SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 24/05/2006
Autor: PROVAR
Fonte: PROVAR

Pesquisa mostra potencial de consumo dos idosos

Perfil e Hábitos de Consumo na Terceira Idade é o nome da mais recente pesquisa da CANAL VAREJO e do Programa de Administração de Varejo / PROVAR da FIA - Fundação Instituto de Administração. A população de idosos no Brasil é de 16 milhões, 21% deles vivem na Grande São Paulo e são economicamente ativos. "Nas últimas décadas duplicou a população acima de 65 anos no país. A expectativa de vida era 62 anos na década de 80, agora é 71. Esse público consume, tem um perfil próprio e interesses específicos. Essa pesquisa proporciona descobrir como esse público se comporta principalmente em supermercados", explica o Prof. Luiz Paulo Lopes Fávero, coordenador de pesquisas e publicações do PROVAR. Os dados foram levantados em março de 2006, num total de 250 entrevistados, divididos em cinco regiões do Município de São Paulo.

A amostra possui 58% de pessoas com idade entre 65 a 74 anos; 28% de 60 a 64 anos; 11% de 75 a 79; e 3% de 80 a 84 anos. Deste total, 48% são homens e 52% mulheres. 55% dos entrevistados possuem renda familiar entre 1 a 2,5 salários mínimos; 12% de 2,6 a 5 s.m.; 11% de 5,1 a 8 s.m.; 14% de 8,1 e 10 s.m; e 8% acima de 10 salários mínimos. 79,6% dos entrevistados são aposentados e, deste total, 21,1% ainda trabalham; 90% moram com a família; 77% tem casa própria e a quase totalidade dos entrevistados (80,4%) vivem com 2 a 4 pessoas na mesma casa. "É interessante perceber que apesar de viverem com outras pessoas na mesma casa, na hora de ir às compras, 52% preferem fazê-las sozinhas, evitando a pressão de amigos e familiares", ressalta o Prof. Claudio Felisoni de Angelo, coordenador do PROVAR.

Quando se dirigem aos supermercados, a pesquisa aponta que os consumidores acima de 60 anos pagam em dinheiro suas compras (67%); 9% utilizam cartão de crédito e 8% cheque à vista e cartão de débito. 77% gastam entre R$ 100 e R$ 500 por mês; 78,4% vão ao supermercado pelo menos uma vez por semana. Eles evitam ir às compras nos finais de semana (31%) e, se tem algo que os estimula a adquirir um produto, é a localização e o preço (64%). Do total dos entrevistados, 66,8% são correntistas em bancos, 24% possuem cartão do supermercado e 20,8% cartão de crédito.

A formação deste público, em que 78% são casados ou viúvos é, na maioria, até o primário completo (54,8%) sendo que 17,6% aponta a formação para colegial completo e superior completo. Talvez este fato explique o pouco interesse e intimidade com computadores: 92% não acessam a Internet e 88% não têm computador. "A pesquisa também aponta que este público dá muita atenção aos tablóides e encartes para decidir uma compra (66%). Mas gosta de experimentar marcas novas (54%), não compra acima do planejado (46%) e valoriza os atributos desconto, preço e promoção (80%) ao decidir por um produto", finaliza Felisoni. O estudo pode ser adquirido integralmente por R$ 1.400,00 pelo telefone 11 3894.5007.


Destaques da Loja Virtual
O EMPREENDEDOR DE VISÃO

Este livro tem uma característica fundamental que foi considerada desde o início de sua elaboração, que é a complementaridade dos temas com a necessid...

R$49,00