SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 28/10/2005
Autor: João Afonso Boer
Fonte: A Notícia

Metodologia incentiva empreendedorismo

Mais de 400 instituições de ensino superior já utilizam nova forma para educação de alunos

Joinville - O padrão de formar empregados ainda é o comportamento básico do ensino brasileiro, comentou o professor Fernando Dolabela, da Fundação Dom Cabral, durante a realização da Oficina do Empreendedor, destinado aos empresários, diretores de escolas e universidades, realizado na Fundação Softville durante a semana. O surgimento da nova metodologia em favor do empreendedorismo atingiu mais de 400 instituições de ensino superior, declarou.
Segundo sua avaliação, o plano de negócio é essencial para quem quer ser empresário e um instrumento de minimização de riscos. "Não faz parte da cultura tradicional do empreendedor no Brasil, mas é essencial porque o empreendedor que não faz, está aumentando desnecessariamente a sua taxa de risco", comentou.
"O empreendedorismo é visto hoje como algo essencial e universal. O responsável pelo crescimento econômico e desenvolvimento social é o empreendedor. Antes, não havia essa percepção por parte dos economistas ortodoxos. Eles consideravam o empreendedor uma 'externalidade' ao processo econômico. Não era essencial. Essa percepção mudou e desde então, no mundo todo, as escolas de todos os níveis tratam de empreendedorismo", declarou.

"No Brasil, há uma quantidade significativa e nós já estamos nessa área há 12 anos trabalhando com ensino universitário e nossa metodologia está em mais de 400 instituições de ensino superior é a metodologia Oficina do Empreendedor, mas eu considero que estamos apenas começando", completou. A Oficina do Empreendedor foi considerada excelente pela maioria dos empresários e diretores de universidades. Após o curso, a Univille pretende implantar um núcleo de apoio à inovação, declarou Sandra Aparecida Furlan. "O curso foi excelente e permite despertar em todos nós o interesse em estimular e disseminar a cultura empreendedora nas pessoas", disse.

Para João Vítor Bridi, representando a Uniasselvi, de Blumenau, a metodologia já está em uso na instituição de Blumenau, disse. Para ele, o evento "serviu para fortalecer a crença de que o emprego de uma cultura empreendedora nas instituições de ensino é fundamental para o desenvolvimento social".

Antonio Heronaldo de Souza, da Udesc, considera que a Oficina abriu perspectivas para aprofundar as experiências de atividades de pesquisa e extensão. Para Jamile Sabatini Marques, do Midi Tecnológico, de Florianópolis, "nós temos que mudar as escolas, abordando o empreendedorismo desde a infância e aumentando a auto-estima de nossos acadêmicos. Todos nós nascemos empreendedores", completou.

Para o empresário da A2C Internet de Negócios, Anderson de Andrade, uma das empresas tecnológicas graduadas na Incubadora Softville, o Programa Oficina do Empreendedor é uma "metodologia que nos leva a reflexão sobre o nosso papel como cidadão. Na maioria das vezes, as pessoas percebem que todos nós devemos ser empreendedores para transformarmos a nossa localidade e nosso País, em um solo verdadeiramente democrático, próspero e sustentável".


Destaques da Loja Virtual
ACADEMIA DE GINÁSTICA

Este perfil tem como finalidade apresentar informações básicas a respeito da abertura de uma Academia de Ginástica. Serão abordados assuntos relaciona...

De R$8,00
Por R$6,00
Desconto de R$2,00 (25%)