura de chantilly;
- CAFÉ CURTO: é um café mais concentrado e com menor volume de água;
- CAFÉ CARIOCA: é o café expresso mais diluído em água e menos concentrado;
- EXPRESSO COM CREME DE CHANTILLY: é o café expresso com creme de leite gelado e aerado (incorporação de ar resultando numa consistência firme);
- EXPRESSO COM ESPUMA DE LEITE: é a adição do leite fervido no vapor de tal forma que proporcione espuma e em seguida adicionado ao café expresso;
- CAFÉ COM LEITE: é o café expresso curto com a adição do leite;
- CAFÉ CANELHINHA: é o café expresso polvilhado com canela para variar o sabor;
- CAFÉ MOKA: é o café expresso, chocolate em pó, leite e creme de chantilly.

Lembretes

É fundamental estar localizado em ruas com grande fluxo de pedestres, atender com rapidez e oferecer produtos de qualidade. Saber definir o preço certo dos seus produtos é uma das ferramentas mais importantes da sua empresa. Harmonizar o desejo do consumidor e a expectativa de ganho do proprietário é o grande desafio.

Enquanto o consumidor sempre deseja pagar menos e ter mercadorias de qualidade, o sonho do empresário é obter o melhor retorno, com o menor custo. Uma sugestão é buscar inspiração para essa "arte" em cursos que orientem o empreendedor a equacionar essa questão, como por exemplo, aqueles que ensinam a formação de preços.

Links Interessantes

- http://www.abic.com.br/
- http://www.abrasel.com.br
- http://www.sindbares.com.br