SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 19/11/2002
Autor: Rogerio Bravim*
Fonte: Rogerio Bravim

Planejar sempre

Nossas escolas de administração têm ensinado através de teorias que planejar, organizar, dirigir e controlar são os pilares para a sustentação de qualquer organização. Há algum tempo estas teorias têm sido aperfeiçoadas e hoje a ênfase está em planejar, implementar e controlar. No que diz respeito às teorias administrativas, talvez haja só uma questão de semântica de interpretação, mas o fato irrefutável é que planejar sempre vem em primeiro lugar.

Sem dúvida, o planejamento é a raiz do sucesso de qualquer empreendimento, porém, nem sempre é praticado e muitas vezes é deixado em segundo plano. O começo de um negócio bem sucedido é sentar e planejar. Falar sobre planejamento pode parecer óbvio demais, no entanto, a experiência mostra que esta tem sido uma atividade freqüentemente esquecida por nossos administradores e empreendedores, principalmente os gerentes que são os que ocupam posições de médio escalão dentro das organizações.

É certo que ser uma pessoa de atitude é imprescindível para um gerente obter sucesso no empenho de suas tarefas, afinal de contas, cabe-lhe o difícil desafio de liderar pessoas. Entretanto, a liderança só pode ter êxito quando exercida e orientada por um plano de trabalho e isto requer inevitavelmente um planejamento.

Atualmente o dia-a-dia das empresas exigem muita agilidade na tomada de decisões e isto requer algo a mais do que o planejamento tradicional, ou seja, agora é preciso além de planejar, rever e replanejar constantemente.

Claro que reconheço que o replanejamento constante é algo que torna ainda mais complicado a vida dos líderes, isto acontece porque além de estar revendo e refazendo sempre seus planos, o líder precisa motivar e redirecionar rapidamente seus colaboradores.

Embora o tema seja planejamento, na verdade estamos falando em lidar com pessoas e esta é a parte mais difícil para qualquer administrador. Se por um lado, a volatilidade do planejamento gerencial é comum e isto pode gerar um certo desconforto a medida em que é preciso mudar às vezes de direção, por outro lado elimina um outro fator que é a rotina ? o que pode ser favorável para motivar as pessoas com novos desafios.

Quando tratamos de negócios, seja um novo negócio, a expansão ou simplesmente a manutenção, isto envolve sempre a figura do planejador, seja ele um empreendedor ou um administrador profissional.

Na verdade, quanto falamos em negócios, não importa muito se é um "business tradicional" ou se vem acompanhado de um pequeno "e", ou seja, o chamado "e-business" ? qualquer que seja a modalidade em todos os níveis é preciso planejar e replanejar sempre, pois somente com esta atitude é que você pode alcançar o sucesso.

Rogerio Bravim* é consultor e-business e CEO da Sys7 International System (www.sys7.com.br), sendo Administrador Profissional, Pós-Graduado em Marketing e Propaganda, Gerente de Projetos em Tecnologia da Informação e Consultor de Negócios. Também trabalhou por 6 anos como Consultor exclusivo na Philips do Brasil e Walita. Atualmente tem se dedicado aos estudos relacionados à Internet,
especialmente e-business e marketing digital.


Destaques da Loja Virtual
GESTÃO DE ATIVOS INTANGÍVEIS

As técnicas de mensuração de ativos sempre deram ênfase no passado para determinar o quanto vale o negócio e quanto a empresa pode captar de recursos ...

R$45,00