SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 15/09/2005
Autor: Rudah Vasconcelos Pirajá Filho*
Fonte: http://www.sofranquias.com.br

Uma Boa consultoria; Inicio de um bom negócio!

A consultoria de negócios nunca foi tão importante, e tão necessária, como neste momento, em que explode e intensifica a criação - e a instalação - de dezenas e dezenas de diferentes tipos de franquias.

A existência de um grande número de investidores querendo aplicar um volume gigantesco de dinheiro, buscando um porto seguro para sua aplicação, faz do consultor uma figura imprescindível.

Nesta hora, o bom senso e a honestidade devem prevalecer acima de qualquer ânsia de se buscar ou oferecer um negócio.

O bom consultor deve ter como regra de seu trabalho a visão centrada no interesse da empresa para o qual trabalha ou para o investidor para o qual está prestando serviço.

Quando digo isso, devo lembrar que as empresas que contratam um consultor de negócio, buscam um profissional que atenda a alguns itens fundamentais, entre eles devo citar os que considero bastante importantes:

- Buscar o investidor, procurar a pessoa que queira investir em franquia, logicamente obedecendo aos parâmetros ditados pela empresa contratante;

- Buscar os melhores pontos para a instalação da unidade, lembrando sempre que o sucesso do empreendimento, em 100 % dos casos, depende exclusivamente desse detalhe;

- Negociar valores de aluguéis, pois a viabilização de um negócio depende dos valores que serão despendidos na sua instalação;

- Analisar profundamente o local e a compatibilidade daquilo que se pensa em vender na unidade;

- Analisar, também profundamente, o candidato que está trazendo para dentro da rede.

Estes itens são alguns que podem fazer de um profissional um bom consultor de negócios.

Quando, então, o consultor é contratado para desenvolver um trabalho para um investidor, ele necessariamente deve esquecer qualquer relacionamento que teve ou tem com qualquer franquia existente.

A sua meta é buscar um bom negócio, com uma boa rentabilidade e com grandes chances de êxito. Aliás, o êxito vai depender exclusivamente do consultor, pois o investidor o está contratando justamente para apresentar as melhores propostas de negócios.

Nesta hora, devem ser levadas em consideração, principalmente, as seguintes características:

- Como é o investidor; conhecê-lo é fundamental;

- Onde ele quer posicionar seu negócio;

- O quanto de investimento ele tem disponível, não só para começar o negócio, mas também quanto é o seu caixa para suportar o período inicial do empreendimento;

- Fazer um estudo bastante rigoroso da viabilidade do negócio, considerando todas as premissas que um bom consultor deve ter.

O bom profissional, com toda certeza, está sempre atuante. As empresas e os investidores procuram se cercar de pessoas que mostram gabarito para com o desempenho de sua função, estes sempre se sobressaem no disputadíssimo mercado de franquias.

O que faz de alguns diferentes de outros, é sua maneira honesta e franca de trabalhar, que não medem esforços para conseguir com que as suas indicações sejam coroadas de êxito.

Isto, em síntese, são as regras para se conseguir um bom consultor de negócios ao seu lado, tanto para abrir uma rede de franquia, bem como para investir seu capital com sabedoria, escapando das armadilhas que existem no mercado.

*Rudah Vasconcelos Pirajá Filho
Consultor de Negócios
rudahpiraja@ig.com.br


Destaques da Loja Virtual
AUTOLIDERANÇA E O GERENTE MINUTO

Estabilidade e segurança no emprego tornaram-se conceitos ultrapassados na atual realidade corporativa: é preciso acompanhar as exigências de um merca...

R$20,00