Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Setores
Apicultura
Comércio varejista
Turismo
Calçados femininos
Leite e derivados
Sustentabilidade
Confecções e acessórios
Sistema de Inteligência Setorial
Vestuário
Móveis e decoração
27 set. 2017

Três estratégias para fortalecer líderes internos

Dentro das organizações existe uma abundância em talentos de liderança, que por muitas vezes, são dispensados no lugar da contratação de um líder externo. Cultivar essas capacidades internamente é uma tarefa desafiadora, mas que vale a pena. Cada vez mais as empresas oportunizam o auto aperfeiçoamento para recrutar novos colaboradores, mas a estratégia de desenvolver talentos internos não costuma ser utilizada. As empresas devem se perguntar se estão preparando líderes que precisam para agora ou se são necessários para amanhã e depois também? Por isso a estratégia número um é:
  1. Transforme os líderes antes que eles acordem
Começar pelo fim, segundo a Liderança Internacional, é a regra. Em vez de deixar as coisas acontecerem com o tempo, você pode construir o futuro, fomentando-o agora. O que normalmente ocorre nas organizações é a promoção de algum funcionário para um cargo de direção sem haver destaque gerencial, apenas pela função operacional. Essa atitude pode refletir na frustração do recém-chegado ao novo cargo, pois por não possuir habilidades-chaves para liderar, dificilmente atendem às expectativas dos executivos. Isso ocorre justamente por não haver intenção para o desenvolver. O melhor caminho é preparar os futuros líderes para que estejam preparados para avançar na carreira. • Faça testes: em casos de férias e períodos pré-determinado de ocupação, designe funções temporárias de liderança à algum colaborador. Parece um risco que a empresa corre deixando grandes responsabilidades nas mãos de alguém que não possui autoridade formal, porém os resultados podem ser mais positivos do que o esperado.
  1. Aposte no talento de todos
Como não há uma maneira de prever o futuro ou, de forma mística, escolher somente aqueles que farão história e investir neles dentro das organizações, acredita e invista em todos. O que pode ser feito é uma diferenciação de quantidade de recursos para cada colaborador, mas nunca deixe um funcionário estagnado ou por conta própria. Ofereça experiências no local de trabalho para todos.
  1. Imersão é o melhor treinamento de liderança
Fugindo das salas de aula de aprendizado, inserir pessoas em contextos totalmente novos, faz com que sejam forçadas a reagir - na hora - contra um grande obstáculo ou adversário. A partir disso, avaliações podem ser feitas encontrando as falhas e acertos. Os resultados costumam se diferenciar muito das formas de treinamentos tradicionais. “As organizações precisam aprender a assumir riscos inteligentes visando o crescimento das pessoas. O desafio é o seguinte: você está disposto a investir esses recursos?”, diz Bernard Banks, professor clínico de administração e decano associado de desenvolvimento de liderança na Kellogg School. O mundo dos negócios requer sempre muita atualização e preparo para enfrentar as mudanças propostas pelo mercado. Esteja pronto! Cadastre-se no portal do SIS e baixe relatórios e boletins de tendências de forma gratuita.
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou faça seu login!