Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Empreendedorismo
29 set. 2016

Pesquisa de mercado: como saber se um nicho vale a pena?

Começar um negócio sem fazer uma pesquisa de mercado é como viajar sem roteiro certo, pode até dar certo mas você provavelmente vai enfrentar muitos contratempos. A pesquisa de mercado serve para direcionar as ações do empreendedor. O estudo ajuda a entender o comportamento de compra do cliente, as estratégias dos concorrentes, a demanda para determinado nicho, entre outros fatores.

O que é pesquisa de mercado

O estudo visa a coleta de dados dos consumidores, concorrentes ou fornecedores para clarificar decisões e solucionar problemas. Funciona assim: o empreendedor observa, questiona, registra, classifica, analisa e apresenta objetivamente todos os dados coletados. As informações podem incluir hábitos, comportamentos, atitudes, valores, necessidades, opiniões e motivações. Esses fatores variam de acordo com atividades econômicas, sociais, políticas e cotidianas.

4 motivos para fazer uma pesquisa de mercado

Se você deseja validar a viabilidade de uma ideia ou responder questões importantes do seu negócio, a pesquisa de mercado é essencial. Veja abaixo motivos para começar a sua ainda hoje:

1. Conhecer o público-alvo

Para saber se um mercado vale a pena, você precisa, antes de mais nada, identificar um público. Quem vai utilizar seu produto ou serviço? Saber quem será o seu potencial cliente vai ajudar a saber como vender seus produtos e serviços, além de fidelizá-los ao longo do tempo.

2. Cometer menos erros

Pesquisar o mercado é uma das melhores formas de evitar perdas e erros futuros, já que se você conhece onde e como vai investir fica mais difícil cometer falhas previsíveis.

3. Descobrir novas oportunidades de negócio

Por mais que você tenha um conhecimento empírico (senso comum) acumulado sobre seu negócio, não dá para tomar decisões apenas baseado em experiências. Com a pesquisa, você poderá descobrir um diferencial, alguma característica relevante do público, um novo segmento de negócio e assim por diante.

4. Estudar a concorrência

Saber quais são os principais erros e acertos da concorrência vai ajudar a replicar experiências positivas e não cometer erros que outros cometeram. Assim você economiza tempo, dinheiro e sai na frente dos concorrentes.

Questões respondidas em uma pesquisa de mercado

Ao decidir por fazer uma pesquisa de mercado, a primeira dúvida que surge é: que tipo de estudo fazer? A escolha depende de vários fatores, como os o tipo de informação que você quer, quem é o público-alvo e, claro, prazo e orçamento disponíveis. Existem dois tipos principais:
  • Qualitativa: se você quer conhecer a percepção dos clientes em relação ao seu mercado, sem quantificá-los.
  • Quantitativa: utilizado quando quando o empreendedor precisa levantar indicadores numéricos no mercado. Por esse motivo, segue critérios estatísticos rigorosos.
Seja qual for o modelo escolhido, há algumas questões importantes a serem levantadas quando você está começando um negócio:
  • Existe mercado para o produto ou serviço em questão?
  • O mercado está em crescimento, estagnado ou em decadência?
  • Qual é o público-alvo?
  • Quais são as necessidades e dores desse público?
  • Quais as maiores dificuldades para entrar nesse mercado?
  • Quais são os preços praticados pela concorrência?
  • Quem são os concorrentes diretos e indiretos?
  • Quais os diferenciais entre os concorrentes?
  • Quem são os principais fornecedores?
Depois que você tiver as respostas, é hora de analisá-las e ponderar se vale a pena entrar no mercado pretendido. Além disso, você também pode utilizar os resultados da pesquisa para planejar estratégias, no caso de seguir em frente com sua ideia de negócio. A pesquisa de mercado é uma ferramenta acessível para qualquer empresa, já que existem muitas maneiras (algumas gratuitas) de aplicá-la. Lembre-se: não substitua um estudo de mercado pela intuição ou feeling. Você já fez alguma pesquisa de mercado? Quais as maiores dificuldades que enfrentou? Comente!
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou faça seu login!