Oportunidades de Negócios

 
  Data Inclusão: 06/02/2007
Autor: Jornal do Commércio

Pequena fábrica de biscoitos: produção artesanal é o destaque

Investimento inicial para pequena fábrica de biscoitos vai de R$ 5 mil a R$ 12 mil

No mercado mundial, os fabricantes brasileiros de biscoitos estão em 11º lugar na produção da iguaria. A Região Sudeste é a maior consumidora desse tipo de alimento, abocanhando 43% de toda a produção nacional, de acordo com dados da Associação Nacional da Indústria de Biscoito (Anib). A produção dos amanteigados, por ser um processo artesanal e que requer capital inicial baixo, é uma oportunidade para o pequeno empreendedor, que pode atender lojas de conveniência, padarias, delicatessens e mercados. O aporte para quem deseja começar o negócio pode variar de R$ 5 mil a R$ 12 mil numa área mínima de 13 metros quadrados.

Em 40 fábricas de pequeno porte em São Tiago, a 200 quilômetros de Belo Horizonte, Minas Gerais, cerca de 1 mil pessoas trabalham na produção de biscoitos. Hoje o carro-chefe é a "torradinha", como é conhecido o biscoito de polvilho na região. Desde abril de 2005, o Sebrae/MG implantou o Projeto de Alimentos Artesanais em parceria com Associação dos Produtores de Biscoitos de São Tiago (Assabiscoito). O trabalho segue a metodologia da Gestão Estratégica Orientada para Resultados (Geor), que fundamenta os projetos setoriais apoiados pelo Sebrae em todo o País, e tem como objetivo melhorar a qualidade dos produtos, além de incentivar a união entre os empresários para que o setor também se fortaleça. Para alcançar essas metas, a instituição tem investido em cursos de capacitação nas áreas gerenciais, de produção e de atendimento.

PRODUÇÃO ARTESANAL. O processo produtivo das fábricas ainda é essencialmente artesanal: fornos à lenha, amassadeiras e cilindros são os recursos tecnológicos comuns à maioria das empresas. Os biscoitos são enrolados manualmente e são raras as empresas que possuem equipamentos um pouco mais avançados, a exemplo de fornos à lenha com turbinas elétricas, para controlar o calor e garantir o crescimento uniforme dos biscoitos.

Para a produção de uma fábrica de pequeno porte, o maquinário é simples e, dependendo da marca, pode sair por R$ 4 mil. Com esse valor, é possível adquirir fogão doméstico e forno industrial, com termômetro, balança, assadeiras de alumínio e freezer. A farinha, principal matéria-prima básica, é comprada de representantes de indústrias das cidades vizinhas a São Tiago.

Há pouco mais de um ano, com investimento de R$ 5 mil, o mineiro Arnaldo Lucas de Almeida passou de vendedor de biscoitos a produtor. "Aproveitei o crescimento do setor para melhorar a minha renda como dono do próprio negócio", conta. À frente da Delícia de Minas, o pequeno empreendedor revela que numa área de 13 metros quadrados, com quatro funcionários, consegue produzir 22 tipos de amanteigados doces com recheios de goiaba, coco e chocolate. A produção mensal da fábrica é de cerca de 3 mil pacotes. "Quem for entrar nesse mercado, deve saber que vai enfrentar trabalho duro", diz o produtor, que cumpre expediente de 10 horas diárias.

Entre 80 e 100 toneladas do produto são fabricados mensalmente naquele município, de acordo com estimativas da Assabiscoito. "Tudo que é produzido, é vendido", informa Maurício Malta Teixeira, gestor do projeto Fábrica de Biscoitos de São Tiago da unidade do Sebrae de São João del-Rei.

Região Serrana do Rio também abriga fábricas

No estado do Rio, Petrópolis e Nova Friburgo, na Região Serrana, são grandes produtores de biscoitos amanteigados, abastecendo o comércio da capital fluminense. Desde 1989, Paulo Rodolpho Fendeler tem como rotina estar pontualmente às 7h com a mão na massa na Biscoitos Amanteigados de Friburgo, onde ao longo dos anos tirou o sustento da sua família. No final do mês, atinge produção de 5 mil pacotes de biscoitos amanteigados de 200 gramas e consegue lucro líquido de R$ 2,5 mil. "É preciso gostar muito para tocar a fábrica todos esses anos. Posso dizer que tenho amor pelo que faço", declara. Trabalhando num espaço três vezes maior do que o mineiro Almeida, Fendeler diz que busca no Rio as geléias para rechear os biscoitos. "Os fabricantes cariocas entregam aqui a farinha e os outros ingredientes", garante. O produtor faz a entrega pessoalmente para os 40 supermercados e delicatesses na capital fluminense e Niterói. Mas ele diz que um sistema de distribuição dos produtores facilitaria o trabalho dele. "Os empresários têm medo de se misturar; por isso ainda não existe nenhum projeto para distribuição e compra da matéria-prima em conjunto", complementa. Para quem pretende começar o negócio, o friburguense sugere que comece oferecendo os biscoitos de porta em porta e diz que, se o produto for de qualidade, naturalmente a divulgação boca-a-boca faz ganhar a clientela. "Comecei dessa maneira e acredito que ainda é uma maneira eficaz para entrar no mercado", defende o empresário. Em Petrópolis, Antônio Lúcio Lopes conta que não pretende expandir a Amanteigados da Godoy porque investe emescala mais artesanal com qualidade melhor. "A maioria dos produtores usa água na fabricação do biscoito amanteigado, eu uso leite e fujo das essências. Nos salgados, por exemplo, uso o alho e a cebola in natura", ressalta. O empreendedor, que vende os biscoitos numa loja anexa à fábrica, afirma que os turistas são o público-alvo. "Vendo o pacote de 200 gramas a R$ 2,50, enquanto quem vende para o atacado oferece o produto pela metade do preço", compara.


Raio x

Fábrica de biscoitos

Investimento inicial: de R$ 5 mil a R$ 12 mil
Faturamento médio mensal: de R$ 6 mil a R$ 30 mil
Margem de lucro: 10% a 15%
Tempo de retorno do investimento: 6 meses
Número de funcionários: 4 (dois masseiros, um forneiro e um empacotador)
Área: de 13 metros quadrados a 40 metros quadrados

Risco: baixo, devido ao produto ter abrangência para o consumo, independentemente de classe social, e o empreendimento não exigir capital inicial elevado. Existe espaço de mercado considerável já que o produto abre uma frente bastante convidativa.

Risco: empresas e Thais Helena de Lima Nunes, professora de engenharia de produção da Pontifícia Universidade Católica (PUC/Rio), Thais Helena de Lima Nunes.

Serviço

Amanteigados da Godoy, 0xx-24 -2245-4957
Assabiscoito, 0xx-32 3376-1636
Anib, 0xx-11 3251-3455
Biscoitos Amanteigados de Friburgo, 0xx-22-2542-2085
Delícias de Minas, 0xx-32-3376-1175
PUC/RJ, 0xx-21-3527-1001
Sebrae/MG, 0xx-31-3371- 9085

Fonte: Jornal do Comércio


Destaques da Loja Virtual
TURISMO RELIGIOSO - V.9

A proposta desta publicação é mostrar ao empreendedor que existe um mercado bastante grande lá fora, mas que é necessário estruturar bem a comunidade ...

R$10,00