SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 14/03/2007
Autor: Jornal do Commércio
Fonte: Jornal do Commércio

Melhor prevenir do que remediar

Empresários buscam o auxílio de advogados e contadores na administração da empresa

Antecipar-se aos problemas, buscar formas de eliminá-los ou pelo menos amenizá-los antes que aconteçam. A idéia é simples e pode ajudar empresários a diminuir custos e até a garantir sua sobrevivência quando se trata de assuntos legais ou financeiros. "Temos de fazer as vendas, atender o telefone, gerir o estoque, pagar os impostos. Nos cobramos competências que não temos", atesta Lindolfo de Carvalho, proprietário de uma distribuidora de produtos de limpeza e adepto da filosofia do "melhor prevenir que remediar".

Por causa da impossibilidade dos empresários de planejar-se em todos os campos, profissionais têm buscao assessorá-los em assuntos "áridos" como regras trabalhistas, impostos e questões contratuais. A advocacia preventiva, utilizada por Carvalho, é um exemplo: parte do conceito de que sai mais barato prever problemas que resolvê-los judicialmente.

O serviço não é novo, mas ainda marca uma mudança de visão em relação às funções dos advogados. "O normal é o empresário procurar o profissional de maneira reativa. Quando o problema está instalado ele busca os meios de defesa", conta o advogado Carlos Antônio dos Santos, que atua na advocacia preventiva junto a empresários há 16 anos.

Se parece inviável ter a assessoria permanente de um escritório de advocacia, tratar dos problemas depois que eles aparecem pode ser um barato que sai caro. "Acredito que conseguimos evitar cerca de 90% dos problemas judiciais", explica Santos, em entrevista à Agência Sebrae de Notícias (ASN).

ÁREA TRIBUTÁRIA. Outro tema onde planejamento pode levar à economia é a parte tributária. A burocracia, os emaranhados de impostos, as regras confusas e os textos rebuscados da legislação confundem empresários e podem esconder possibilidades de isenção, enquadramentos mais vantajosos e menor gasto com as contribuições..

Segundo a contabilista Rosemaire de Almeida, seu primeiro trabalho é convencer o empresário a se planejar. "É difícil conseguir, até por causa das necessidades imediatas de caixa. Mas, aos poucos, mostramos a eles que dá mais certo olhar para o futuro e prever possíveis problemas", diz.

Há dois anos a loja de peças e equipamentos para bicicletas Bike Ranger, de Belo Horizonte, é orientada pela contabilista. "Fico tranqüilo porque confio no trabalho dela", diz Wildson Salvador, um dos sócios da empresa.

Planejamento auxilia na gestão

O pagamento de impostos, segundo Rosemaire, fica mais suave quando se faz o planejamento. Equilíbrio nos estoques, nas contas e a certeza de estar cumprindo as leis são alguns dos benefícios do acompanhamento profissional da empresa. "Os assuntos burocráticos são difíceis, mas recorro à Rosemaire sempre que preciso", conta Salvador.

Depois de cinco anos recebendo a assessoria de Carlos Antônio dos Santos, Lindolfo de Carvalho também enumera vantagens. "Com o planejamento tributário diminuímos nossas despesas e isso já teve reflexo no preço dos produtos", conta. Para Carvalho, o apoio significa que os assuntos que ele não domina são tratados por alguém que entende e, ele, como empresário, pode dedicar-se ao que faz de melhor. "Não sou tributarista, mas garanto que sei vender mais que meu advogado", diz.


Destaques da Loja Virtual
EU QUERO SER EMPRESÁRIO ... RICO!

Você sabe por que a maioria das empresas brasileiras sobrevive, mas não enriquece? Sabia que Deng Xiaoping ergueu na China, há quase trinta anos, a ba...

R$33,00