Oportunidades de Negócios

 
  Data Inclusão: 13/09/2002
Autor: Jornal do Commércio

Lojas para instalação de película protetora, alarme e som

Reflexos da falta de segurança

Encontradas, praticamente, em cada esquina da cidade, as lojas que comercializam aparelhagem de som, alarmes e películas protetoras para imóveis e veículos enfrentam uma concorrência acirrada. Montar um estabelecimento que ofereça a venda e o serviço de instalação representa investimento que oscila entre R$ 60 mil e R$ 70 mil para reunir as três modalidades em um único espaço. Impulsionado pela insegurança das grandes cidades, o mercado é farto em oferta e demanda de alarmes e da película protetora.

Para a consultora do Sebrae-RJ Thais Helena de Lima Nunes, o negócio oferece risco médio, mas exige alguns cuidados para evitar problemas. Dispor de produtos e mão-de-obra de primeira pode evitar reclamações futuras, que acabem obrigando o lojista a uma retratação e a ter que refazer o serviço.

- Além disso, com tanta concorrência, aconselho a loja a apresentar um diferencial, que pode ser a execução do serviço na empresa ou residência do consumidor. Eu mesma ainda não coloquei a película protetora no meu carro por absoluta falta de tempo e seria ótimo contar com esta comodidade - observa.

A Millenium Film, em Cascadura, Zona Norte, surgiu há três anos, no embalo da procura acelerada da película solar. Dono da loja, Marcos Paulo Caetano da Silva aplica o produto em veículos e imóveis, especialmente empresas. O mais usado em carros é o de transparência média.

Mulheres são a maior parte da clientela

- O temor de ser vítima de assaltos e seqüestros é o que leva as pessoas a procurar a proteção. A maior parte da clientela é formada por mulheres que, se sentindo mais vulneráveis a investidas criminosas quando estão sozinhas ao volante, optam por dificultar a visão do interior do veículo - afirma Silva.

O produto é vendido em rolos de 45 metros quadrados. Na Millenium, que funciona com três empregados em área de 50 metros quadrados, o serviço em carros varia de R$ 90 a R$ 200 (carros importados). Para os imóveis, o preço do metro quadrado é fixado em R$ 20. Nas residências e empresas, utiliza-se o modelo espelhado que, segundo Santos, filtra em 75% os raios do sol, sem escurecer o ambiente.

Para fazer face à concorrência, a Ricar Status Auto Som reuniu no mesmo espaço de 100 metros quadrados a venda e aplicação da película, som e alarmes para veículos. A estratégia garante um bom movimento na loja, que funciona em Madureira, Zona Norte da cidade. Sócia do estabelecimento, Leidimila da Silva Santos reclama da deslealdade do mercado.

- O pior não é a quantidade de pessoas prestando o mesmo serviço. O mais grave é a falta de profissionalismo porque, no caso da película, o que existe é uma disseminação de serviço a preço baixo e de má qualidade. O consumidor deve estar atento para não embarcar em uma furada - ressalta a empresária.

A instalação de som e alarmes para veículos na loja de Cascadura corresponde a 30% do movimento. O restante é por conta da aplicação da película protetora, que movimenta até 60% das vendas. O preço médio do som instalado é de R$ 120 (rádio/toca-fita) e R$ 480 (CD), com quatro alto-falantes. De acordo com a sócia da Ricar Status, com R$ 60 mil a R$ 70 mil, é possível montar loja para operar neste segmento. Um espaço de 100 metros quadrados e três funcionários são suficientes para tocar o negócio, que exige controle rigoroso dos custos.

- A clientela é boa, mas sem um controle absoluto das despesas fica difícil operar a loja sem entrar no vermelho. O que mais procuram é a colocação da película, em carros ou residências e escritórios. No caso dos imóveis, a preocupação é proteger tapetes, cortinas, móveis e equipamentos dos raios solares. Os alarmes também são bem vendidos. Os que mais pedem a instalação são os taxistas e os proprietários de kombis - salienta.

Consumidor e lojista devem ficar atentos à determinação do Detran quanto ao uso da película. A aplicação do produto segue normas quanto ao nível de visibilidade. Assim, a película deve garantir visibilidade de 75% no pára-brisa, 70% nos vidros laterais e 50% no vidro traseiro.

SERVIÇO
Millenium Film, 3684-9505
Ricar Status Auto Som, 2481-6258
Sebrae-RJ, 0800-782020 ou thais@ind.puc-rio.br

RAIO X

PELÍCULA PROTETORA, ALARME E SOM
>> Investimento inicial: R$ 60 mil a R$ 70 mil
>> Área: 100 metros quadrados
>> Funcionários: 3 a 5
>> Faturamento médio mensal: não fornece
>> Rentabilidade: 20% do faturamento
>> Risco do negócio: médio, na avaliação da consultora do Sebrae-RJ Thais Helena de Lima Nunes
Fonte: empresas

Marca Insulfim adere ao franchising

O insulfilm é formado por uma película de proteção descartável, adesivo, pigmento de alta performance, resina de ultravioleta, dupla lâmina de poliéster e resina anti-risco. O produto foi desenvolvido especialmente para o clima brasileiro pela Insulfilm do Brasil e fabricado pelo processo OEM (Original Equipment Manufactures), que recebe a marca Insulfilm no Brasil há duas décadas. O produto não é vendido em rolos (Window Film) e sim em vários tamanhos acabados, pronto para ser aplicado. A quantidade mínima para ser revendida pelo lojista é de 32 unidades, com preço mínimo de R$ 47.

A empresa luta contra a comercialização indevida da marca, já que o nome virou sinônimo da película e costuma ser anunciado em mercadoria não originais. Usar a marca sem a devida autorização pode custar caro ao empresário. Até agora, 1.370 comerciantes foram notificados e iniciadas 280 ações indenizatórias pelo uso indevido de marca registrada e de perdas e danos com valores variando de R$ 30 mil a R$ 80 mil.

Para combater a prática, a empresa decidiu entrar para o franchising. A primeira loja neste modelo - loja Big - foi inaugurada em São Paulo e tem capacidade para atender a 100 veículos por dia. A empresa quer mais unidades em áreas próximas ao centro da cidade. A expectativa é abrir de 700 a mil unidades no Brasil, inaugurando, em média, quatro lojas por mês.

A franquia Insulfilm do Brasil será comercializada em três modelos: pequena, média e grande, com investimento que varia de R$ 100 mil a R$ 220 mil. A taxa de franquia vai de R$ 50 mil a R$ 100 mil.

SERVIÇO
Insulfim do Brasil, 0xx-11-3879-7900

RAIO X

>> Investimento inicial: R$ 100 mil a R$ 220 mil
>> Taxa de franquia: R$ 50 mil a R$ 100 mil
>> Taxa de royalties: 3% sobre as compras
>> Taxa de publicidade: 6% sobre as compras
>> Área: 150 a mil metros quadrados
>> Funcionários: 7 a 30
>> Faturamento médio mensal: entre R$ 80 mil e R$ 400 mil
>> Rentabilidade: 20%
>> Unidades: 1
>> Risco do negócio: médio, na avaliação da consultora do Sebrae-RJ Thais Helena de Lima Nunes

Fonte: Jornal do Comércio


Destaques da Loja Virtual
MARKETING NA ERA DO NEXO

Um livro realista nas análises, corajoso nas abordagens e surpreendente nas propostas que repassa ao leitor. Um guia prático de marketing para fazer p...

R$20,00