SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 12/01/2006
Autor: Eduardo Bom Angelo*
Fonte: Gazeta Mercantil

Atitudes empreendedoras

Os gestores têm papel importante no incentivo à atitude empreendedora de suas equipes

Aos gestores cabe estimular o senso de mudança. Injetar oxigênio na rotina corporativa 'esse é um dos desafios que grande parte das empresas enfrenta hoje.

Mas enquanto as organizações se abrem para que seus colaboradores exercitem a criatividade e transformem idéias em ações surge uma questão importante: como estimular de fato a inovação no ambiente corporativo?

As ferramentas de gestão mais modernas exigem um grau cada vez maior de participação dos colaboradores 'não apenas dos gestores' na proposição de novos processos, produtos e serviços. A comunicação ganha peso e a governança corporativa exige cada vez mais transparência. No entanto, poucas empresas se deram conta de que é preciso oferecer mais do que ferramentas; é necessário provocar e dar espaço para uma mudança de atitude por parte dos colaboradores.

Os gestores têm papel importante no incentivo à atitude empreendedora de suas equipes.

Isso inclui saber exercer uma liderança capaz de disseminar o senso de não-conformidade a todos os membros do time. Incentivar o risco calculado, reconhecer e recompensar são alguns dos verbos que devem ser incorporados. Dos estagiários e assistentes ao presidente da organização, todos devem trabalhar tendo visando a prática da inovação, o exercício da criatividade e a geração de valor para todos os públicos com os quais a companhia se relaciona ¿ seus colaboradores, clientes, acionistas, governos e comunidade.

É claro que, para adotar essa conduta, antes deve-se conhecer bem a empresa, as pessoas que nela trabalham e o mercado onde ela está inserida. Isso porque, ao incentivar o intra-empreendedorismo, a companhia deve estar preparada para uma verdadeira virada de jogo. A implantação de novas idéias e conceitos exige dos gestores um grande empenho para compreender que administrar, hoje, equivale a assumir o risco da quebra de paradigmas e gerenciar as mudanças.

Depois de anos de dedicação ao estudo e à prática do empreendedorismo, percebi que o bom empreendedor é aquele que consegue se movimentar com cuidado e estratégia dentro de um jogo que tem a instabilidade como regra. Para reconhecer a figura do empreendedor corporativo basta observar aquele profissional que conduz com segurança e habilidade, utilizando as ferramentas adequadas, tirando proveito do conhecimento, buscando constantemente o novo e sempre mantendo equipes e negócios em movimento.

Os administradores competentes percebem que somente a inovação e a constante renovação são capazes de manter vivas e saudáveis as instituições produtivas.

Para isso precisam de times formados por pessoas de diversos perfis e, ao mesmo tempo, flexíveis o suficiente para se adaptarem rapidamente a novas realidades. Nesse contexto, aqueles que têm o perfil empreendedor são as molas propulsoras da tática corporativa.

Para descobrir quem são os empreendedores dentro da organização é preciso observar as pessoas de perto e com sensibilidade para notar os que apresentam no dia-a-dia algumas características: 1) Visão: enxergar oportunidades antes dos outros. 2) Saber decidir: aprender, por meio do conhecimento e da prática, a tomar decisões corretas. 3) Paixão pelo que faz: sem essa característica, o empreendedor não chega a lugar algum. 4) Liderança: capacidade de reunir e articular pessoas em torno de um objetivo comum. 5) Boa rede de relacionamentos: reconhecer que um networking ativo viabiliza os movimentos dentro e fora da organização, além de estar sempre disposto a ajudar os outros.

Também é preciso ter clareza para perceber que não se pode ter apenas empreendedores na equipe. O segredo do sucesso é o equilíbrio da diversidade. Inovar dentro da corporação exige esse balanceamento, e mantê-lo é uma tarefa delicada. Mas se por um lado uma empresa não pode ser formada unicamente por empreendedores, por outro ela só tem a ganhar se conseguir estimular que todos tenham atitudes empreendedoras.

*Diretor-presidente da Brasilprev Seguros e Previdência S.A., autor do livro "Empreendedor Corporativo" e membro do Fórum de Líderes Empresariais.


Destaques da Loja Virtual
LOJA DE ARTIGOS E DECORAÇÃO PARA FESTAS INFANTIS

Este perfil tem como finalidade apresentar informações básicas a respeito da abertura de uma Loja de Artigos e Decoração para Festa Infantil. Serão ab...

De R$8,00
Por R$6,00
Desconto de R$2,00 (25%)