SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 23/12/2003
Autor: Sergio Buaiz
Fonte: Sergio Buaiz

Seja aquela pessoa que a gente sente falta

Ou você influencia o universo, ou o universo te influencia

Procura-se homem ou mulher de bom coração, que tenha vontade de crescer, humildade para aceitar suas falhas e aprender com elas. Alguém divertido, otimista e entusiasmado, disposto a colaborar com os outros, sem esperar nada em troca. Uma pessoa de iniciativa, que seja capaz de impor seus próprios desafios e buscar a excelência em tudo o que faz. Um ser iluminado, que sonhe construir um futuro melhor para seus filhos e que não seja indiferente às dificuldades, mas que tenha força interior de sobra para superá-las sem reclamar. Um verdadeiro líder, que não peça a Deus mais que saúde e inspiração.

Imagine se todos os brasileiros tivessem essa atitude e aproveitassem a grande oportunidade de mudança que é a chegada de um novo ano. O que aconteceria em nosso País? Como seria o nosso dia-a-dia? O trabalho dentro das empresas? Como os clientes teriam suas necessidades satisfeitas? O que mudaria em nossa convivência, entre os casais, amigos e parentes? E no trânsito? Nas filas de bancos e supermercados? Percebe a diferença?

Infelizmente, o grande problema do mundo é o desequilíbrio entre “eu” e “nós”. Existem poucas pessoas com esse perfil de liderança, que utilizam o brilho natural que têm a favor do bem-estar coletivo. A maioria se preocupa tanto com seus próprios problemas, que vive em um estado de medo, revolta, egoísmo e inveja. Quanto menos as pessoas se doam, menos recebem de volta. E assim vão se tornando a cada dia mais amargas.

Em 2004, o que você vai fazer diferente? Como vai agir diante dos próximos desafios? Continuará pensando somente em si mesmo? Vai fazer corpo mole e culpar os outros? Aceitará suas próprias desculpas? Vai justificar seus erros?

Enquanto você se esconder no seu “mundinho”, continuará vivendo na média, recebendo a mesma resposta do universo. Por outro lado, quando você começar a oferecer mais do que espera receber de volta, e fizer uma diferença positiva na vida de outras pessoas, irá atrair respeito, carinho e gratidão. E isso tem um valor inestimável!

SEJA MILIONÁRIO

Existe um autor americano chamado John Kalench, que eu admiro muito. Ele tem uma empresa de treinamento chamada Millionaires in Motion, há vários anos. Muitas pessoas o procuram para aprenderem como se tornarem milionários, porém a maioria se surpreende com a estratégia utilizada por ele. Ao invés de oferecer dicas sobre economia, negócios e investimentos, ele simplesmente diz que o seu foco não deve ser acumular um milhão de dólares, e sim fazer um milhão de amigos. Isto porque, no dia em que você já tiver conquistado admiração, respeito e amizade de um milhão de pessoas, dinheiro não será mais problema. Você terá muito mais que um milhão de dólares a seu dispor.

Eu não sei se ele conhece o Roberto Carlos, mas qualquer semelhança não é mera coincidência. Afinal, quantos milhões o Rei da MPB acumulou? O que ele conquistou antes, a admiração dos fãs ou o dinheiro? Quantos milionários fizeram o mesmo caminho? Músicos, atores, escritores, esportistas... a lista é infinita.

A princípio, isso soa estranho, pois é algo que contradiz tudo o que aprendemos neste ambiente competitivo que é a vida. Entretanto, depois que conheci John Kalench em 1998, nunca encontrei uma só história que pudesse invalidar sua teoria. Não existe uma pessoa no mundo que tenha conquistado (e mantido) tantos amigos, que esteja passando necessidades financeiras. Se você conhecer um caso, por favor, me avise.

SUA NOVA ESTRATÉGIA

Eu acredito no John Kalench e tenho orientado a minha vida desta maneira desde então, mas talvez você imagine que um milhão de amigos está muito longe da sua realidade. Tudo bem, o número não importa, se você entender o conceito que está por trás disso.

Por exemplo: se você tem trabalhado durante todos esses anos, ganhando menos do que julga merecer, passando por dificuldades, culpando o governo e as pessoas que te cercam, faça uma reflexão sincera: Quantas pessoas te admiram? Quantas se sentem gratas pelo que você fez por elas? Quantas estariam realmente dispostas a se sacrificar por você, em caso de necessidade extrema? Eu não sei o seu caso específico, mas olhe ao seu redor e verá que a maioria das pessoas poderiam contar nos dedos.

É surpreendente que tanta gente acredite ser possível colher antes de plantar, mas o fato é que as oportunidades são dadas a quem faz por merecer.

Você pode reclamar, chorar, xingar ou implorar. Enquanto você não der a sua contribuição para o universo, conquistando o respeito e a admiração das pessoas, nada de especial vai acontecer na sua vida.

Talvez isso doa profundamente, mas não espere que alguém te ajude se você nunca estendeu a mão para ninguém. Não espere que um novo emprego caia do céu, se você é um empregado acomodado e individualista, que não faz mais que a obrigação.

Sendo assim, sugiro que você mude a sua estratégia em 2004. Ao invés de se preocupar somente com os números que estão no banco, comece a investir o que existe de melhor em você: o amor.

Coloque amor em tudo o que você fizer, daqui por diante. Seja o melhor que você pode ser para as pessoas que estão ao ser redor. Ajude-as com seu sorriso, afeto e compreensão.

Multiplique seus amigos e você irá se surpreender com os resultados!


Destaques da Loja Virtual
VAREJO - OS PRIMEIROS PASSOS PARA O SUCESSO

Dirigido a homens de negócios, gerentes, administradores e vendedores. Estuda todos os tipos de varejo, desde o varejo tradicional ao varejo sem lojas...

R$15,00