Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Agronegócio
    Relatório de Inteligência
  • Agronegócio
  • 29 de set. 11

A preparação dos quadros das colmeias com lâminas de cera alveolada

Existem várias maneiras de fixar a cera alveolada nos quadros, a mais correta e segura é aproveitar os fios de aço número 24

O manejo anual de troca de favos velhos nas câmaras de cria e a substituição de favos rompidos e em mal estado nas melgueiras é feita com a utilização de novas lâminas de cera, chamadas de cera alveolada. Existem várias maneiras de fixar a cera alveolada nos quadros, a mais correta e segura é aproveitar os fios de aço número 24 que reforçam as estruturas dos quadros, fixando as lâminas nos fios com auxílio geralmente de uma bateria de carro de 12v. Fios de metal, trazidos dos dois pólos da bateria, são tocados no início e no final da fixação dos fios de aço na madeira dos quadros fechando a corrente, causando um curto circuito e aquecendo os fios de aço, que em contato com a lâmina de cera faz com que nos pontos de contato a lâmina fique incrustada. Também é possível a utilização de carretilhas próprias com guias para a fixação das lâminas nos fios de aço, porém esse método é mais demorado e menos seguro para a certeza da fixação. Quando o quadro (de ninho ou melgueira) se destina à armazenagem de mel o ideal é soldar a lâmina encostada à barra inferior. Nessa situação, as abelhas puxam o favo e o estendem até a barra superior, promovendo um aproveitamento integral do espaço e uma solidez maior do favo. A utilização da cera alveolada nas colmeias e sua correta incrustação nos quadros para a produção de cria e, sobretudo, para a produção de mel, é manejo importante para a determinação do máximo aproveitamento de espaço no interior das colmeias.

Para saber mais informações sobre o tema, leia o relatório na íntegra.

Você precisa acessar sua conta para aproveitar as soluções do Sebrae! Cadastre-se ou acesse uma conta!

Outros produtos relevantes

+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse uma conta!