Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Comércio
    Alerta
  • Comércio
  • 29 de abr. 20

Orientações para atendimento de salões de beleza

O Sebrae reuniu diversos cuidados e boas práticas para empreendedores e profissionais do segmento voltarem a receber clientes. Confira.

O Sebrae Nacional apresentou no dia 24 de abril uma série de recomendações para profissionais e empreendedores do segmento de salões de beleza durante a reabertura dessas empresas - em uma publicação criada e validada pelo grupo de colaboradores Sebrae, fornecedores, entidades representativas parceiras e empresas parceiras. O material é orientado sobretudo à saúde pública, de profissionais, gestores e clientes dos negócios de beleza e, da mesma forma, a necessidade de que o consumidor se sinta seguro.

Entre as principais recomendações estão:

Atenção aos Decretos

  • É importante levar em consideração o decreto de funcionamento vigente em cada região, e, caso exista divergência de informações entre os decretos municipais e estaduais, opte por seguir a orientação mais rígida e com requisitos orientados por entidades OPAS – Organização Pan Americana da Saúde, OMS – Organização Mundial de Saúde, Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Ministério da Saúde e Conselho Federal de Química.

Chegada de clientes e profissionais

  • Dentro do contexto da pandemia de COVID19, organize uma área de chegada para clientes e profissionais disponibilizando álcool em gel para higienização das mãos e medidas para higienização das solas do sapato como um borrifador com álcool 70%;
  • Solicite que todos os clientes estejam de máscara reutilizável própria. Caso não possuam, ofereça a opção de compra no próprio estabelecimento;
  • Oriente que os clientes, se possível, não levem acompanhantes ou animais de estimação;
  • Divulgue que os atendimentos serão feitos exclusivamente com agendamentos para evitar filas e espera.

Higienização de Superfícies e Equipamentos

  • Antes de iniciar as atividades diárias e entre atendimentos, deve-se realizar a limpeza e desinfecção química, respeitado o tipo de material, nos locais de contato do cliente, a saber: bancadas, poltronas, cadeiras, macas e afins;

Orientações para o cliente

  • Durante o agendamento, nesse período de pandemia, realizar pesquisa em caráter informativo, questionando se o cliente apresenta sintomas relacionados à COVID19, se viajou recentemente ou se pertence a algum grupo de risco;
  • Solicitar que o cliente use máscara própria ou fornecer assim que entrar no estabelecimento;
  • Indicar locais para lavagem de mãos e uso do álcool em gel distribuído nas bancadas;
  • Orientar que o cliente higienize o celular e que evite ao máximo o uso, durante a permanência no estabelecimento.

Orientações para profissionais de beleza

  • Profissionais de beleza precisam estar cientes de sua responsabilidade em minimizar a disseminação do coronavírus durante o atendimento, respeitando os protocolos recebidos.
  • Lavagem das mãos entre cada atendimento e andar com álcool gel próprio;
  • Uso de máscara reutilizável para todos e combinação de máscara reutilizável e face shield para procedimentos mais detalhados como: maquiagem, barba, depilação, estética;
  • Máscara reutilizável deve ser trocada a cada 2h ou se estiver úmida antes desse período;
  • A máscara face shield deve ser higienizada a cada troca de cliente;
  • Orientação para uso de farda branca que seja lavada diariamente, que permita o uso de água sanitária; uso de jaleco de TNT descartável trocado a cada cliente quando o serviço realizado necessite contato físico como massagem;
  • Uso de cabelo preso ou touca descartável e unhas cortadas;
  • Manter bancadas o mais livre possível, deixando sobre elas apenas instrumentos e produtos usados durante o atendimento;
  • Procedimentos realizados com luvas não substituem a lavagem e higienização das mãos;
  • Proibido o compartilhamento de itens pessoais, como maquiagem, vasilhas, talheres e celular;
  • Quanto ao adornos pessoais, permitido uso de brincos pequenos. Retirar anéis, brincos, pulseiras, gargantilhas, relógios, colares;
  • Orientar higienização dos celulares e que evitem ao máximo o uso durante a permanência no estabelecimento;
  • Dar preferência ao uso de produtos que não produzam aerossóis, como spray secante/fixador, finalizadores com pulverizador e afins;
  • Ter atenção durante o uso do secador de cabelo, posicionando o bico no sentido raiz em direção as pontas. Desta forma, diminuímos o direcionamento do vento sempre de baixo para cima mitigando a possível propagação de partículas;
  • Verificar diariamente a temperatura corporal dos profissionais.

O material traz ainda recomendações acerca de comunicação, medidas para evitar aglomerações e contaminação cruzada, destinação adequada do lixo e detalhamento em cada área/modelo de negócio.

Confira o conteúdo completo na área de Perguntas e Respostas do Sebrae.



Fonte: Sebrae - 24 de abril de 2020

Você precisa acessar sua conta para aproveitar as soluções do Sebrae! Cadastre-se ou acesse uma conta!


Gostou? Acesse agora o conteúdo completo!

Acessar Alerta!

Outros produtos relevantes

+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse uma conta!