SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 01/01/2002
Autor: Omar Alves de Queiroz Filho
Fonte: Omar Alves de Queiroz Filho

Vozes da comunidade

A internet é realmente um lugar onde pulsa a vida. Nada aqui de bits, cabos, tecnologia, etc. A grande rede é um lugar aconchegante. Sempre tem alguém disposto a ouvir o que você tem a falar. Nem que seja sua mãe conectada no outro micro da casa! Mas que têm, têm! Não gosto de dizer que a internet é democrática, porque lembra-me regimes políticos, moldes pré-construídos e escalas de crescimento já conhecidos. Gosto de dizer que a internet é um local livre. Muita gente também confunde livre com grátis, mas uma coisa nem sempre leva outra.

A internet é aconchegante porque dá espaço a criar a partir de um ambiente totalmente sociável. Nunca o homem pode falar tantas coisas para tantas pessoas ao mesmo tempo. Muitas vozes e ouvidos a seu favor, ou melhor, a favor da informação livre, criativa, de novos meios de planejar e agir. Sem se prender a fases e mais fases, ondas e outros jargões que especialistas dizem existir, eu prefiro acreditar que a rede hoje é mais humana. E isto não é fase. É evolução. Fases são como projetos: possuem início, meio e fim.

Acredito que as pessoas estão entendendo o significado de estarem conectadas, juntas, conversando, trocando idéias, disponibilizando informação e agregando conhecimento. Como conseqüência deste fato, a internet ganhou personalidade. E das fortes. As formas de realização de negócios estão mudando. As pessoas querem conversar com as empresas, querem opinião de outras pessoas e esperam ser retribuídas pela atenção que lhes foi oferecida. Finalmente as pessoas ganharam voz, a maioria ganhou, mas com voz de uma só pessoa, como num estádio de futebol. As partes compõe o todo. Em contrapartida, as empresas não podem mais falar tudo para todos e ponto final. Elas devem ter a preocupação de ouvir a voz de cada um. Esta dinâmica está sendo transferida para empresas ainda não conectadas. Ponto para a internet!

Nunca se falou tanto em comunidades e convívio social em um meio de comunicação. Listas de discussão, sites, chats e agora blogs. Lugares onde a informação e a conversa jorra livre, naturalmente. Observem a oportunidade que temos pela frente. Por mais tecnológica que a internet pareça ser, para mim, ela ainda se assemelha muito a uma feira comercial de domingo, onde as pessoas se conhecem pelo nome e sentam-se ao lado para jogar gabão ou dominó, enquanto aguardam freguesia. Há muita risada, gargalha e é claro, negócios. Os concorrentes estão mais pertos que um simples www, mas sempre ajudam se falta um cacho de bananas ou um saco de laranjas. Sabem que um dia vão precisar. E por aí os negócios tomam forma.

O colaborativismo é a essência da rede, herança dos seus primórdios militares. Colaborar equivale a acrescentar. O que eu preciso consigo aqui, graças a colaboração de muitas outras pessoas, muitas delas já colegas de farra! Contribuo com o que posso e o ciclo continua. Ainda estamos por ver o que a internet realmente poderá fazer por todos nós, pelos nossos negócios. Prever passa a ser um exercício de imaginação. Tão cheio de pontos quanto os nós que unem a web. Quer ver como se desenrola esta história? Puxa o banco, vamos a uma partidinha de xadrez aqui... detesto dominó!


Destaques da Loja Virtual
EMPRESA DE DOCES E SALGADOS

Este perfil tem como finalidade apresentar informações básicas a respeito da abertura de uma Empresa de Doces e Salgados. Serão abordados assuntos rel...

De R$8,00
Por R$6,00
Desconto de R$2,00 (25%)