SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 26/01/2005
Autor: CLOVIS CASTELO JUNIOR
Fonte: FOLHA DE SÃO PAULO

Inteligência competitiva: porte não impede ações estratégicas

Munido de informações sobre o setor, empresário antecipa-se à concorrência

Imersas na sociedade do excesso de informação, as empresas buscam ter uma imagem mais nítida do mosaico que se forma à sua frente. Nesse cenário, a inteligência competitiva (IC) surge como um método para tentar reduzir a incerteza e minimizar os riscos para os tomadores de decisão.

Trata-se de um processo que envolve a coleta de informações estratégicas para a empresa -que podem ser tanto um serviço diferente prestado pelo concorrente como uma alteração no produto sugerida por um cliente, ou a descoberta de um software novo que melhora a produção, por exemplo-, seguida da seleção de quais delas são realmente importantes para o negócio.

Para finalizar, já que o objetivo principal é sempre trazer melhorias concretas à firma, o empresário deve avaliar qual a maneira mais eficaz de aplicar as inovações detectadas no produto ou no serviço em questão.

Interesse
Ainda incipientes no Brasil (chegaram ao país em 1997), as técnicas de IC estão concentradas nas multinacionais. Entretanto novos interessados têm surgido, e esse movimento pode ser medido pelo número de associados da Abraic (Associação Brasileira dos Analistas de Inteligência Competitiva), que, em 2002, possuía cerca de 260 membros. "Em 2004, chegamos a quase mil", calcula a especialista Elaine Marcial, diretora da entidade.

Segundo a SCIP (sigla em inglês para Sociedade dos Profissionais de Inteligência Competitiva), técnicas de IC como a análise do perfil de concorrentes e de seus pontos fortes e fracos podem alcançar índices de eficiência e acerto de 52,4% e 63,1%, respectivamente.

Ao alcance dos pequenos
As ferramentas de inteligência competitiva também estão ao alcance das pequenas e médias empresas. Mais vulneráveis que as grandes, elas podem se beneficiar dos princípios da IC para descobrir novos negócios, por exemplo.
"Uma alternativa viável para as pequenas é juntar-se em grupos ou em associações de classe para formar sistemas de inteligência competitiva setoriais, com custos compartilhados e benefícios acessíveis a todos", diz Elizabeth Gomes, professora do Crie (Centro de Referência em Inteligência Empresarial, da Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Até mesmo o empreendedor individual pode usar a seu favor essas ferramentas e, o melhor, sem grandes investimentos ou custos adicionais. Basta, segundo os especialistas, agir com disciplina.

"A atividade [de IC] é intuitiva. Todo mundo sempre faz de alguma forma. O feirante que olha a barraca do vizinho é um caso", afirma o consultor Fernando Domingues, da Mentor Consulting.
O sócio da paulistana Acces- scom Informática, André Morgado, é um dos que estão de olho na movimentação do mercado e, para isso, costuma trocar idéias com seus concorrentes.

"Procuro conhecer a tendência de preços praticada pela concorrência", afirma o empresário. Mas não só isso. O outro objetivo é conhecer e agregar inovações no relacionamento com os clientes, que é, segundo ele, o seu grande diferencial competitivo.

"Tento dar um atendimento de qualidade para fidelizar o cliente. Isso faz com que o preço seja secundário", afirma Morgado.

Na frente da concorrência
"O diferencial surge quando o empreendedor faz dessa tarefa algo periódico, a cada 15 dias, por exemplo", aponta Domingues, da Mentor Consulting.
É importante manter um registro do que os concorrentes estão fazendo -seja numa planilha eletrônica, seja num caderno.
"Ao pequeno empresário interessa mais acompanhar o que acontece ao seu redor, com seus concorrentes e com a clientela, e as mudanças nas leis que terão um impacto direto no negócio", explica Gomes, do Crie-UFRJ.
Saber qual e que tipo de informação é necessária é essencial. Para isso, o empreendedor deve conhecer bem o seu negócio, saber o que mais o preocupa e quais dados precisa conhecer e acompanhar mais de perto.

Abraic: www.abraic.org.br; Crie: http://portal.crie.coppe.ufrj.br/; Scip: www.scip.com


Destaques da Loja Virtual
CONEXÕES EMPREENDEDORAS: ENTENDA PORQUE VOCÊ PRECISA USAR ....

Conexões empreendedoras apresenta uma perspectiva diferenciada de possibilidades e aprendizados ao leitor, revelando caminhos a serem trilhados e cont...

R$23,00