SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 29/06/2005
Autor: Sebrae
Fonte: Sebrae

Pequenas no comércio exterior

Parceria entre Sebrae e Infraero promete reduzir custos

Pequenas e microempresas que pretendem vender a produção para o exterior podem contar também com os serviços da Infraero para realizar o transporte das mercadorias. Uma parceria entre o Sebrae e a Infraero facilita o acesso dessas empresas a mercados externos via vôos charter, ou seja, vôos fretados.

De acordo com Jorge Rincón, assessor da presidência do Sebrae Nacional, o serviço em parceria com a Infraero vem sendo disseminado junto a pequenos empresários por meio de eventos, palestras, cursos e participação em feiras de negócios. "É importante que cada vez mais pequenas empresas conheçam outros métodos de exportação para que as vendas externas sejam impulsionadas", defende. Segundo Rincón, a parceria com a Infraero amplia o leque de transporte de cargas das pequenas empresas para o exterior.

O superintendente de Logística de Carga da Infraero, Luis Gustavo da Silva Schild, diz que o serviço começou a operar porque foi detectado que muitos desses vôos fretados voltavam para seus países de origem com os porões praticamente vazios. "Vimos, então, mais um canal para que as pequenas empresas consigam exportar", disse.

Luis Gustavo Schild informou que, em média, cada vôo suporta até 20 toneladas de cargas, que não estavam sendo utilizadas. Ele avalia que cargas com alto valor agregado e que precisem de agilidade e baixo custo de transporte são o perfil do pequeno produtor e são ideais para esse tipo de serviço. "O preço cobrado pelo quilo da carga num vôo regular gira em torno de US$ 1,5 e num vôo fretado chega até US$ 0,75", explicou.

Os vôos mais usados para levar as mercadorias para o exterior são os provenientes do Nordeste. De acordo com Luis Gustavo, 32 terminais de carga em todo o País possuem esse serviço e dispõe também de rastreamento de carga online, tanto no envio quanto na recepção, nacional ou internacional, da mercadoria. Com esse serviço é possível monitorar a carga.

Os destinos mais procurados são Portugal, Holanda, Alemanha e Espanha que recebem produtos brasileiros como artesanato feito em renda, flores, pescados, cachaça e frutas (mamão papaia, abacaxi).

A Infraero trabalha também com tarifa única de US$ 0,03 o quilo para o tempo máximo de três dias de armazenamento de carga, que inclui refrigeração ou energia elétrica para manutenção de container frigorificado.

Outra facilidade é para pequenas empresas reunidas em arranjos produtivos. Para esse público, é oferecida uma tarifa com até 30% de desconto, a partir de fidelidade e freqüência no envio das mercadorias. Os empresários interessados no serviço podem procurar um dos 32 terminais de carga da Infraero em todo o País.


Destaques da Loja Virtual
MARKETING NA ERA DO NEXO

Um livro realista nas análises, corajoso nas abordagens e surpreendente nas propostas que repassa ao leitor. Um guia prático de marketing para fazer p...

R$20,00