SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 18/11/2002
Autor: Diário do Comércio & Indústria
Fonte: DCI

A ALCA e o comércio

A Área de Livre Comércio das Américas (ALCA) é uma proposta de bloco comercial, entre 34 países das três Américas, que visa reduzir tarifas de importações e facilitar a movimentação de capitais para investimentos.

Segundo pesquisa recente realizada pelo Sebrae-SP , a maioria das MPEs paulistas se considera pouco informada, não tem opinião definida (se é contra ou a favor) e, até agora, não realizou nenhuma ação para adequar-se à ALCA.

A pesquisa foi realizada em setembro com 150 MPEs da Indústria, 150 MPEs do Comércio, 150 MPEs de Serviços e 150 MPEs de Serviços. Por ela, é possível verificar que os impactos tendem a ser muito diferenciados entre os setores de atividade. O setor de serviços tende a enfrentar menores riscos e se beneficiar mais com os aspectos positivos (p.ex. maior variedade de produtos). A indústria e agropecuária tendem a se defrontar com a concorrência dos importados mas, por outro lado, podem encontrar oportunidades com a abertura de novos mercados no exterior.

Especificamente no caso das pequenas empresas do comércio, em média, cerca de 85% delas se dizem pouco informadas, 9% se consideram bem informados e 7% nunca ouviram falar sobre a ALCA. Em geral, há uma percepção de que a ALCA representa uma tendência de redução de tarifas de importações, mas não há uma percepção clara sobre como e quando a ALCA tende a ser implantada. Em parte, a falta de informações se deve ao próprio fato de que as negociações só deverão ser intensificadas a partir de 2003, devendo estender-se até 2005.

A pesquisa mostra também que 36% das MPEs do comércio compram produtos importados regularmente, devendo esse número subir para 39%, a medida em que as importações tornarem-se mais fáceis, com a provável redução das tarifas de importações. O lado positivo é que poderá haver um maior acesso a uma maior variedade de produtos importados (em geral mais baratos). Cerca de 82% das MPEs do Comércio têm essa expectativa. A maior facilidade para importar, que pode ser proporcionada pela ALCA, não é uma preocupação tao forte nas MPEs do comércio. Para elas a preocupação maior está no aumento da concorrência.

De acordo com os pequenos comerciantes entrevistados, o maior risco para este setor está na entrada no Brasil de novos concorrentes multinacionais (grandes grupos internacionais) ou um aumento dos investimentos das grandes redes estrangeiras já presentes no país, avançando com novos estabelecimentos sobre os mercados onde estas MPEs atuam, em especial nos grandes centros metropolitanos.

Cerca de 9% das MPEs do comércio afirmam que já concorrem com grandes grupos estrangeiros instalados no país. Porém, cerca de 28% das MPEs do comércio acreditam que novas multinacionais oriundas das três Américas possam vir se instalar no Brasil e concorrer no mercado onde essas MPEs já atuam.

Com relação aos efeitos que a ALCA terá sobre a economia brasileira, as MPEs do Comércio são as que apresentam maior dúvida: 45% não souberam responder, 21% acham que o crescimento vai aumentar, 18% acham que o crescimento vai diminuir 16% acham que não vai nem aumentar e nem diminuir.

Nas MPEs do comércio, há também uma grande indefinição se são a favor ou contra a ALCA. Cerca de 49% das MPEs do Comércio não opinaram, 38% são contra a ALCA e 12% são favoráveis à ALCA.

A ALCA, de fato, apresenta riscos e oportunidades. Para reduzir os riscos e maximizar as oportunidades, é fundamental ao pequeno comércio estar sempre bem informado sobre suas atividades específicas (buscando informações junto ao sindicato ou associação empresarial do seu ramo de atividade), buscar aperfeiçoar continuamente suas habilidades na gestão do negócio (através de cursos de gestão empresarial, palestras) e procurar alternativas de ações conjuntas com outros pequenos comerciantes, como compras conjuntas, cooperativas, formação de grupos para troca de informações.

Marco Aurélio Bedê: Economista, Doutor pela FEA-USP e Coordenador das Pesquisas do Sebrae-SP


Destaques da Loja Virtual
AUTOLIDERANÇA E O GERENTE MINUTO

Estabilidade e segurança no emprego tornaram-se conceitos ultrapassados na atual realidade corporativa: é preciso acompanhar as exigências de um merca...

R$20,00