Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Gestão
21 jan. 2020

Gestão Estratégica Empresarial: como organizar processos e tomar decisões precisas?

Sua empresa está crescendo e você está perdendo o controle de suas metas, objetivos e até de suas finanças? As coisas vão acontecendo no dia a dia e você não consegue parar para organizar melhor seus processos e adotar posicionamentos estratégicos? Pois saiba que isso é mais comum do que você pensa, já que muitas vezes o dia a dia atropela o empreendedor e a gestão estratégica empresarial é deixada de lado.

No entanto, a gestão estratégica empresarial é fundamental para o sucesso de uma empresa. Ter objetivos claros, saber para onde se quer ir, como se quer ir, com quem e quanto se quer ganhar, entre outros pontos, são questões importantes para se tomar decisões bem-sucedidas. E há apenas uma maneira de ter esse controle: criando metas e indicadores de desenvolvimento da empresa em seus diversos setores. 

Qual é o papel dos indicadores na gestão estratégica empresarial?

A gestão estratégica empresarial é o processo que orienta as ações da empresa, consistindo em três etapas: planejamento, implementação e mensuração. Seu objetivo é direcionar o comportamento da organização rumo a suas metas e objetivos. Muitas empresas acabam realizando as duas primeiras etapas e se esquecendo da terceira, que, de fato, é a mais importante, já que relata se a empresa está ou não no caminho planejado.

Essa mensuração é realizada por meio de indicadores, que podem ser considerados os grandes aliados dos empreendedores. Eles servem para medir a diferença entre a situação atual da empresa e a situação desejada, sendo essenciais na gestão estratégica empresarial. Afinal, só se mede o que se define, e só se define o que se compreende. 

Mensurando corretamente os processos da empresa, cria-se uma base de informações objetivas para identificar problemas, definir prioridades e decidir pela manutenção das metas, sua reavaliação ou sua mudança, para alcançar objetivos ainda mais desafiadores.

Mas como se criam indicadores?

Os indicadores são formados a partir dos dados disponíveis da empresa. Dados são conhecimentos simples sobre alguma coisa, sem ter passado por nenhum tratamento. Por exemplo: o valor de uma nota fiscal. Quando somamos dados, obtemos informações como o valor do faturamento mensal da empresa (soma de todas as notas fiscais do mês). Já a comparação de duas informações formam um indicador. Vejamos exemplos abaixo:

  • (Faturamento do mês anterior / faturamento do mês atual) x 100: Taxa de variação do faturamento em percentual, ou seja, no mês atual sua empresa faturou X% a mais que no anterior.
  • (Lucro líquido anual/receita total do ano) x 100: Índice de lucratividade, ou a porcentagem do quanto a empresa lucrou emrelação ao faturamento.

Os principais indicadores de uma empresa variam de acordo com o segmento e os objetivos de cada organização. Eles são chamados de KPIs (key performance indicators, ou indicadores-chave de desempenho), sendo geralmente subdivididos da seguinte forma:

  • Indicadores de produto;
  • Indicadores de processo;
  • Indicadores de produtividade;
  • Indicadores operacionais;
  • Indicadores de qualidade;
  • Indicadores de capacidade;
  • Indicadores de lucratividade;
  • Indicadores de rentabilidade;
  • Indicadores de competitividade.

Dentro dessas subdivisões existem os indicadores de resultado e os indicadores de processo. Exemplificando: um indicador de resultado seria o quanto a sua empresa vendeu em determinado período. Já um indicador de processo seria quantas ligações os vendedores fizeram para possíveis compradores.

Assim, para criar indicadores você precisa ter metas, que são traçadas no planejamento da gestão estratégica empresarial. Para cada meta é preciso criar indicadores de resultado e, para cada indicador de resultado, indicadores de processo. A quantidade de indicadores vai depender do tamanho de seu negócio, das possíveis variáveis e outros quesitos. No entanto, não basta apenas criá-los, é também preciso avaliá-los constantemente para verificar se suas metas estão ou não sendo cumpridas e tomar decisões para a conquista dos seus objetivos.

Entendeu como funciona a gestão estratégica empresarial e qual é o papel dos indicadores no sucesso de sua empresa? Quer saber mais sobre o assunto e obter ajuda para traçar estratégias e indicadores em seu negócio? Conheça o programa PGA, do Sebrae!

Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse sua conta!