SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 22/10/2004
Autor: Diário do Comércio & Indústria
Fonte: DCI

Mulheres à frente nos novos negócios

O percentual de mulheres que abrem seu próprio negócio cresceu nos últimos anos no Brasil. Essa é a conclusão do estudo realizado por pesquisadores holandeses e apresentado no 1º Global Entrepreneurship Monitor (GEM) Conference, deste ano, em Berlim, na Alemanha.

A taxa de mulheres empreendedoras saltou de 29%, em 2000, para 46%, em 2003, o que corresponde a mais de 6 milhões de mulheres que ocupam posição de comando em muitas empresas.
Segundo Eduardo Bom Angelo, professor de empreendedorismo do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec) e presidente da Brasilprev, , que participou da análise dos dados do estudo, a presença das mulheres se dá sobretudo no setor de prestação de serviços.

Bom Angelo acredita que esse fato está relacionado ao crescimento desse setor na economia brasileira, que participou de 57% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional em 2003.

Dentro de serviços, o setor imobiliário é o que mais se destaca. Dados paralelos indicam que, em 2001, existiam mais de 620 mil empresas imobiliárias no país. No ano seguinte, o setor passou a contar com mais de 50 mil novas empresas, registrando um aumento de 7%, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em países como Índia e Argentina, o empreendedorismo feminino também alcança números recordes.

Segundo o estudo, a participação das mulheres nos negócios é maior nos países em desenvolvimento, pois a necessidade financeira é o que leva as mulheres ao empreendedorismo, ao contrário dos países desenvolvidos, onde as mulheres buscam mais uma oportunidade de trabalho.

De acordo com Bom Angelo, um dos principais fatores que impulsiona a mulher a optar pelo seu próprio negócio é a possibilidade de dispor de mais tempo para cuidar da família e dos filhos. Esse é o caso de Ana Virgínia de Araújo Pinto, de 27 anos e mãe de uma filha de um ano e nove meses.

À frente da confecção Cotton Up há dez anos, ela coordena uma fábrica de peças para moda fitness e três lojas em Vila Velha, no Espírito Santo e uma em Brasília.

Ana Virgínia prefere a vida de microempresária por ter maior flexibilidade no horário de trabalho e dispor de ter mais liberdade na hora de tomar as decisões na empresa. ¿Tenho a possibilidade de errar e acertar com base exclusiva na minha experiência¿, diz.

Para Marli Silvia Duobles, 37 anos, o nascimento de sua fábrica de calçados infantis, a Bicho do Pé, há 12 anos, foi quase como uma brincadeira de criança.

Formada em Pedagogia, Marli começou produzindo chinelos artesanais para conhecidos, nos fundos da loja de tintas de seu pai, em São Paulo. As encomendas foram crescendo, e Marli decidiu abandonar a pré-escola onde lecionava para se dedicar exclusivamente ao novo negócio.

Atualmente, a pequena fábrica Bicho do Pé produz 400 pares de calçados por dia. ¿Hoje em dia, a mulher tem que dar conta de tudo: ser mãe e empresária. É uma correria¿, diz Marli, que também é mãe de dois filhos.

A vontade de deixar sua marca no mundo foi o que inspirou Chica Rosa a levar a diante um projeto idealizado desde a juventude. Rosa, aos 49 anos, é outro exemplo que deu certo. Administra a Companhia do Lacre , uma empresa que produz roupas, acessórios e artesanatos através da reciclagem dos lacres das latas de alumínio.

O trabalho é feito por mulheres carentes moradoras de Riacho Fundo, cidade satélite de Brasília. O artesanato rende até R$ 800 todo mês para cada uma.

¿Senti a necessidade de ajudar essas mulheres através da recuperação de sua auto-estima¿, diz Rosa, que nasceu no Ceará e aprendeu o ofício do artesanato com sua mãe, que era rendeira.

Rosa pretende transformar a Companhia do Lacre em uma cooperativa. ¿Para mim, o mais importante neste empreendimento é ajudar essas mulheres a lutar por uma vida melhor¿, diz.


Destaques da Loja Virtual
PANIFICADORA

Este perfil tem como finalidade apresentar informações básicas a respeito da abertura de uma Panificadora. Serão abordados assuntos relacionados ao me...

De R$8,00
Por R$6,00
Desconto de R$2,00 (25%)