SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 24/03/2004
Autor: Valor Online
Fonte: Valor On-line

A governança corporativa nas empresas familiares

A arte de bem administrar empresas, sejam elas familiares ou não, de controle compartilhado ou concentrado em poucos acionistas ou cotistas, tem merecido, há vários anos, a atenção da grande maioria das escolas de administração, dos executivos e de inúmeros consultores especialistas no ramo.

Conscientes de que o futuro das organizações não está ligado apenas às condições de mercado e da economia, mas depende fundamentalmente de um processo saudável de troca de comando, cada vez mais empresários vem se dedicando ao planejamento estratégico de sua sucessão.

A maioria deles, pensando no próximo horizonte, prepara e ensinam aos futuros gestores as boas práticas de Governança Corporativa, com vistas à administração geral das empresas. Poucos, no entanto, tem os olhos voltados para analisar e encaminhar, com a devida antecedência, o processo inexorável da sucessão familiar no que conceme ao futuro convívio harmonioso entre os herdeiros do amanhã. Com rarissimas exceções, os controles acionários das empresas familiares, passarão a ser compartilhado entre os diversos herdeiros que muitas vezes não se conhecem bem, ou pior, não têm necessariamente os mesmos interesses e pontos de vista, com sérias conseqüências para a sobrevivência das empresas de suas famílias.

Como empreendedor, empresário e membro do conselho de diversas empresas familiares, além de coordenador do PDA – Programa para o Desenvolvimento de Acionistas da Fundação Dom Cabral, em São Paulo, tenho me defrontado continuamente com o tema da sucessão, motivo pelo qual, não poderia deixar de trazer ao conhecimento público, principalmente dos atuais e futuros acionistas ou cotistas das diversas empresas familiares, que a troca de gestão em empresas familiares tem o grande desafio de conciliar interesses particulares e de negócios. Os bastidores deste processo incluem transmissão de valores, conflitos, disputas, dúvidas, alianças e parcerias.

Ainda há muitas famílias e empresas assombradas por antigos mitos que geram mágoas, culpas, conflitos e, em última instância, provocam a morte ou a venda da companhia. Evitar ou protelar o delicado assunto da sucessão até o último momento também é muito comum. Outro artifício usado é o pressuposto de muitos pais de que o filho primogênito é o sucessor natural e de primogênitos que aceitam o papel mesmo sabendo que não tem condições de assumi-lo.
Nada garante a imunidade contra crises sucessórias, nem mesmo em organizações que passaram pela transferência de comando de uma geração para outra. Porém, atualmente existem diversos recursos disponíveis para as empresas familiares que estão vivenciando esta situação. Atuais e futuros acionistas participam em conjunto de debates e palestras com os melhores professores, consultores locais das renomadas escolas como a própria Fundação Dom Cabral, e como as das escolas internacionais com que mantém parcerias, como o IMD de Lausanne, o lnsead de Fointenbleau, a Kellogs University dos EUA e a Columbia University do Canadá. São programas que facilitam, com o devido sigilo e respeito à-individualidade de cada um, a intensa troca de experiências entre famílias de acionistas e cotistas de diversas empresas, bem como, a participação efetiva e conjunta dos atuais acionistas e de seus futuros herdeiros, permitindo, ao longo do tempo, buscar as melhores soluções para a acomodação dos interesses individuais dos participantes dando a devida atenção para a continuidade dos negócios familiares.

O exercício das boas práticas de Governança Corporativa no processo de transição da liderança em empresas familiares é o segredo do sucesso para a acomodação dos interesses individuais na sucessão empresarial e ao mesmo tempo a garantia da perenidade das empresas.

Roberto Faldini é diretor da FIESP/CIESP, membro do IBCG - Instituto Brasileiro da Governança Corporativa e do Núcleo da Empresa Familiar e da rede Ampliar da Fundação Dom Cabral.


Destaques da Loja Virtual
GERÊNCIA FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

Com este livro empresários, administradores e estudantes terão oportunidade de aprender, de forma prática e didática, como organizar, acompanhar e con...

R$47,00