Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Sistema de Inteligência Setorial
Vestuário
15 nov. 2017

Setor têxtil: como fazer da informação uma estratégia para o negócio

O conhecimento obtido através da informação contida em todos os ambientes é a maior estratégia que um empresário pode adotar para a organização. Iuri Cristofolini é proprietário de uma confecção têxtil em Blumenau, Santa Catarina, e enxergou no Sistema de Inteligência Setorial (SIS) uma forma de se preparar para as tendências que estão entrando no mercado, fazendo o uso dos estudos que aliam informação com dicas estratégicas para o negócio. Iuri está no mercado têxtil há dois anos, porém a alta competitividade nas importações e a elevação das datax de juros na obtenção de crédito, foram os principais fatores que o fizeram procurar por auxílio dos profissionais de Inteligência Setorial do SEBRAE/SC. O empresário buscava esclarecer se poderia investir no setor, ampliando o espaço atual ou se deveria empreender em um novo negócio. Aliviado, Cristofolini conta que "o relatório fornecido pelo SIS ajudou no esclarecimento e na confirmação de algumas questões que julgamos importantes para o futuro da confecção no Brasil. Após juntarmos as informações de nossos clientes, do mercado e do SIS, optamos pela aquisição de uma nova área próxima à filial para iniciarmos a construção de uma nova planta". O Risco de desindustrialização do vestuário brasileiro" foi o estudo solicitado pelo empresário, que pode observar que a demanda do mercado interno mantém distante o risco de desinduntrialização. Entretanto, as empresas devem investir em novas oportunidades e mecanismos para manterem-se competitivos no mercado. Os fatores que poderiam ser considerados uma ameaça pelos analistas de inteligência, são os problemas com infraestrutura, altos juros dos créditos internos e elevação dos custos de transporte. Quer acompanhar também os estudos do SIS para saber como, onde e por que investir no seu negócio? Faça como o Iuri! Cadastre-se aqui gratuitamente e entre em contato conosco!
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou faça seu login!