SEBRAE/SC - Artigos para MPE's

 
  Data Inclusão: 22/07/2005
Autor: Agência Brasil
Fonte: Agência Brasil

Franquias representam 1,7% do PIB brasileiro

A palavra não é muito conhecida, mas, com certeza, você já viu muitas delas pelas áreas comerciais de sua cidade. Toda vez que algum empresário aluga uma marca para vender um produto ou serviço está participando de uma franquia.

Com um faturamento anual de R$ 32 bilhões, o sistema de franquias representa hoje 1,7% da soma de todas as riquezas do país, o chamado Produto Interno Bruto (PIB). E o setor ainda cresce: teve expansão de 9% no ano passado e, para este ano, projeta-se um crescimento de 10%. Os números são da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Ao contrário do que se pensa, 90% das franquias são nacionais. Geram, em média, 30 mil empregos diretos por ano e são, pelo menos, 804 redes operando no país, com 59 mil pontos de venda ou de serviço.

Mundialmente, o Brasil é o sexto colocado nesse mercado. Na sua frente estão Estados Unidos, Japão, China, Filipinas e Canadá. Para Ricardo Toledo de Camargo, diretor-executivo da ABF, este é um mercado vantajoso e mais seguro que o do empreendedor individual. Ele explica que, enquanto uma empresa convencional tem uma taxa de sucesso de 45%, o índice de fechamento de empresas franqueadas é de apenas 2,5% ao ano.

''Naturalmente, que o investimento na franquia é muito mais seguro, em função de toda a estruturação que a empresa tem que ter, de toda a assessoria prestada ao franqueado'', afirma. A média de retorno do investimento é de dois a três anos. No entanto, para que o retorno seja o previsto, Toledo alerta que o interessado em abrir uma franquia deve levantar o total de capital de que dispõe, para investir inicialmente menos de 50% do valor total do negócio.

Mesmo que a franquia seja um investimento mais seguro, o empresário não deve empregar mais do que a metade dos recursos na abertura do negócio. A dica é de Ricardo Toledo de Camargo, diretor-executivo da Associação Brasileira de Franchising (ABF). ''Naturalmente, que o investimento na franquia é muito mais seguro, em função de toda a estruturação que a empresa tem que ter, de toda a assessoria prestada ao franqueado'', diz.

Segundo dados da ABF, a média de retorno do investimento é de 24 a 36 meses. No entanto, para que o retorno seja o previsto, Ricardo alerta que o interessado em abrir uma franquia deve levantar quanto tem de capital para investir inicialmente menos de 50% do valor total.

''Com as taxas que nós temos no Brasil, se financiarmos mais que 50% do valor total do investimento, o retorno e a possibilidade de ganhos mensais ficam muito complicados''. As taxas são muito altas e não propiciam retorno ao negócio no nível devido. O ideal é verificar qual a disponibilidade financeira para fazer o investimento adequado,'' ressaltou.


Destaques da Loja Virtual
EU QUERO SER EMPRESÁRIO ... RICO!

Você sabe por que a maioria das empresas brasileiras sobrevive, mas não enriquece? Sabia que Deng Xiaoping ergueu na China, há quase trinta anos, a ba...

R$33,00