Oportunidades de Negócios

 
  Data Inclusão: 27/11/2008
Autor: Raquel Rezende

Empreendedores que implantam tecnologias limpas...

...se destacam economicamente

A sustentabilidade empresarial e o empreendedorismo inovador para a busca de tecnologias renováveis serão referência para as corporações nos próximos anos

A urgência de uma nova atitude empresarial e as bases para uma mudança em escala global no meio ambiente foram assuntos destacados por Ron Pernick, fundador da empresa americana de consultoria Clean Edge, em palestra realizada na Eco Power Conference, evento de energia renovável e sustentabilidade que termina hoje (21), em Florianópolis (SC).

De acordo com Pernick, é preciso cada vez mais explorar e usar matérias-prima e fontes de energia renováveis, além de aprender com a natureza a não jogar nada fora. "No ano 2000, quando comecei a trabalhar com tecnologias limpas, só existiam 20 respostas no Google sobre o assunto, hoje podemos encontrar até 1 milhão. Isso mostra que o meio ambiente se tornou um assunto central", comenta.

O autor do livro A Revolução das Tecnologias Limpas lembra que o presidente eleito dos Eua, Barack Obama, sinalizou que as questões climáticas e a tecnologia verde serão prioridades no seu governo. "Se isso se cumprir, mudanças significativas serão percebidas em um período de um a dois anos", avalia. Segundo ele, as corporações também vão aderir às tecnologias limpas por conta da exigência cada vez maior de consumidores, que buscarão produtos que usem energia limpa. "Algumas grandes empresas como a Toyota, a General Eletric (GE) e a Sharp já investem fortemente neste tipo de tecnologia", conta.

Pernick defende que a energia eólica é um mercado considerável para ser explorado pelas empresas do mundo todo como uma forma de implantação de tecnologias renováveis. E conforme dados divulgados pela Organização das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEP - United Nations Environment Programme), a energia eólica atraiu, em 2007, um terço de toda energia limpa do mundo, representando cerca de US$ 50,2 bilhões. "O custo da energia limpa está diminuindo e deve se equiparar ao da energia tradicional", prevê Pernick.

Cobrar impostos pela emissão de carbono e diminuir sua emissão, aumentar os Padrões de Portfólio Renováveis dos países em 25% até 2025, avaliar como está sendo produzido os biocombustíveis e incluir taxas menores de crédito para implantação de tecnologias limpas são ações sugeridas por Pernick para que as empresas possam produzir de forma mais limpa. "Qualquer país que consiga ter padrões de fontes renováveis vai ficar em excelente posição economicamente", enfatiza.

Pernick ressalta ainda que para a mudança acontecer é necessário capital cooperativo para investimento em tecnologia limpa, criação de locais regionais de energia limpa e a mudança de direção dos subsídios governamentais para que sejam destinados ao desenvolvimento de novas tecnologias. "O século 21 marcará a virada para a tecnologia verde. Essa é a tendência", conclui.

Sobre Ron Pernick

Trabalhou ativamente com três importantes áreas da tecnologia: telecomunicações, Internet e tecnologia limpa. Integra a Cúpula do Investidor em Tecnologias Limpas, que é responsável pela criação e manutenção dos índices de sustentabilidade empresarial relacionadas às energias limpas produzidas nos Estados Unidos. Também é professor sobre empreendedorismo e inovação em tecnologia limpa, no curso de Administração da Universidade de Portland, nos EUA.

*Os textos aqui apresentados são extraídos das fontes citadas em cada matéria, cabendo as fontes apresentadas o crédito pelas mesmas.

Fonte: Empreendedor


Destaques da Loja Virtual
CONFECÇÃO DE LINGERIE

Este perfil tem como finalidade apresentar informações básicas a respeito da abertura de uma Confecção de Lingerie. Serão abordados assuntos relaciona...

De R$8,00
Por R$6,00
Desconto de R$2,00 (25%)