SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 16/11/2004
Autor: Estado de São Paulo
Fonte: Estado de São Paulo

Feiras dão impulso aos negócios

Sebrae mostra que medo de se expor nesses eventos é infundado e que cada real investido rende R$ 2,35


Medo de ficar cara a cara com um grande empresário da concorrência. Medo de o investimento, que é alto, não ter retorno. Medo de estar defasado em relação ao que o mercado quer. São muitos os medos que afligem o microempresário quando ele pensa em expor em uma feira.

Mas especialistas e microempresários que já participaram desses eventos dizem que a feira não é um bicho de sete cabeças. "Aliás, é um ótimo lugar para conhecer cabeças que podem ajudá-lo a crescer", comenta o diretor da União Brasileira dos Promotores de Feiras (Ubrafe), Armando Campos Mello. "Além de ser o meio de promoção com o melhor custo-benefício para o microempresário."

A empresária catarinense Ana Maria Mortari, da Kathavento Artes e Utilidades, confirmou isso na prática. Em março deste ano, ela comprou um estande na Gift Fair, feira reconhecida internacionalmente no ramo de decoração e presentes para mostrar sua produção de artigos em resina. "Deu uma insegurança porque o investimento foi alto, mas o retorno valeu muito a pena."

Ana Maria conta que hoje, seis meses após a feira, ela vende 15 vezes mais que antes. "Chegamos a 20 mil peças por semestre, com picos na época das feiras." A Kathavento, que trabalha com equipe de dois a dez funcionários, atende hoje a todos os Estados do Brasil e já deve começar 2005 como pequena empresa.

E não foi só o retorno financeiro que fez valer a pena. "Exibir seus produtos em um estande é muito melhor do que levar até o cliente em uma malinha, dá mais credibilidade à empresa no mercado. Além disso, você trata diretamente com pessoas interessadas, vê o que a concorrência está fazendo e conhece tendências do setor", comenta.

As constatações de Ana Maria são as que os especialistas apontam como favoráveis à participação das microempresas. "É um lugar para ver e ser visto", diz o gerente da unidade de acesso a mercados do Sebrae-SP, Luiz Álvaro Bastos.

Segundo dados da instituição, para cada R$ 1 investido nas feiras apoiadas pelo Sebrae, o retorno é de R$ 2,35. "Dá tão certo que o número de feiras no mundo aumenta de 5% a 10% ao ano."

Mas não basta comprar um estande e esperar os negócios caírem do céu. É preciso preparar-se para o evento. "Ele deve ter pessoal treinado e focado nos objetivos da feira e um esquema de logística bem montado," adverte Anselmo Carvalho, diretor-presidente da Feiras & Cia, realizadora da ExpoSystem - uma feira sobre feiras.

"O dono da empresa sempre deve estar presente e ter clara visão dos gastos." Carvalho explica que, em média, o custo total de uma feira é 3 vezes o valor da locação do espaço. "Ele saber exatamente qual será seu gasto real."

Outro ponto favorável é o contato olho no olho. "O brasileiro gosta do contato pessoal, é hospitaleiro e tem jogo de cintura. A feira é um ambiente adequado para isso," opina Carvalho.

O diretor comercial Aurelio Pelagio, da Ice Mak, uma fabricante de máquinas de sorvete, conhece bem essas dicas. Ele vai levar a Ice Mak a uma feira pela primeira vez, porém já passou pela experiência dez vezes com sua outra empresa, a Picoleteira, hoje uma fábrica de médio porte.


DICAS PARA UM BOM DESEMPENHO


Conselhos úteis do Sebrae e da Ubrafe


ADEQUAÇÃO: Escolha uma feira que foque na sua área de atuação

CONHECIMENTO: Visite o evento,converse com o promotor e outros participantes

OBJETIVO: Trace as metas que pretende alcançar em prospecção de clientes, novos contatos e negociações

PRODUTOS: Defina que produtos ou serviços pretende expor e sempre reserve novidades para lançar durante o evento

CAPACITAÇÃO: Prepare-se com antecedência para atender à demanda da feira e do pós-feira

STAND:O espaço deve mostrar exatamente a cara da empresa, seja ela jovem, clássica, colorida ou neutra

DIVULGAÇÃO: Faça malas-diretas informando seus clientes atuais da sua participação no evento e prepare flyers especiais para divulgação durante a feira.Também tenha uma boa quantidade de cartões para distribuir aos novos contatos

EQUIPE: Nada de expositores cabisbaixos. Todos no estande devem estar apresentáveis, com boa postura e boa comunicação.A presença do empresário essencial

MERCADO: Não perca a oportunidade saber o que a concorrência está fazendo em termos de produto, serviço e preço. Observe também novas tendências

PEDIDOS: Não decepcione os contatos feitos após todo o esforço.Atenda a todos os pedidos dentro do prazo combinado.


Destaques da Loja Virtual
LAN HOUSE

Este perfil tem como finalidade apresentar informações básicas a respeito da abertura de uma Lan House. Serão abordados assuntos relacionados ao merca...

De R$8,00
Por R$6,00
Desconto de R$2,00 (25%)