Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Transformação Digital
Empreendedorismo
Finanças
04 abr. 2022

O que são criptomoedas e quais as oportunidades para pequenos negócios

Em um mundo cada vez mais digital, algumas tendências vieram para encantar as pessoas e ocupar um espaço nunca imaginado. O mercado de criptomoedas, por exemplo, tem se mostrado muito mais promissor aos empreendedores e consumidores, que o de investimentos tradicionais na bolsa de valores, o que tem chamado a atenção de investidores de todo o mundo.

Atualmente o bitcoin é a criptomoeda mais conhecida e mais negociada no mundo, mas, existem cerca de 5.000 moedas digitais além dele, utilizadas em pagamentos, transações e investimentos.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Visa, cerca de 30% das pequenas empresas em nove países, incluindo o Brasil, planejam aceitar moedas digitais como forma de pagamento em 2022. Da mesma forma, 13% dos consumidores esperam que as lojas de varejo ofereçam meios de pagamentos com criptomoedas.

Continue lendo este artigo e saiba como as criptomoedas podem trazer oportunidades para os pequenos negócios!

O que são criptomoedas

Criptomoeda é um tipo de dinheiro totalmente digital, sem relação com nenhum governo e sem nenhum tipo de regulação oficial, a tornando diferente de ativos como o ouro e de moedas como dólar, euro e real, por exemplo.

É uma forma de dinheiro eletrônico que pode ser transferido sem intermédio de instituições financeiras e cujas transações ficam registradas na blockchain, um enorme banco de dados no qual todas as negociações ficam guardadas. Toda a estrutura de transações é baseada em uma rede independente de instituições estatais.

A primeira criptomoeda nos moldes como conhecemos hoje foi criada em 2008, pelo pseudônimo de “Satoshi Nakamoto”, mas, em 1983 já havia uma moeda digital chamada “ecash”.

O que são os criptoativos

Os criptoativos são ativos digitais protegidos por criptografia (uma ferramenta de segurança que que garante o sigilo e a segurança de dados). São uma representação digital de valores transacionados, como as criptomoedas.

Criptomoedas no Brasil

As criptomoedas também estão ganhando força no Brasil:

→ Os brasileiros movimentaram R$ 127 bilhões em criptomoedas em 2020 (Câmara de Notícias, 2021).

→ O total de declarantes de criptoativos na Receita Federal cresceu mais de seis vezes entre dezembro de 2019 e abril de 2021, passando de 94 mil para 617 mil pessoas físicas (Câmara de Notícias, 2021).

→ O Bitcoin já é o terceiro investimento preferido entre os brasileiros (Hashdex, 2021). → Em março de 2021, 1.019 empresas já aceitavam criptomoedas como forma de pagamento para seus produtos e/ou serviços no Brasil (Statista, 2021).

Criptomoedas: oportunidades para pequenos negócios

Ainda de acordo com a pesquisa da Visa, uma boa parte das pequenas empresas entrevistadas em todo o mundo relataram que aceitar novas formas de pagamento é fundamental para o crescimento dos negócios. Para as micro e pequenas empresas, oferecer novas formas de pagamentos digitais e a opção de criptomoedas, pode ser o diferencial para que clientes optem por elas.

Em 2021 a Visa lançou um cartão de criptomoeda no Brasil e o uso desses cartões atingiu US$ 2,5 bilhões no primeiro trimestre fiscal de 2022, o que significa que essa adoção está aumentando significativamente. Em julho, a empresa já havia informado que o uso de cartões vinculados a criptomoedas tinha atingido US$ 1 bilhão nos primeiros seis meses.

A tendência é que essa procura seja cada vez maior por consumidores, trazendo mais uma oportunidade de fidelização de clientes aos empreendedores.

O que é dito a respeito das criptomoedas nas redes sociais?

Agora que você já sabe mais sobre o assunto, já parou para pensar o que as pessoas comentam sobre criptomoedas nas redes sociais? Entre reclamações, elogios, piadas e dicas sobre investimentos, há muitos insights a serem descobertos ao analisar essas publicações.

O Observatório de Negócios do Sebrae/SC analisou o que é falado sobre criptomoedas nas redes sociais. Essa pesquisa buscou identificar quem fala a respeito, qual o conteúdo abordado nas publicações, quais os tipos de usuários que se interessam sobre o assunto e, ainda, outras descobertas que você pode conferir acessando esse link!

Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse sua conta!