Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Comércio
    Relatório de Inteligência
  • Comércio
  • 01 de abr. 11

Calçados para a terceira idade

O aumento da expectativa de vida no mundo tem mudado a atenção de diversos setores para um público ainda esquecido: o da terceira idade

O aumento da expectativa de vida no mundo tem mudado a atenção de diversos setores para um público ainda esquecido: o da terceira idade. Este segmento inexplorado pela indústria calçadista se apresenta como uma oportunidade de atuação em nicho de mercado.

As demandas e necessidades do consumidor maduro para calçados precisam ser mais bem atendidas, pois o que se constata é uma divisão de dois tipos de calçados sendo oferecidos: os calçados funcionais e os da moda não adaptados aos pés dos mais velhos. O desafio está em alinhar funcionalidade à moda, disponibilizando ao mercado, ansioso por viver e estar ?em dia", calçados adequados aos problemas comuns nas idades mais avançadas (como joanetes, artrites e diabetes), mas também com um apelo ao design.

Esta junção pode ser conseguida com a utilização de materiais, como o laminado vegetal, que oferece as condições necessárias de flexibilidade aos calçados. O laminado vegetal deu origem a um projeto de calçado flex focado no público da terceira idade. Além deste, outros projetos de pesquisa conduzidos pelo SENAI estão desenvolvendo novos moldes e formas para a indústria calçadista a partir de estudos biométricos e antropométricos. As oportunidades existem, porém há que se investigar, analisar e conhecer o perfil deste público, antes de empreender.

Você precisa acessar sua conta para aproveitar as soluções do Sebrae! Cadastre-se ou acesse sua conta!


Gostou? Acesse agora o conteúdo completo!

Acessar Relatório de Inteligência!

Outros produtos relevantes

+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse sua conta!