Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Comércio
    Boletim de Tendências
  • Comércio
  • 29 de mai. 13

Inspiração e design para vencer a crise que assusta a Europa

Além dos produtos de moda, como camisetas e acessórios vendidos em camelôs e sites de internet, os móveis também são alvo da produção e comercialização ilegal devido ao alto valor e forte imagem das marcas italianas

A crise econômica, que tem obrigado empresas do setor moveleiro a investir em lançamentos mais tímidos nos últimos anos, é um dos maiores desafios da Comunidade Europeia nos dias atuais. No entanto, a queda das exportações italianas nos últimos quatro anos levou a indústria moveleira daquele país a repensar sua estratégia e retomar investimentos, visando outros mercados.

Em 2013 o Salão do Móvel de Milão surpreendeu o público com muitas peças novas, além do esperado. A 52ª edição do Salão do Móvel, realizada em abril, foi marcada pelo luxo dos estandes e das coleções. Até as empresas que tradicionalmente exploram um design limpo e despojado decidiram, este ano, apostar nos acabamentos brilhantes, tecidos adamascados e detalhes dourados.

Como sempre acontece, muitos dos produtos lançados como 'novidade' já foram apresentados nas feiras IMM Cologne, Maison et Objet Paris e Stockholm Furniture Fair no início de 2013, mas o Salão do Móvel continua sendo a maior vitrine de lançamentos da indústria moveleira mundial e, por isso, atrai olhares dos quatro continentes. Neste relatório, apresentamos duas iniciativas italianas para combater a crise econômica e uma seleção de produtos inéditos lançados durante o Salão do Móvel de Milão, cuja inovação está presente na clareza de conceito, na escolha dos materiais ou na harmonia do desenho.

Você precisa acessar sua conta para aproveitar as soluções do Sebrae! Cadastre-se ou acesse sua conta!


Gostou? Acesse agora o conteúdo completo!

Acessar Boletim de Tendências!

Outros produtos relevantes

+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse sua conta!