Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Indústria
    Boletim de Tendências
  • Indústria
  • 15 de mar. 13

Boas práticas em gestão hídrica nos setores produtivos

O Brasil encontra-se abaixo da média do consumo anual per capita no mundo quando o assunto é recurso hídrico.

O Brasil encontra-se abaixo da média do consumo anual per capita no mundo quando o assunto é recurso hídrico. Entretanto, é importante destacar que em uma avaliação isolada com anos anteriores o país tem aumentado seu consumo, tendo como principal motivador a irrigação, segundo dados da Agência Nacional de Águas (ANA, 2012).

Ainda são poucas empresas preocupadas com o futuro dos recursos hídricos no Brasil e no mundo, por isso é preciso que haja maior conscientização por parte de governos e instituições ligadas ao tema. Porém, existem também os bons exemplos, são empresários que têm criado alternativas sustentáveis que unem boas práticas e economia.

Ações de empresas tanto na agricultura quanto na área urbana passam pela redução do uso de defensivos agrícolas e, consequentemente, queda no uso da água, quanto na reciclagem da água.

Um bom exemplo que consta neste relatório é o uso de água reciclada pela lavanderia Mamute, de Toritama, em Pernambuco, localizada justamente em uma região que dispõe de pouca água. Hoje, o empresário consegue que 50% de toda a água utilizada para a lavagem do jeans seja reaproveitada e engana-se quem pensa que os investimentos foram altos (FAÇA DIFERENTE, 2009).

A iniciativa tornou-se modelo para toda a região e serviu como inspiração para os órgãos ambientais.
Confira todos os dados e cases e os detalhes ao ler este relatório na íntegra.

Você precisa acessar sua conta para aproveitar as soluções do Sebrae! Cadastre-se ou acesse sua conta!


Gostou? Acesse agora o conteúdo completo!

Acessar Boletim de Tendências!

Outros produtos relevantes

+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse sua conta!