Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Marketing
24 jun. 2021

Gestão de preço para produtos digitais

Com as restrições determinadas devido à pandemia, os pequenos empreendedores precisaram desenvolver uma nova gestão de preço. Isso foi importante para que pudessem, mesmo com a crise, continuar atraindo os clientes para realizar compras, principalmente quando se refere a produtos digitais. No entanto, muitos ainda sentem dificuldade para cumprir essa tarefa, afinal, o preço deve tanto trazer vantagens para seu negócio, quanto ser atraente para seus consumidores. Veja ao decorrer deste texto o que é preciso para desenvolver uma boa gestão de preço e conquistar um público ainda maior!

O que considerar antes de definir o preço de venda de um produto digital?

Antes de pensar em definir o preço de venda propriamente dito, é preciso ter ciência de que ele pode influenciar diretamente os resultados que irá obter. Isso ocorre, pois ele precisa, ao mesmo tempo, ser lucrativo e promover uma certa competição no mercado. Se ele for muito baixo, poderá não cobrir todos os custos que terá com a divulgação e com a produção dos mesmos. Por outro lado, se o preço for alto, suprirá suas necessidades quanto aos gastos, mas não irá chamar tanto a atenção dos clientes. Além disso, diversos outros fatores precisam estar envolvidos, na hora de se realizar essa tarefa. Assim, procure considerar os seguintes pontos antes de pensar em precificação:
  • defina com seus colaboradores, como será a forma de atendimento, fornecendo informações claras sobre o funcionamento do negócio;
  • envie um comunicado aos seus clientes, para falar sobre as estratégias utilizadas para melhor atendê-los;
  • procure agregar mais valor e serviços aos seus produtos, de modo a se aproximar ainda mais de seus clientes;
  • utilize seus canais digitais (redes sociais), para promover seus produtos;
  • permita que seus colaboradores divulguem seus produtos nas redes sociais, como uma espécie de influenciadores digitais, de modo a garantir que ajam como consultores e que uma gama maior de consumidores se aproximem dos itens;
  • aposte em seus colaboradores para criar novos produtos e serviços, os quais poderão ser oferecidos assim que houver uma melhora na crise causada pelo COVID-19;
  • veja quais são as novas necessidades de consumo de seus clientes, para que consiga ousar e inovar no mercado.

Atribuindo preço de venda aos produtos digitais

O primeiro passo para se conseguir definir um bom preço de venda é estar ciente das diferenças entre produtos digitais e físicos. Para precificar um produto físico, é necessário:
  • calcular os custos com produção;
  • saber quais e quantos insumos foram utilizados;
  • descobrir qual foi o custo com ações de marketing;
  • definir qual será o lucro desejado;
  • calcular o acréscimo de outras variáveis que resultarão no valor adequado.
No entanto, quando se fala em produto digital é preciso saber que um mesmo item pode ser vendido quantas vezes quiser, sem que seja preciso produzir uma série do mesmo material. Assim, é preciso verificar qual a percepção de valor que os clientes terão sobre o que está sendo ofertado e os custos com produção propriamente ditos. Para isso, é preciso analisar as condições internas, ou seja, as que seu próprio negócio possui; e externas, que têm relação com a forma como o público percebe o valor oferecido. Com isso, é fundamental que você conheça a fundo sua persona, sabendo exatamente quem deseja atingir, quais suas necessidades e como poderá atendê-la da melhor maneira possível. Pense que, além de considerar os fatores já citados e as demais variáveis, é preciso que você produza algo capaz de agregar valor à vida dos clientes. É necessário ainda que se note a importância que seu público dá ao que desenvolveu, tomando como base os benefícios oferecidos. Mas para descobrir tudo isso, é imprescindível realizar uma pesquisa de mercado aprofundada. Outro fator muito importante é entender a diferença entre preço e valor e também descobrir de verdade o que é um lucro líquido. Veja!

Preço e valor têm significados diferentes

Depois de conhecer todas estas informações, é preciso que saiba que preço e valor possuem significados diferentes. Enquanto o preço está relacionado com o custo que o cliente terá para adquirir determinado produto digital, o valor se relaciona com os benefícios que o item trará para sua vida.

Lucro líquido

Quaisquer produtos fabricados precisam ter em sua precificação, a margem de lucro que se deseja obter. Mas para isso, é preciso descobrir o lucro líquido, que se trata do cálculo sobre seu faturamento total menos os gastos que teve com a produção e com as demais despesas. A boa notícia é que os produtos digitais não necessitam de uma produção e custo de execução contínuo, permitindo que se tenha um aumento gradativo do lucro líquido. Ou seja, a tendência é que ele aumente gradativamente, conforme for realizando novas vendas.

Conheça nossos materiais

Se você está empreendendo no mercado digital, saiba que o Sebrae/SC oferece uma série de materiais, entre artigos e eBooks, para lhe ajudar em sua jornada. Alguns deles são: Caso tenha ficado com alguma dúvida, não deixe de entrar em contato com nossos consultores na Central de Atendimento!   Imagem: canva.com
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou faça seu login!