Está quase na hora!

Faltam 05 minutos para o seu agendamento. Prepare-se!

Ir para Meu Espaço
Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Vendas
Marketing
18 jul. 2022

Como criar um site de vendas para sua empresa

As vendas pela internet tiveram um grande crescimento nos últimos anos. De acordo com um levantamento realizado pela Neotrust, o e-commerce brasileiro registrou um faturamento recorde em 2021, totalizando mais de R$ 161 bilhões, um crescimento de 26,9%. Foram 353 milhões de entregas, com valor médio por compra de R$ 455,00.

A realidade atual exige uma presença digital de qualidade para que micro e pequenos negócios continuem competitivos no mercado. Os consumidores buscam cada vez mais por praticidade, agilidade e excelência no atendimento e na procura por produtos e serviços, tornando as compras pela internet grandes aliadas para o sucesso de muitos negócios.

Quanto a isso, o site é um dos melhores canais de vendas e comunicação entre a marca e o cliente. Isso porque mesmo quando as vendas não são feitas online, o cliente tem acesso a informações importantes, como formas de contato, endereço, produtos, área de atuação, CNPJ, entre outros, antes mesmo de realizar a compra.

Praticamente todos os clientes estão na internet e os futuros clientes também podem encontrar os negócios através dela. O site faz esse intermédio no meio online, apresentando as soluções e informações, como um cartão de visitas para a marca.

A plataforma é um ambiente seguro para a empresa e proporciona ao empreendedor total domínio das informações inseridas naquele local. Além disso, o site possibilita a obtenção de dados importantes, como quantidade de acessos, quais são as páginas mais interessantes para o público, frequência de compra, produtos mais vendidos, ticket médio, entre outros.

Separamos algumas dicas de como criar um site de vendas para sua empresa! Confira:

8 Passos para criar um site de vendas e relacionamento com os clientes

O site de vendas é um canal de relacionamento com o cliente. É por meio desse portal que o consumidor pesquisa informações sobre sua empresa, produtos e serviços. Por isso, o ambiente deve transmitir confiança e ter todas as informações que o público julga como necessárias.

Outros aspectos também influenciam no uso e na importância desse canal. A seguir, conheça um passo a passo com pontos que devem ser considerados ao criar um site de vendas:

1. Defina os objetivos do seu site

O site funciona como a vitrine da sua loja, facilitando a comunicação e transmitindo os valores da sua empresa para o cliente. Você pode ter um site institucional, com o objetivo de apenas falar sobre a sua empresa, contar sua história, registrar seus feitos, apresentar os produtos ou serviços, informar os canais de contato, entre ouros. Mas, você também pode vender online. Nesse caso, seu site será um e-commerce e precisará oferecer um ambiente seguro para compras, considerando que o cliente vai inserir as informações pessoais e financeiras, entre outros dados.

Além disso, um e-commerce necessita de um bom sistema de gestão. Esse painel te ajudará a organizar o estoque da loja online, gerenciar os pedidos, acompanhar as vendas e mais uma série de recursos fundamentais. Antes de contratar uma plataforma, é necessário entender como é o processo de expedição, transporte e logística reversa no e-commerce e estar preparado para lidar com os fatores que podem afetar a logística do comércio eletrônico.

2. Registre um domínio

O registro do domínio é o ponto inicial na construção de um site. O domínio é o nome do seu site. Em geral, as empresas utilizam o próprio nome nos domínios, dessa forma, transmitem maior confiança para o cliente que vai ter certeza que está no local correto. O site da Coca Cola, por exemplo, é www.cocacola.com.br. Você acharia estranho se fosse www.cocarefrigerante.com.br, não é mesmo? Afinal, a Coca Cola é uma marca com diversos produtos.

Porém, nem sempre é possível criar um domínio com o nome exato da empresa, principalmente se o nome é bastante comum. Nesse caso, você pode utilizar um nome aproximado ou uma abreviação. No blog da Hostgator, especializada em registro de domínios, há um conteúdo completo, com todas as informações técnicas e importantes para o registro do seu domínio.

3. Escolha a plataforma para o seu site

A escolha da plataforma vai influenciar em diversos aspectos técnicos e funcionais do seu site, a começar pelo próprio domínio. Um domínio é formado pelo nome da empresa, seguido da extensão “com” e do código do país, .br, .us, .uk, etc. Uma plataforma gratuita vai adicionar o nome da sua marca antes do nome da plataforma, por exemplo: “suamarca”.wordpress.com.br. Além de não transmitir profissionalismo, as plataformas gratuitas são limitadas, não garantem segurança ao ambiente, podem cair com o pico de acessos dos usuários, e apresentarem diversas outras restrições.

Imagine a seguinte situação: você lança um produto em seu site, divulga nas redes sociais, o site recebe muitos acessos e a plataforma deixa de funcionar por não suportar aquele volume de acessos. Situações como essa são muito desagradáveis, deixam o cliente inseguro e impedem o fechamento de vendas. Como falamos no primeiro tópico, um e-commerce também deve ter um ambiente para administrar as vendas da loja. Assim, deve ser hospedado em um portal seguro para as vendas e para os seus clientes.

4. Invista em conteúdo de qualidade para seu site

Seu site deve ter as principais informações sobre a sua empresa, contar a história da marca, informar os produtos ou serviços, mostrar alguns de seus feitos, conquistas e ter as informações de contato. Esse é o conteúdo básico, mas você pode inserir mais informações e imagens, sempre com o cuidado de não deixar o site muito carregado e com informações que podem confundir o público.

Invista apenas no necessário e observe como os clientes vão interagindo com o conteúdo e se demonstram interesse em outras informações. Mantenha o seu cliente sempre informado e acompanhe os indicadores de performance do seu site.

5. Crie boas descrições sobre os produtos

Além de todas as informações básicas sobre sua empresa, o e-commerce deve ter bons conteúdos sobre os seus produtos. No e-commerce não há vendedores auxiliando o cliente, por isso a descrição dos produtos é um apoio às vendas. São os textos de descrição que vão informar sobre as características do produto, salientar os pontos fortes e tirar as dúvidas do cliente. Na hora de criar essas descrições, faça pesquisas e testes para entender quais são as informações mais interessantes a serem destacadas. Descubra quais são os termos que os clientes utilizam quando pesquisam por um determinado produto e utilize nas descrições de forma equilibrada. Você também pode criar um blog e publicar avaliações sobre os produtos, como utilizar, quais as vantagens em adquirir, entre outros conteúdos que serão interessantes para o cliente.

6. Crie uma identidade visual para o seu site

A identidade visual envolve as cores da marca e o logotipo. São elementos que representam a marca e estimulam a identificação pelo cliente. A identidade visual é um tipo de comunicação construída por um profissional de design, que vai estudar uma série de informações sobre a sua empresa e criar uma identidade que a represente.

Diversas plataformas, pagas ou gratuitas, oferecem modelos de layout pronto e você só adiciona as informações sobre a sua empresa. É uma opção vantajosa para quem não pode investir em um site personalizado, porém, há o risco de ter outros sites utilizando o mesmo layout.

O profissional também vai avaliar o peso das informações e quanto influenciam na usabilidade do seu site, outro aspecto fundamental para um bom site de vendas. Quando o site demora muito a carregar, pode fazer com que o usuário desista e vá procurar outra empresa. Por isso, a navegação deve ser rápida e simples.

Fotos, música, textos e outros elementos podem tornar o carregamento das páginas mais lento. O layout deve ser simples, sem muitos efeitos ou imagens pesadas. Além disso, as informações devem estar bem distribuídas para que o usuário encontre o que precisa de forma rápida.

7. Seja mobile friendly ao criar um site de vendas

“Mobile friendly” é o termo usado para denominar se um site é amigável para dispositivos móveis. Ou seja, se foi desenvolvido para ser acessado em celulares ou tablets. O celular é uma das principais formas de acesso à internet no Brasil e ter um site “mobile friendly” se tornou uma necessidade.

O cliente deseja acessar o site sem precisar ajustar o layout para encontrar as informações e sem encontrar dificuldades ao clicar nos links ou ver as imagens no celular. Para quem vende online, essa característica pode influenciar nas compras, pois a maior parte dos usuários de internet utilizam o celular na hora das compras.

8. Invista em estratégias de marketing

Depois de criar o seu site, você vai precisar investir em estratégias de marketing para divulgá-lo e atrair novos clientes. As redes sociais podem te ajudar nessa etapa, por serem ferramentas essenciais de vendas. O envio de e-mail marketing, produção de marketing de conteúdo em blogs e Youtube e o investimentos em mídia paga também pode garantir futuras vendas.

Definir estratégias inovadoras para atingir os clientes e utilizar ferramentas adequadas para promovê-las, pode fazer toda a diferença para atingir os resultados almejados. O Sebrae/SC conta com uma série de cursos e soluções que vão te ajudar na execução dessas tarefas.

O Sebrae também oferece atendimento pelo site, WhatsApp ou Salas do Empreendedor.

Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse sua conta!