QUAL A DIFERENÇA ENTRE IDÉIA E OPORTUNIDADE?

 
 

Resposta:

Há uma grande diferença entre idéia e oportunidade, e isso é uma das grandes causas de insucesso. A confusão é muito comum entre os empreendedores iniciantes. Identificar e agarrar uma oportunidade é, por excelência, a grande virtude do empreendedor de sucesso. É necessário que o pré-empreendedor desenvolva essa capacidade, praticando sempre. Atrás de uma oportunidade sempre existe uma idéia, mas somente um estudo de viabilidade, que pode ser feito através do Plano de Negócios, indicará seu potencial de transformar-se em um bom negócio.

Algumas fontes de idéias:
- Negócios existentes: Pode haver excelentes oportunidades em negócios em falência. É lógico que os bons negócios são adquiridos por pessoas próximas (empregados, diretores, clientes, fornecedores).
- Franquias e Patentes.
- Licença de produtos: Uma fonte de boas idéias é assinar revistas da área. Corporações, universidades e institutos de pesquisa não-lucrativos podem ser fontes de idéias.
- Feiras e exposições
- Empregos anteriores: Grande número de negócios são iniciados por produtos ou serviços baseados em tecnologia e idéias desenvolvidas por empreendedores enquanto eram empregados de outros.
- Contatos profissionais: Advogados de patentes, contadores, bancos, associações de empreendedores.
- Consultoria: Dar consultoria pode ser uma fonte de idéias.
- Pesquisa universitária
- A observação do que se passa em volta, nas ruas.
- Idéias que deram certo em outros lugares.
- Experiência enquanto consumidores.
- Mudanças demográficas e sociais, mudanças nas circunstâncias de mercado.
- Caos econômico, crises, atrasos (quando há estabilidade, as oportunidades são mais raras).
- Uso das capacidades e habilidades pessoais.
- Imitação
- Dar vida à uma visão.
- Transformar um problema em oportunidade.

Sobre a oportunidade:
- Ela deve se ajustar ao empreendedor. Algo que é uma oportunidade para uma pessoa pode não ser para outra, por vários motivos (know-how, perfil individual, motivação, relações etc.)
- É um alvo móvel. Se alguém a vê, ainda há tempo de aproveitá-la.
- Um empreendedor habilidoso dá forma a uma oportunidade onde outros nada vêem, ou vêem muito cedo ou tarde.
- Idéias não são necessariamente oportunidades (embora no âmago de uma oportunidade exista uma idéia).
- A oportunidade é a fagulha que detona a explosão do empreendedorismo.
- Há idéias em maior quantidade do que boas oportunidades de negócios.
- Características da oportunidade: é atraente, durável, tem uma hora certa, ancora-se em um produto ou serviço que cria, ou adiciona valor para o seu comprador.
- Apresenta um desafio: reconhecer uma oportunidade enterrada em dados contraditórios, sinais, inconsistências, lacunas de informação e outros vácuos, atrasos e avanços, barulho e caos do mercado (quanto mais imperfeito o mercado, mais abundantes são as oportunidades).
- Reconhecer e agarrar oportunidades não é uma questão de usar técnicas, checklists e outros métodos de identificar e avaliar; não há receita de bolo (a literatura tem mais de 200 métodos), mas depende da capacidade do empreendedor