SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 19/06/2006
Autor: Kelly Müller
Fonte: A Notícia

Pequenas empresas, grandes exemplos

Empresários provam que vale a pena investir em soluções ambientais

Uma empresa familiar de Araquari, no Norte do Estado, está mostrando que existem boas alternativas para o destino de produtos tóxicos e perigosos. Desde 1992, a Resicor recupera tintas e solventes (tiner, álcool e solventes clorados) com o cuidado exigido pelas legislações ambientais vigentes. A proposta de dar um fim legal aos resíduos industriais chamou a atenção das multinacionais da região que, segundo o proprietário da empresa, Lindolfo Cuzinsky e o químico responsável, Fábio Samir Cuzinsky, tinham poucas opções de destino para os produtos. Agora, além de uma possibilidade viável, as indústrias ainda recebem um certificado atestando o encaminhamento adequado dos resíduos.

Usados para diluir a tinta, os solventes, em contato com rios por exemplo, matam as espécies locais. O impacto am-biental é parecido se o produto entrar em contato com a vegetação. Plantas rasteiras seriam di-zimadas no mesmo dia, garante o químico Fábio Cuzinsky. Pai e filho contam que a empresa trabalha de duas formas: compra o resíduo da indústria geradora, recicla e depois revende para terceiros. Além disso, atua na prestação de serviços, já que a empresa geradora encaminha o produto sujo para a Resicor, que recicla e devolve o produto ao mercado depois do reprocessamento.

O processo de recuperação das tintas acontece com a adição de matéria-prima nova. Já a recuperação do solvente é feita por destilação. Cem por cento do solvente sujo são reciclados. Até 90% do volume retorna como solvente re-ciclado para o fornecedor. Os outros 10% da pasta resultante do processo são usados na fabricação de tintas.

Os produtos reciclados não são ideais para serviços de alta qualidade. A indicação dos solventes, por exemplo, é para a limpeza de máquinas. Já as tintas podem ser usadas para pintura de casas e até uso industrial. Os preços repassados pela fábrica de Araquari também ficam bem abaixo do que usualmente é praticado no mercado.

A Resicor produz, em média, 350 mil litros de solvente reciclado por mês e 150 mil litros/mês de tinta. Mas além do produto diferenciado, a empresa não descuida dos efluentes gerados no processo. A Resicor tem uma estação de tratamento de efluentes contaminados dentro do próprio pátio. Os caminhões usados para o transporte também têm licença da Fundação do Meio Ambiente (Fatma). Quem agradece é a natureza.


Destaques da Loja Virtual
RESTAURANTE

Este perfil tem como principal finalidade a apresentação de informações básicas a respeito a abertura de um Restaurante. Aqui serão abordados assuntos...

De R$8,00
Por R$6,00
Desconto de R$2,00 (25%)