SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 27/06/2005
Autor: Rodrigo Gallo
Fonte: Jornal da Tarde - SP

Agora pode ser a melhor hora para montar um negócio

Pesquisa elaborada pelo Sebrae, demonstra que as condições de emprego e consumo estão favoráveis para que novos empreendedores abram uma micro ou pequena empresa

Se você estava pensando em deixar de ser funcionário para abrir um negócio próprio, talvez este seja o momento certo. De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), há uma série de condições favoráveis para se criar um empreendimento, como crescimento de emprego e aumento da massa salarial.

Segundo pesquisa realizada pelo Sebrae, no primeiro trimestre de 2005, março foi um mês recorde para as micro empresas de São Paulo. Naquele mês, o setor apresentou alta no faturamento de 3,4%, em comparação com os últimos 12 meses. Além disso, os lucros de março foram 16,1% maiores do que em fevereiro.

De acordo com o coordenador da pesquisa, Marco Aurélio Bidê, as condições do mercado de trabalho e a margem de consumo da população estão crescendo. "Não estamos dizendo que o setor de micro e pequenas empresas está um paraíso. Mas esse ritmo de melhora é muito positivo e a taxa de crescimento é boa", disse com otimismo.

O superintendente do Sebrae em São Paulo, José Luiz Ricca, também estimula os interessados em abrir o próprio negócio. "Esse é o ano da pequena empresa", contou.

Porém, embora existam diversas condições favoráveis para iniciar um negócio próprio em 2005, é necessário a pessoa tomar uma série de cuidados para não se dar mal e ir à falência. A principal forma de evitar problemas é justamente procurar ajuda especializada como o Sebrae.

Afinal, é preciso saber que há uma série de dicas importantes que os novos empresários precisam saber. "Muitas pessoas montam empresas na base do entusiasmo. Mas é necessário um bom planejamento para não correr riscos", contou Ricca. Muitas empresas não conseguem prosperar, por exemplo, pela falta de preparo dos empreendedores. Segundo o Sebrae, cerca de 37% das micro e pequenas empresas fecham as portas depois de dois anos de funcionamento. Porém, a cautela não quer dizer que seja tão difícil conquistar um lugar no mercado. Um exemplo positivo é o da paisagista Gislene Mesiara, que desistiu da carreira para montar a própria empresa.

Em um semestre positivo para os microempresários, o setor que mais apresenta condições de crescimento é o comércio, sobretudo os segmentos de vestuário, calçados, perfumaria e farmácia. Outra área promissora para este ano é o setor de prestação de serviços. Quem está pensando em abrir um negócio pode encontrar ajuda com o Sebrae. Basta acessar o www.sebraesp.com.br ou ligar para o telefone 0800-780202.


Destaques da Loja Virtual
PIZZARIA

Este perfil tem como finalidade apresentar informações básicas a respeito da abertura de uma Pizzaria. Serão abordados assuntos relacionados ao mercad...

De R$8,00
Por R$6,00
Desconto de R$2,00 (25%)