Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Setores
Comércio varejista
Empreendedorismo
21 mar. 2022

Saiba como ter sucesso no comércio varejista de vestuário e acessórios em 2022

Segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as vendas do comércio varejista fecharam o ano de 2021 com um crescimento de 1,4% em relação a 2020. Este foi o quinto ano consecutivo de resultados positivos para o setor do varejo.

Em 2022 o varejo cresceu 2,5% em janeiro, segundo o Índice Cielo de Varejo Ampliado (ICVA), sendo o terceiro mês seguido de alta nas vendas, favorecidas pelo abrandamento de medidas de isolamento.

Ainda de acordo com dados de outro levantamento do ICVA, em 2021 o aumento das vendas online foi significativamente maior que 2020. Somente no período do Natal, houve crescimento de 38%.

Mas, sabemos que muita coisa mudou durante a pandemia e que o comércio foi um dos setores que mais sentiu os efeitos da crise. O comércio digital foi o grande protagonista no setor de consumo durante este período e foi uma maneira de evitar o fechamento de negócios. Contudo, mesmo assim muitas das pequenas e microempresas tiveram de fechar as portas por conta da queda das vendas.

A expectativa é que o varejo físico se recupere em 2022, mas será necessário investir em múltiplos canais de vendas para se manter no mercado.

Confira 4 tendências para o comércio varejista:

1. Presença digital em redes sociais e e-commerce

A pandemia já fez com que micro e pequenos empreendedores do varejo reinventassem sua forma de comercializar os produtos. Apesar de muitas não terem conseguido, a presença em redes sociais, e-commerce e outros meios digitais foi responsável por muitas empresas manterem as portas abertas durante os dois últimos anos. E em 2022 não será diferente. As empresas que querem ter sucesso no novo varejo, precisam atuar nos meios online oferecendo também a estrutura física aos clientes. Investir em tráfego pago e no trabalho de influenciadores digitais para divulgar os produtos e serviços, também pode auxiliar no alcance do consumidor.

2. Estratégia omnichannel

A estratégia omnichannel tornou-se essencial para os resultados positivos alcançados pelo setor do varejo. O e-commerce é extremamente vantajoso para as vendas varejistas, mas, não pode ser o único foco de investimento. As lojas físicas ainda são muito buscadas por consumidores. A estratégia omnichannel foca na integração dos canais físicos e online em toda a jornada de compra, incluindo a qualidade de atendimento ao consumidor.

3. Coleta e análise de dados

É muito importante conhecer os clientes, entender as preferências, frequência e potencial de compras, entre outros dados relevantes. Entender o perfil do consumidor é uma estratégia assertiva e inteligente para oferecer produtos direcionados ao que ele deseja. Hoje existem vários indicadores que podem ser aplicados em e-commerce, por exemplo, para a coleta e posterior análise de dados.

4. Métodos de pagamentos digitais

Um grande diferencial para pequenos negócios do varejo, é oferecer meios digitais de pagamentos aos clientes. O pagamento via PIX e WhatsApp Pay, por exemplo, permitem mais facilidade, comodidade e agilidade nas transferências. Em pouco tempo os pagamentos por criptomoedas também se tornarão bastante comuns, então vale a pena a preparação para essas tendências.

Acompanhe as novidades e soluções em nosso Portal para ajudar a gerenciar seu negócio em 2022.

Aproveite e acesse gratuitamente nosso curso online que aborda os 14 erros que destroem o varejo e um artigo em nosso blog que mostra como os lojistas conseguiram aumentar as vendas em meio à crise.

Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse sua conta!