Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Comércio
    Relatório de Inteligência
  • Comércio
  • 05 de jun. 13

Comportamento feminino e sua influência na compra de calçados

Muitos fatores influenciam o comportamento das mulheres na compra de calçados. Esse relatório mostra como as condições sociais estão moldando esses hábitos de consumo

Hoje, as mulheres já representam quase a metade da força produtiva e a valorização da carreira é um dos pontos almejados por elas. Desta forma, a apresentação pessoal se torna um requisito muito importante e uma forma adequada está diretamente relacionada ao papel dos calçados nesse sentido (ANTONIO, 2012).

Além disso, a pesquisa ?Brasil Pack Trend 2005", mostra que as mulheres são responsáveis por 70% das decisões de compras da família, o que demonstra que o perfil feminino é decisivo na hora da escolha dos calçados.

Outro estudo, apresentado nesse relatório e realizado com 40 mulheres brasileiras das classes A, B e C entre 18 e 40 anos, mostra que 42% das entrevistadas relataram o hábito de carregar um par de sapatos confortáveis na bolsa. A pesquisa ainda ressalta que esta prática é maior entre as mulheres da classe C, com idades entre 26 e 40 anos (MANSSOUR, 2011).

A pesquisa também traz informações sobre a preferência do tipo de calçado escolhido para ir ao shopping, por exemplo. As mulheres de classe A têm preferência pelo salto alto. Já as da classe B, podem adotar até o tênis para o passeio e na classe C, a rasteira ganha a preferência (MANSSOUR, 2011).

Confira ao longo do relatório como as mudanças sociais estão influenciando a percepção de compra das mulheres.

Você precisa acessar sua conta para aproveitar as soluções do Sebrae! Cadastre-se ou acesse sua conta!


Gostou? Acesse agora o conteúdo completo!

Acessar Relatório de Inteligência!

Outros produtos relevantes

+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse sua conta!