Está quase na hora!

Faltam 05 minutos para o seu agendamento. Prepare-se!

Ir para Meu Espaço
Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Setores
Turismo
Empreendedorismo
27 jun. 2022

Turismo no inverno em Santa Catarina e as oportunidades de empreender

Santa Catarina possui um grande potencial turístico durante todas as estações do ano. Por exemplo, no verão as praias e cachoeiras atraem visitantes de diversos lugares, no outono, muitos turistas são atraídos pela vindima, e no inverno, além de ir em busca de neve e geada, o estado proporciona outras opções para agraciar o frio.

Vamos iniciar com o turismo na Serra Catarinense, que tem alcançado destaque no turismo nacional, independente da época, mas com mais força no inverno, assegurando sustentabilidade financeira o ano inteiro. A Serra é formada por diversos municípios catarinenses e possui uma rica vegetação, formando lindas paisagens naturais.

Apesar de muitas pessoas remeterem a Serra como única opção de turismo na estação mais fria do ano, diversas outras cidades apresentam potencial turístico através dos costumes e a gastronomia deixados pela colonização.

Mas, como empreender em Santa Catarina aproveitando o potencial turístico do inverno?

Os micro e pequenos empreendedores podem explorar ao máximo as possibilidades de negócios no inverno, aproveitando os recursos naturais disponíveis em cada região, a cultura local e os principais produtos comercializados.

Confira 6 dicas que podem auxiliar no momento da escolha da área de atuação para pequenos negócios:

1. Turismo Gastronômico e Indicações Geográficas

Muitos turistas são atraídos para degustação de bebidas e para conhecer a gastronomia da região. Vinícolas, cervejarias, queijarias, produtoras de mel, entre outras diversas empresas fazem parte do roteiro turístico catarinense no inverno. Algumas delas inclusive, possuem o selo de Indicação Geográfica, que identifica os produtos como originários de um local, quando determinada reputação, característica e qualidade que possam lhe ser vinculadas essencialmente à sua origem geográfica.

Para os apreciadores de um bom vinho, algumas cidades catarinenses são destaque, como Campo Belo do Sul, Lages, Urubici e São Joaquim. As cervejarias estão centralizadas em outras regiões, como Caçador, Videira e Água Doce, além das regiões do Vale Europeu, Costa Verde Mar, Grande Oeste, Caminho dos Príncipes e Encantos do Sul.

Aqui surge a oportunidade de criar agências de turismo, bares, restaurantes ou prestar serviços como guia turístico, com passeios em parceria com esses lugares.

2. Turismo rural catarinense

O turismo rural é um segmento com grande potencial de crescimento em Santa Catarina. Cada vez mais as pessoas buscam viver experiências que as aproximem da cultura local. 

O cotidiano das propriedades atrai pessoas interessadas em conhecer atividades relacionadas à agricultura e manejo de animais, estar em contato com a natureza e consumir produtos artesanais. Uma das formas de empreender nessa área, é oferecer propostas de acolhimento familiar aos turistas, como refeições feitas na mesa com os hóspedes, plantio e colheita realizados em conjunto e valorização da alimentação orgânica. Atividades interativas com animais (bois, vacas, cavalos, entre outros), como ordenhas, cavalgadas, torneios e passeios de carroça, são outros atrativos a serem explorados.

Daqui, surgem ainda outras oportunidades, como hospedagem, operação e agenciamento, transporte, recepção e guiamento em visitas a propriedades rurais.

Assim, além da geração de renda extra aos produtores, o turismo rural se transforma em uma possibilidade de criação de outros negócios complementares, fomentando a economia regional por meio da criação de micro e pequenas empresas.

3. Turismo cultural

Santa Catarina oferece diversas atrações para o turismo cultural, em todas as estações do ano. O estado se destaca por ter recebido grandes levas de imigrantes italianos e alemães que marcaram a culinária, a arquitetura e a cultura em geral de diversas cidades catarinenses. Além desses povos, também recebeu açorianos, poloneses, entre outros, que também deixaram traços culturais em algumas regiões. Além da herança cultural, o estado oferece diversas opções para apreciadores da cultura contemporânea: são museus, cinemas, galerias, teatros, festivais, feiras e outras manifestações culturais para agradar a diferentes tipos de público.

Aqui surge a oportunidade de promover o contato com manifestações populares, como dança, teatro, artes plásticas, folclore, saberes e fazeres locais e práticas religiosas. A cultura também pode ser expressa por meio do artesanato, construções históricas e gastronomia. Todas essas possibilidades trazem um grande potencial para a criação de novos negócios.

4. Turismo de aventura em Santa Catarina

Em Santa Catarina, a prática do turismo de aventura é cada vez mais comum entre os viajantes que procuram o estado no inverno, pois há grande diversidade de opções e recursos naturais que favorecem essas atividades.

Aqui, as oportunidades de negócio se concentram na criação de atividades que promovam a interação com a natureza, como trilhas, observação da fauna e flora, cicloturismo, arvorismo, rapel, tirolesa, montanhismo, rafting, tirolesa, montain-bike e outras possibilidades de recreação com doses maiores de adrenalina.

5. Turismo no interior de Santa Catarina

De acordo com um estudo da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) e o Instituto Federal Catarinense (IFC), o turismo no interior do estado catarinense passou por uma elevação entre os meses de dezembro de 2021 e janeiro de 2022. Os turistas estão mais motivados pela busca por locais mais tranquilos, seguros e sem aglomerações, o que indica que a preferência histórica dos turistas locais pelo litoral catarinense está mudando, passando a abranger outras regiões e pontos turísticos do interior.

Aqui, além do potencial do turismo rural, abre-se a oportunidade para diversas cidades do interior de Santa Catarina, mostrarem seus diferenciais, culturas e capacidade turística.

6. Plataformas digitais de hospedagem

Essa é a última dica de como empreender no turismo catarinense, tanto no inverno, quanto em qualquer época do ano. Criar sistemas, sites, aplicativos entre outras plataformas digitais que promovam facilidade no autoatendimento no momento de reservar pacotes, escolher hotéis ou restaurantes, por exemplo, pode ser uma ótima opção de negócio para quem deseja empreender.

Atualmente já existem algumas soluções, mas com as inúmeras opções de turismo do estado, as possibilidades de criar novas ideias, principalmente em áreas como turismo rural e no interior, podem ser uma oportunidade de montar um pequeno negócio com mais assertividade.

Dois municípios catarinenses estão entre os 25 destinos tendência do Brasil em 2022

Recentemente o Ministério do Turismo anunciou os 25 “destinos tendência” no Brasil em 2022, regiões que oferecem natureza e muitos cenários paradisíacos para os turistas. A lista conta com duas atrações turísticas catarinenses.

A primeira é a capital, Florianópolis, que é uma das cidades mais visitadas por estrangeiros no Brasil e mistura praias, cenários praticamente rurais e muita badalação. O outro destino é o município de Praia Grande, repleto de atrações naturais, como cânions, além de balonismo e muita aventura para os turistas que gostam de esportes radicais.

Por falar em Praia Grande, ela está entre as cidades do sul de Santa Catarina que contemplam o Geoparque Mundial reconhecido pela UNESCO - Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul, que, por estar entre o mar e a serra, possui potencial turístico tanto no verão quanto no inverno. O Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul é formado por Praia Grande, Jacinto Machado, Timbé do Sul e Morro Grande e três cidades do Rio Grande do Sul (Torres, Mampituba e Cambará do Sul). A região tem grande potencial para o turismo de aventura e ao ar livre, turismo rural e turismo cultural.

Se você quiser ficar por dentro das tendências e novidades do turismo de Santa Catarina, acompanhe o Observatório de Negócios do Sebrae/SC. Caso precise de ajuda para abrir seu negócio, você pode solicitar atendimento pelo site, WhatsApp ou Salas do Empreendedor.

Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse sua conta!