SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 02/03/2005
Autor: Jornal do Commércio
Fonte: Jornal do Commércio

Ações direcionadas, como mala direta, têm os melhores resultados

A propaganda nas pequenas empresas

A Wall Street Institute, escola de inglês criada por três professores em Salvador, na Bahia, definiu que seu diferencial seria a oferta de aulas em horários flexíveis, conforme a agenda do aluno. Optou, então, por propaganda de baixo custo e direcionada: mala direta na fila do cinema. Antes de assistir ao filme, as pessoas recebiam um folder com a frase "Tente assistir o filme sem ler as legendas". No final, recebiam outro panfleto: "E aí, gostou do filme? E do seu inglês?". Em 45 dias de campanha, 30 alunos se matricularam na escola.

- A grande sacada da estratégia foi fazer uma projeção realista para o tamanho do negócio - avaliou o publicitário Stalimir Vieira. O caso da Wall Street Institute foi apresentado, ontem, durante o seminário Comunicar e Crescer, promovido pela Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap/Rio). Prova que a propaganda pode trazer ganhos para os pequenos empresários.

- Quando o empreendedor não desenvolve e divulga sua marca está começando do zero todo dia. O consumidor pode até gostar do produto e serviço, mas não lembrará da empresa nem saberá como recomendá-la para outras pessoas. É preciso criar referências próprias para a experiência de consumo que proporciona aos seus clientes - recomendou o publicitário Stalimir Vieira, que já atuou em agências como DPZ e DDB.

Segundo o profissional, a marca resume em um único símbolo a reputação que o empresário constrói todos os dias. "Mesmo uma pequena empresa deve estar sistematicamente na mídia e, simultaneamente, proporcionar uma experiência de consumo agradável", observou Vieira, alertando que esse investimento traz resultados positivos a médio e longo prazo.

- O empresário também deve estar preparado para cumprir o que promete na estratégia de comunicação. Se não proporcionar uma experiência positiva, o investimento em publicidade terá um efeito negativo - avisou o publicitário. "Vender barato não é suficiente. Sem amparo emocional, o consumidor avalia a experiência de compra como ruim. É só ter mais dinheiro que deixará a empresa", exemplificou Vieira.

A propaganda ideal, afirmou o publicitário, deve expressar conceitos absolutamente verdadeiros sobre a marca e enaltecer seus diferenciais. "Antes de aprovar uma campanha, o empresário deve avaliar se ela chama a atenção, desperta interesse, gera iniciativa, surpreende, estabelece afinidades e enaltece benefícios", listou.


Destaques da Loja Virtual
GUIA DO FRANQUEADO: LEITURA OBRIGATÓRIA PARA QUEM QUER COMPRAR ..

O Guia do Franqueado não fala superficialmente de franchising, mas analisa com profundidade como você pode ser bem-sucedido por meio deste moderno sis...

R$38,00