SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 07/07/2004
Autor: Diário do Comércio & Indústria
Fonte: DCI

Empreendedores por oportunidade já são maioria

Pela primeira vez no Brasil, a taxa de empreendedorismo por oportunidade superou o nível de empreendedorismo por necessidade. O dado, do estudo da Global Entrepreneurship Monitor (GEM) mostra que, apesar da inversão, o Brasil continua liderando o ranking de 31 países quando o assunto é criação de empresas com o objetivo de sobrevivência e sustento familiar.

A pesquisa da GEM - coordenada pelas universidades Babson College (americana) e London Business School (britânica), além do centro de estudos Kauffman Center - analisa o grau de empreendedorismo em 31 países.

Em 2002, a taxa de criação de novas empresas por necessidade era de 56% no País, contra 43% de oportunidade. Um ano depois, a pesquisa inversão dos dados: hoje, 43% dos empresários montaram negócios por necessidade, enquanto 56% deles em busca de novos mercados e nichos de atuação.

Obstáculos ainda prevalecem

Apesar da boa notícia, o gerente de busca e seleção de empreendedores do Instituto Empreender Endeavor, Gabriel Perez, afirma que o Brasil ainda coloca muitas dificuldades para quem quer se destacar no ramo.

Entre os principais entraves, estão a falta de capital para empreender - são poucas linhas de financiamento e altas taxas de juros - e a burocracia, que dificultam a abertura de um negócio.

Outro ponto que, segundo Perez, contribui para a lentidão do crescimento das taxas de empreendedorismo por oportunidade é o baixo nível do sistema educacional.

"Como a qualificação da mão-de-obra das empresas é relativamente baixa, os negócios tendem a não crescer; ficam estagnados", diz.

O peso da cultura

A cultura brasileira, diz o gerente, também pesa para que os níveis de empreendedorismo - apesar de melhores - ainda não terem avançado significativamente. "Empreender não é visto, no País, como uma opção profissional. Ao concluir a faculdade, a maioria dos jovens tem o sonho de ingressar e seguir carreira em uma grande empresa", avalia Perez.

Se, no entanto, essas primeiras barreiras foram superadas, ainda resta o desafio de manter-se produzindo, com capital de giro e crescendo. E, para isso, o mercado de capitais e investidores teriam a solução, segundo Perez, que aponta fundos de investimento como venture capital (ou capital de risco) para ajudar o empreendedor a manter-se capitalizado.

Embora ainda recentes no País, os fundos de venture capital permitem o investimento temporário em empresas emergentes com potencial de crescimento, pela participação direta no capital social - via aquisição de ações ou debêntures.

O grande motor

"O grande motor da economia de um país são as micros e pequenas empresas inovadoras", afirmou o gerente da Endeavor. E, para se caracterizarem como inovadoras, diz Perez, é necessário que mostrem que criaram empreendimentos com grande potencial de crescimento.

"Devem identificar oportunidades no mercado, atender a algum nicho de que ainda não é bem trabalhado, ter uma tecnologia que torne seu produto mais competitivo ou ainda um modelo de atuação que melhore sua penetração no mercado", afirma.

Sete em 700

O Instituto Empreender Endeavor recebe, anualmente, cerca de 700 inscrições de empreendedores interessados em participar de um processo de seleção que, ao seu final, escolherá empresas que receberão suporte de consultores para a formação de uma estratégia de negócios ou de captação de recursos.

Do total de 700 inscritos, somente 7 conseguem ser aprovados e ter o apoio da entidade.

"Promovemos reuniões com presidentes de grandes empresas que, em nosso programa, transformam-se em consultores para ajudar esses micro e pequenos empreendedores a pensar diferentes estratégias", explica.

O instituto ainda recruta estudantes de MBAs das principais universidades americanas que estejam de férias, para virem ao Brasil e executar projetos de reestruturação operacional das empresas finalistas, ou mesmo remodelar os canais de distribuição ou exportação destes negócios.

O mesmo programa, diz Perez, é seguido pela Endeavor no Chile, Argentina, Uruguai, México e África do Sul.


Destaques da Loja Virtual
LANCHONETE

Este perfil tem como finalidade apresentar informações básicas a respeito da abertura de uma Lanchonete. Serão abordados assuntos relacionados ao merc...

De R$8,00
Por R$6,00
Desconto de R$2,00 (25%)