Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Empreendedorismo
28 jan. 2022

Pesquisa de Comportamento nas Redes Sociais apresenta análise sobre os perfis dos consumidores

De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em 2021 os brasileiros atingiram um recorde histórico de endividamento. Somente em agosto, 72,9% dos consumidores possuíam alguma dívida (em torno de 11,89 milhões de famílias) e a tendência é que esse número cresça ainda mais. Santa Catarina foi o estado que apresentou o menor índice segundo esses dados, com apenas 50% das famílias que declararam alguma dívida.

O cartão de crédito aparece como o principal responsável pelas dívidas para 83% das famílias. Em agosto de 2021, o índice de intenção de consumo das famílias atingiu 70,2 pontos, 6,1% superior ao mesmo período de 2020, e de acordo com a Serasa Experian, as vendas no varejo físico cresceram 10,1% no primeiro semestre de 2021, indicando a recuperação do mercado e o aumento da confiança de consumo dos clientes.

Mas, por que esses dados importam para os pequenos negócios?

O endividamento dos consumidores é um aspecto importante a ser analisado, já que é um ponto definidor para novos gastos, para a qualidade desse gasto, para elaboração de estratégias de vendas mais assertivas e para o cálculo de risco/benefício que ele representa para a empresa.

E, por ser tão importante para as micro e pequenas empresas, o Observatório de Negócios do Sebrae/SC buscou analisar as publicações que os usuários das redes sociais realizam a respeito do assunto. Continue a leitura desse artigo e saiba mais sobre o estudo!

Objetivo da Pesquisa de Comportamento nas Redes Sociais

A pergunta central da Pesquisa de Comportamento nas Redes Sociais, do Observatório de Negócios do Sebrae/SC, é o que os consumidores falam na internet antes e após as compras. A Pesquisa apresenta uma análise rica sobre os perfis dos consumidores e traz ao empreendedor insights interessantes sobre os diferentes perfis dos clientes, identificando-os como:

Gastador: faz a compra com o intuito de satisfação pessoal;

Controlado: que faz pesquisas antes de efetuar as compras;

Arrependido: que gasta fora do orçamento e se arrepende da aquisição;

“Sem dinheiro”: que mesmo sem orçamento, é movido pelo desejo de compra.

Como o comportamento do consumidor pode auxiliar os empreendedores

Vamos citar o exemplo do consumidor arrependido. Sabendo do seu perfil de consumo, é imprescindível que o produto ou serviço que seja vendido a ele, o satisfaça a ponto de não se arrepender de ter adquirido. Neste caso, o cuidado deve ser tomado durante a venda e no pós-venda, acompanhando a experiência do consumidor.

Já no caso do consumidor controlado, o empreendedor pode apostar em campanhas de marketing estruturadas e ações que envolvam benefícios para o cliente, como descontos, brindes, frete grátis, entre outros.

Etapas que envolveram a Pesquisa do Sebrae/SC

Da pesquisa à análise do material, quatro etapas foram executadas resultando em uma amostra de 1.318 publicações, cujo 98% são representadas por usuários comuns. As mulheres são as que mais comentam sobre o assunto nas redes, compondo 47% do total, já os homens somam 37% e outros 16% estão sem identificação.

Um reflexo animador da pesquisa é a qualificação das publicações, onde 92,9% das mensagens são sobre experiências positivas e elogios, somente 5,5% apresentam situações consideradas negativas. O segmento de alimentos e bebidas é o que mais tem menções, com 26,2%, sendo grande parte do recorte sobre arrependimento da compra. No universo das dívidas, 61,8% dos usuários constatam estar endividados ou que pretendem ficar endividados. Os que anunciam que quitaram as dívidas ou que pretendem quitá-las são 28,6%.

Acesse o Observatório de Negócios e confira gratuitamente a Pesquisa de Comportamento nas Redes Sociais. Aproveite e confira todas as soluções disponíveis no Portal!


Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse sua conta!