PROGRAMA DA NOVA ECONOMIA CATARINENSE - PREC

 
 

Descrição do Programa

O Programa da Nova Economia Catarinense é uma parceria do Sebrae/SC, com o Governo do Estado de Santa Catarina, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDS, composto por 04 projetos:

01. Juro Zero (microcrédito): Lançado em dezembro de 2011, para facilitar o acesso de microempreendedor individuais ao crédito proporcionando o desenvolvimento econômico e promovendo a formalização de pequenos negócios.

O Governo do Estado subsidia os juros incidentes em operações de microcrédito viabilizadas pelas OCIPS, no valor máximo R$ 3 mil, em 8 parcelas mensais. A última será paga pelo governo desde que as anteriores estejam quitadas e em dia. O empreendedor recebe atendimento do Sebrae/SC com orientações gratuitas para a gestão do negócio.

- Público alvo: 30 mil micros empreendedores Individuais de SC.

02. Pólos Setoriais Industriais Existentes : Para promover a modernização das empresas dos setores industriais prioritários do Estado de SC, objetivando ganhos de qualidade e produtividade e a inserção dessas empresas na atividade comercial num novo mercado. As empresas participantes serão atendidas em inovação e tecnologia, melhoria de gestão e ações de acesso a mercado.

Foco Estratégico:
1. Aprimoramento da gestão produtiva (processo)
2. Aumentar a participação no mercado;
3. Melhorar a eficiência na gestão empresarial;
4. Promover acesso a tecnologias e ampliação da capacidade de inovação.

Ações:
1. Diagnóstico Empresarial e Estudo Setorial.
2. Capacitação e Consultoria em Gestão.
3. Consultoria em Melhoria de Processo e Produto. Acesso a Mercados (Feiras, Rodadas e Missões).

Resultados:
1. Aumentar em 10% a receita das empresas até 2014;
2. Aumentar em 15% a produtividade das empresas até 2014;
3. Reduzir em 10% o custo de produção até 2014.


- Público alvo: 2.400 Micros e pequenas empresas de setores prioritários do Estado de SC, com estrutura de desenvolvimento de produto, produção e comercialização. Serão atendidos doze (12) setores: alimentos/bebidas; acessórios/gemas/jóias/cristais; borracha/plástico; calçados; confecção; construção civil; higiene pessoal/cosmético/ perfumaria; madeira; metalmecânico; móveis; náutico e TI, com 47 projetos nas 9 coordenadorias regionais do Sebrae/SC.

03. Pólos Setoriais Ligados à Economia Verde: Concepção, implantação, operação, manutenção e busca da sustentabilidade em núcleos de produção sustentável que utilizem como matéria-prima, resíduos sólidos industriais gerados em SC.

- Público alvo: 30 Grupos de produção artesanal, associação ou cooperativas de arte popular e artesanato que receberão do Sebrae/SC orientações referentes a viabilidade técnica e econômica, melhoria de processos e produtos, capacitação, promoção e comercialização, utilizando-se de resíduos sólidos industriais.

04. Pólos Multisetoriais em Áreas de Baixo Desenvolvimento Econômico (IDH) : Para preparar um ambiente favorável ao desenvolvimento socioeconômico dos municípios de menor IDH de SC, por meio de estímulo e incentivo à criação e ao desenvolvimento de pequenos negócios, com a participação da comunidade local e à articulação de parcerias institucionais públicas e privadas.

- Público alvo: 90 Municípios com baixo IDH, por meio de oficinas de empreendedorismo, capacitação e qualificação profissional e gerencial, consultoria em microcrédito, consultoria em formalização de MEIS (micro empreendedores individuais) e elaboração de plano de desenvolvimento territorial e apoio a implementação da Lei Geral das MPE.

Ver também:

PREC - Extremo Oeste
PREC - Oeste
Nova Economia@SC tem lançamento na região oeste