Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Agronegócio
    Relatório de Inteligência
  • Agronegócio
  • 18 de mai. 12

Aquisição de máquinas importadas para a extração de mel

Os apicultores brasileiros, infelizmente, ainda não têm acesso a máquinas e equipamentos nacionais de qualidade para a extração de mel em favos, o que garantiria mais rapidez e eficiência no processo

Os apicultores brasileiros, infelizmente, ainda não têm acesso a máquinas e equipamentos nacionais de qualidade para a extração de mel em favos, o que garantiria mais rapidez e eficiência no processo. Os produtos oferecidos no Brasil não estão adaptados para o desenvolvimento do processo em grande escala, o que é normal em outros países.

Diante dessa situação e da necessidade de muitos produtores e associações por ferramentas que supram a eficiência e velocidade necessárias ao processo se faz necessária a importação de outros países. Entretanto é fundamental que o apicultor esteja ciente que os produtos estrangeiros são calibrados para receberem apenas material extremamente padronizado, pois quadros de colmeias com medidas despadronizadas, por exemplo, não funcionam.

Nos Estados Unidos, França e Argentina são comercializados vários equipamentos de desoperculação automáticos e semiautomáticos que realizam o processo com rapidez, eficiência e quantidade e, muitas vezes, uma única pessoa é suficiente para realizar o trabalho.

Após verificar a necessidade de máquinas e equipamentos importados chega o momento de conhecer os trâmites sobre os processos de importação, que são complexos e exige a contratação uma empresa especializada nesse tipo de operação.

Confira os detalhes sobre a aquisição de máquinas importadas para a extração de mel neste relatório.

Você precisa acessar sua conta para aproveitar as soluções do Sebrae! Cadastre-se ou acesse uma conta!

Outros produtos relevantes

+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse uma conta!