SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 07/11/2006
Autor: Diário Catarinense
Fonte: Diário Catarinense

Vassouras feitas com garrafas pet exportadas para o Mercosul

Toneladas de materiais plásticos como garrafas pet e sacolas de supermercado encontradas no lixo são transformadas em vassouras, em uma fábrica de Tubarão. Além da economia, a empresa pratica uma ação que contribui para a preservação do meio ambiente.

A utilização de materiais recicláveis na fabricação das vassouras é feita desde que a empresa foi fundada, há 22 anos. De acordo com o diretor de produção, Etevaldo Goulart, esse procedimento permite que os consumidores consigam comprar um produto com preço menor.

- A matéria-prima virgem torna a produção mais cara. A reciclagem beneficia ao mesmo tempo as pessoas que recolheram o material e nos venderam e quem compra a vassoura nos supermercados - ressalta o empresário.

Por mês, a fábrica recebe cerca de 18 toneladas de material reciclável, suficientes para a produção diária de 8,4 mil vassouras, vendidas em vários estados do Brasil, além da Argentina, Uruguai e Paraguai.

Depois de prensados e moídos, os plásticos passam por um processo chamado monofilamento. O material é derretido, ganha forma de fio e é resfriado para então ser encaminhado à linha de produção.

Boa parte dos fornecedores, principalmente de garrafas pet, são as escolas da região. O recolhimento desse tipo de embalagem ajuda os estudantes nas gincanas ecológicas e ainda rende algum dinheiro para a realização de eventos ou compra de materiais importantes para a escola.

Etevaldo Goulart acredita que o recolhimento de plástico no lixo pode ser uma boa alternativa de renda para famílias mais carentes.

- O problema é que pouca gente ainda vê nesta atividade uma forma de ganhar dinheiro - explica.


Destaques da Loja Virtual
TURISMO RELIGIOSO - V.9

A proposta desta publicação é mostrar ao empreendedor que existe um mercado bastante grande lá fora, mas que é necessário estruturar bem a comunidade ...

R$10,00