Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Gestão
Finanças
30 jan. 2020

Como aumentar o lucro da sua empresa com a gestão de indicadores?

Cada empresa possui suas metas e objetivos, mas no fim, todas elas querem lucrar, certo? Afinal, esse é um dos grandes propósitos de se empreender. Para a conquista do lucro, no entanto, é preciso ter um planejamento bem definido, não só dos objetivos a serem conquistados, mas da maneira como eles serão atingidos. É aí que entra a gestão de indicadores, uma ferramenta que auxilia os empreendedores a ter o controle da empresa, não somente da situação atual mas também da situação futura a que se pretende chegar.  

Com a gestão dos indicadores, é possível identificar falhas no negócio, acertos e pontos para aprimoramento. Corrigindo tudo que não estiver de acordo com as metas, ou até modificando as próprias metas, dependendo do que mostrarem os indicadores, sua empresa ficará cada vez mais forte, competitiva e, claro, lucrativa.

Gestão de indicadores: um raio-x da sua empresa

Para ter o controle de todos os segmentos de sua empresa, é preciso escolher os indicadores corretos. Isso é basicamente o que faz a gestão de indicadores: seleciona os indicadores chave de uma organização e os monitora constantemente, a fim de obter uma imagem profunda do que está acontecendo na empresa, de forma neutra, sem a atuação dos envolvidos. Esses indicadores chave também são chamados de KPI (key performance indicators) e cada empresa cria os seus, de acordo com seu planejamento estratégico.

Assim, de período em período, o empreendedor faz uma avaliação da situação em relação à situação desejada da empresa, tendo uma base de informações objetivas para identificar problemas e definir novas prioridades. Para melhor ilustrar esse processo, vamos listar abaixo algumas categorias de KPI, e exemplos:

  • Indicadores de produtividade: Corresponde ao uso dos recursos da empresa versus entregas. Exemplos: quantas horas um funcionário precisou trabalhar para a fabricação de um produto ou quantas horas uma máquina precisou estar ligada para a fabricação do produto.
  • Indicadores de qualidade: Avaliam o quanto os processos estão ou não dentro das conformidades. Por exemplo, quantas avarias um produto sofreu em relação ao nível de aceitação estabelecido.
  • Indicadores de capacidade: Medem a capacidade de um determinado processo, como quantos produtos uma máquina consegue embalar durante um período pré-determinado.
  • Indicadores financeiros: Mensuram como estão as finanças em relação às metas, como por exemplo, qual é a porcentagem de lucro do faturamento total.

Lembrando que todos esses indicadores são comparativos, ou seja, somente serão relevantes se comparados entre períodos e em relação ao objetivo estipulado.

Gestão de indicadores e aumento da lucratividade

A gestão de indicadores irá avaliar periodicamente a sua empresa. Se o seu propósito maior for o aumento do lucro da sua empresa, você precisará aumentar sua produtividade e o faturamento, entre outros quesitos. E como fazer isso? Estipulando metas e indicadores e acompanhando esses números.

Existem indicadores de processo e indicadores de resultado. Ambos são importantes para atingir o objetivo final. No caso do aumento do lucro, será preciso aumentar as vendas, certo? Para aumentar as vendas, os vendedores terão que se esforçar mais. Uma meta nesse caso seria aumentar o número de visitas de vendedores a clientes em X% ao mês. Esse indicador, de quantos porcento a mais de visitas foram feitas, seria um indicador de processo. Já o indicador de resultado seria quantas vendas a mais foram realizadas. E assim por diante.

Para cada indicador (e meta) de resultado, você precisará estabelecer uma série de indicadores (e metas) de processo. Mas isso não pode ser feito de qualquer forma. É preciso pensar muito bem no objetivo. Não se pode estipular objetivos inatingíveis. Em uma época de crises e contenções de gastos, por exemplo, provavelmente um aumento de 100% da lucratividade em um ano será algo intangível. E a partir do objetivo, escolher os indicadores corretos. 

Você entendeu como a conquista de um objetivo, como o aumento do lucro, está fortemente ligada à escolha de metas e indicadores? Quer saber mais sobre como colocar sua empresa na situação que você deseja? Conheça o PGA - Programa de Gestão Avançada, do Sebrae. Clique aqui e saiba como ele funciona!

 

Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse sua conta!